A 42ª Romaria da Terra do Rio Grande do Sul

O tema é “Alimentação Saudável — Identidade, resistência e direitos”, e o lema “Para que todos tenham vida”.

A 42ª Romaria da Terra do Rio Grande do Sul será realizada na próxima terça-feira (5) em Itacurubi, município localizado na região Central do estado e a mais de 500 quilômetros de Porto Alegre. Desta vez, quem sedia é o Assentamento Conquista da Luta, onde vivem 160 famílias do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O tema é “Alimentação Saudável — Identidade, resistência e direitos”, e o lema “Para que todos tenham vida”.

A Romaria da Terra é itinerante, por isso acontece a cada ano em uma localidade diferente. Esta é a primeira vez que Itacurubi recebe o evento, promovido pela Comissão Pastoral da Terra (CPT). A 42ª edição tem o apoio do MST, da Diocese de Uruguaiana, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e da prefeitura do município.

O Assentamento Conquista da Luta foi criado em 18 de dezembro de 2006, em uma área de 3.730 hectares. Ele está situado há 20 quilômetros do perímetro urbano de Itacurubi. As famílias produzem diversidade de alimentos para autoconsumo e lidam, principalmente, com leite e hortaliças orgânicas para comercialização. Segundo o camponês Mário Padilha, sediar a Romaria da Terra pela primeira vez é motivo de orgulho para os assentados. “A nossa expectativa é boa, estamos esperando de 3 a 5 mil pessoas”, ressalta.

Conforme Maurício Queiroz, da coordenação estadual da CPT, romeiros e romeiras de todo o estado se encontrarão para caminhar juntos, celebrar e fortalecer a luta do povo em defesa da vida. “Será um momento especial da igreja do Rio Grande do Sul para celebrar a fé e fortalecer a esperança e o ânimo do povo”, afirma. Além da celebração e tradicional caminhada dos romeiros, o evento conta com intervenção sobre o tema da alimentação saudável, partilha de alimentos, tendas com exposição e venda de produtos variados. Também terá tribuna Popular, com depoimentos de camponeses e manifestações de representantes de diversas organizações.

O Assentamento Conquista da Luta também acolhe o 14º Acampamento da Juventude da Romaria da Terra, que reunirá cerca de 200 jovens de diversos municípios nos dias 3 e 4 de março. Eles estão organizados na Pastoral da Juventude, Levante Popular da Juventude, MST, Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), dioceses e CPT. O evento será um espaço de formação, reflexão e organização dos jovens que buscam construir uma nova sociedade, com valores de comprometimento com a terra, a permanência no campo e a produção de alimentos saudáveis. Para isso, trabalhará o tema da Romaria da Terra e os desafios da luta da juventude.

Conforme a militante Sem Terra Sara Ferreira, o acampamento pautará a atual situação do país e discutirá como os movimentos populares e as pastorais se colocarão em posição de resistência e em trabalho de base. “Vamos debater a reforma da previdência e os direitos humanos que estão sendo atacados pelo novo governo”, acrescenta.

A programação conta ainda com estudos e debates sobre outros temas, visita aos lotes das famílias assentadas, Celebração dos Mártires e atividades culturais. No dia 5, os jovens farão a acolhida aos romeiros.

Programação da 42ª Romaria da Terra    05/03/2019

7 horas – Concentração de romeiros na Escola Florentino Dutra, em Rincão dos Boeiras

8 horas – Acolhida aos romeiros

8h30 – Início da celebração e caminhada até a sede do Assentamento Conquista da Luta

12 horas – Partilha de alimentos, seguida de Tribuna Popular

16 horas – Celebração Ecumênica de envio aos romeiros

Fonte; CNBB SUL 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *