Cuiabá recebe encontro de Formação em Políticas Públicas e Direitos Sociais

Quanto mais as leigas e leigos souberem o que é a doutrina social da igreja maior será a conexão com os clamores do povo de Deus. Essa foi uma das conclusões do Encontro de Formação em Políticas Públicas e Direitos Sociais realizado nos dias 6 e 7 (sábado e domingo) em Cuiabá, capital de Mato Grosso, no Centro Nova Evangelização (Cene).

Participaram do evento representantes da arquidiocese de Cuiabá e das dioceses de Barra do Garças, Diamantino e Primavera do Leste-Paranatinga.

Contamos também com a presença do secretário executivo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)/Regional Oeste 2, padre Reinaldo Braga Junior, e do coordenador regional da Campanha da Fraternidade, Luís Lopes.

A formação foi dada com muita dedicação e carisma pelo frei Olávio Dotto, assessor das Pastorais Sociais da CNBB. O trabalho contribuiu para um novo vigor frente às ações desenvolvidas pelos participantes de variadas pastorais, como da Aids, Carcerária, da População em Situação de Rua, da Criança, da Saúde e da Comunicação, além de Conselhos e Grupos de Mulheres e das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs).

São equipes pastorais que atuam junto a pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social despertando e motivando um sinal de esperança pela vida, mesmo no pouco que  lhes restam em meio à tanta dor. Oferecem uma mão amiga, acolhedora e um sorriso sincero como expressão da presença de Jesus Cristo.

O conhecimento dessas necessidades nos provoca um fortalecimento espiritual e o compromisso missionário pelas causas sociais desenvolvidas pela igreja, numa ação transformadora, evangelizadora e libertadora.

Por isso a importância do tema da Campanha da Fraternidade deste ano, ”Fraternidade e Políticas Públicas”. Refletir sobre essa temática nos impulsiona a um novo fervor rumo à Luz do Evangelho, nos ensinamento de Jesus.

Então, fortalecidos pelo Espirito Santo e na presença materna de Nossa Senhora queremos assumir com amor e responsabilidade a missão a nós confiada, conforme planejamento de ações definido para 2019 em cumprimento às diretrizes “Vida plena para todos”.

Desafios enfrentados:

– falta de informação por parte do coordenador diocesano;

– aumento de entorpecente junto ao público jovem;

– falta de visitas e evangelização às irmãs e aos irmãos desprovidos de liberdade.

 Metas:

– diagnosticar as Pastorais Sociais atuantes no Regional Oeste 2;

– garantir representatividade em conselhos sociais municipais, estaduais e federais (com indicações pela igreja);

– articulação e informação dos coordenadores diocesanos;

– formação sobre as pastorais sociais em geral;

– formação específica sobre a doutrina social da igreja;

– fortalecer a evangelização nas pastorais Carcerária e de Rua, com apoio às famílias;

– aos jovens, possibilitar perspectivas positivas com o desenvolvimento de atividades religiosas e sociais;

– estar ativos nas ações e atividades nas comunidades, paróquias e dioceses;

– buscar parcerias para o desenvolvimento dos trabalhos pastorais.

 

Euripia de Faria Silva, liderança de CEB em Cuiabá (MT) e coordenadora do Mutirão para Superação da Miséria e da Fome no Regional Oeste 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *