MULHER, CORPO E RESISTÊNCIA: UM MANIFESTO A PARTIR DO NOSSO CORPO E NOSSA FÉ. Odja Barros

Com e a partir de nossos corpos lemos a Bíblia, a Vida! Com e pelos nossos corpos vivemos uma espiritualidade encarnada!
Com e pelo nossos corpos vivemos uma fé feminista de libertação!

Com e em memória dos corpos das nossas ancestrais bíblicas fazemos uma leitura bíblica de cura e libertação para nossos corpos hoje! Com e pela memória dos corpos resistentes das parteiras hebreias Sifrá e Puá que construíram a partir dos seus corpos vida e libertação!

Com e em memória do corpo violentado de Tamar e o corpo rebelde da outra Tamar que sofreram no seus corpos a dor e marca da opressão! Com e em memória do corpo belo e negro da Sulamita que lutou pela liberdade de amar e ser amada.

Com e em memória do corpo esquartejado da “concubina” do levita e pelo corpo sacrificado da filha de Jefté sinais da violência sofrida em nome de Deus e das disputas de poder masculino na Bíblia. Com e em memória do corpo erótico de Judite que livrou seu povo da guerra e pelos corpos de Noemi e Rute que resistiram em sororidade política!

Com e em memória do corpo jovem transgressor de Maria de Nazaré que tornou bem aventurados todos os corpos das mulheres pobres esquecidos da Galileia. Com e em memória do corpo de Maria Madalena, corpo escolhido para ser a primeira testemunha da ressurreição.

É em memória delas, de seus corpos, dos corpos de todas as mulheres nomeadas e não nomeadas na Bíblia que fazemos Leitura feminista da Bíblia!

Com e pelos nossos corpos e por todos os corpos ameaçados, violentados, assediados, silenciados lutamos e resistimos! Com nossos corpos em comunhão com o corpo do mundo choramos a destruição patrocinada pela ganância do poder e do lucro!

Com e pelos nossos corpos construiremos um novo mundo possível onde todos os corpos possam existir e amar sem medo! Com e pelos nossos corpos celebramos a festa da vida contra todas as forças da morte!

Porque todos os corpos são sagrados, espaço de amor e revelação da Ruah, criadora que nos fez CORPO e viu que “Era bom”!

Esse é o nosso Corpo! Essa é a nossa Fé!

Odja Barros

Contribuição de Marcos Aurelio  CEBI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *