Leitura popular da bíblia embala celebração de Natal do CEBI/Cuiabá

A celebração de Natal do Centro de Estudos Bíblicos (Cebi) de Cuiabá (MT) foi linda de se ver e de participar. Ocorreu neste sábado (08) na sede da entidade, no bairro Carumbé. Houve muita mística espiritual, cantos da caminhada, parabéns aos aniversariantes do mês e uma deliciosa ceia partilhada. A pequenina Thalita Ananias na manjedoura foi um dos símbolos desta noite feliz.

A cerimônia mostrou as dificuldades em que Cristo nasceu, após uma viajem de mais de 100 km, de Nazaré para Belém, com a mãe Maria e o pai José. Nasceu sem teto, sem terra, pobre, no lugar onde vivem e pastam os animais.

 

Dom Pedro Casaldáliga e São Oscar Romero também “estiveram presentes” na cerimônia

 

A cerimônia, baseada numa leitura popular da bíblia, mostrou como esse Cristo se fez irmão dos pobres, das mulheres marginalizadas, dos estrangeiros, da gente excluída de sua época, e nos impulsionou a romper as cercas que significam obstáculos à promoção da justiça nos dias de hoje.

Cada uma/um teve a oportunidade de dizer o que motiva continuar na caminhada, apesar de tanta injustiça, individualismo e ganância desmedida. E aí brotaram a Esperança, a Teimosia Divina, a Ousadia Libertadora, a Justiça do Amor, a Organização Popular, a Opção Preferencial pel@s Pobres, o Projeto do Reino aqui na Terra…

Reginaldo Barata, da Comissão de Justiça e Paz, destacou que a percepção de mudança concreta é que o faz seguir em frente. “Vi nos últimos anos no Brasil gente próxima minha passar de serviços gerais a graduada na universidade. Uma outra colega hoje é mestre. E tantos outros exemplos.  Isso me motiva a seguir construindo um mundo novo”.

“É preciso ter coragem, mesmo que a gente tenha que enfrentar autoridades até mesmo dentro da igreja. Se estamos no caminho da justiça, devemos falar e lutar por isso. A coragem me motiva”, comentou Miguelina de Sampaio, integrante do movimento de Economia Solidária.

Tivemos as companhias serenas de dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito da prelazia de São Félix do Araguaia (MT), e de dom Oscar Romero, bispo de El Salvador, mártir das causas do povo e agora canonizado São Oscar Romero. O primeiro, estampado em um banner, e o outro, num cartaz.

A cerimônia teve presença da coordenação e articuladores do Cebi Cuiabá e MT, integrantes de CEBs da arquidiocese de Cuiabá, da Economia Solidária, do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), da Comissão Justiça e Paz, do Movimento de Mulheres, da Rede Um Grito Pela Vida (de enfrentamento ao tráfico humano), entre outros.

Mário Márcio Silva Vieira, do Cebi/MT, agradeceu a presença de todas e todos e disse que a sede da entidade está à disposição para atividades pastorais, comunitárias e de movimentos sociais. “Sintam-se em casa. Essa casa é de vocês”, enfatizou.

Durante 2018, o Cebi em Cuiabá realizou várias reuniões de trabalho, fez homenagem aos 90 anos de dom Pedro Casaldáliga, vigília pela canonização de dom Oscar Romero, cerimônia pascal, além da celebração de Natal.

Jesus, Maria, José, Casaldáliga e São Oscar Romero cantaram conosco todas as canções, durante e após a cerimônia, entoando “Anunciação”, de Alceu Valença, “Mistérios”, de Zé Vicente, “Canto das três raças”, eternizado na voz de Clara Nunes, “Kikio”, de Geraldo Espíndola, “Xote ecológico”, de Luiz Gonzaga, e outras tantas.

Na ceia partilhada, com a qual cada uma e cada um contribuiu, havia frutas, sucos, vatapá, tabule, sopa paraguaia, mais e mais iguarias.

Foi lindo de se ver e de participar.

Amém! Axé! Awire! Aleluia!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *