Conselho de Leigos e Pastorais debatem Reforma da Previdência. Diocese Rondonópolis-Guiratinga

É necessário que os leigos católicos não permaneçam indiferentes à vida pública, nem fechados nos seus templos, nem sequer esperem as diretrizes e as recomendações eclesiais para lutar a favor da justiça e de formas de vida mais humanas para todos”.

No próximo dia 11/6, às 19:30 horas na Escola Sagrado Coração de Jesus, será realizado um Simpósio sobre Ética Cristã, Políticas Públicas e Reforma de Previdência. O evento é promovido pelo Conselho Diocesano de Leigos e Leigas, juntamente com as Pastorais Sociais, Cebs, Movimento de Cursilhos da Diocese Rondonópolis-Guiratinga em parceria com a Escola Sagrado Coração de Jesus.

O Simpósio tem por objetivo informar e debater com a sociedade o Projeto de Lei que tramita no Congresso Nacional sobre a Reforma da Previdência, os impactos sociais do referido projeto e as relações deste tema com os princípios da ética cristã e o ensino social da Igreja.

Papa Francisco tem insistido que “nada do que é humano deve ser indiferente aos cristãos” alertando para o fato de que, seguir e servir a Deus, deve se também compreendido como atuar na sociedade e na política, a fim de construir um mundo mais humano e mais justo. Falando aos políticos latino-americanos o papa afirma que “É necessário que os leigos católicos não permaneçam indiferentes à vida pública, nem fechados nos seus templos, nem sequer esperem as diretrizes e as recomendações eclesiais para lutar a favor da justiça e de formas de vida mais humanas para todos”.

De acordo com Prof. Adilson Jose Francisco, um dos organizadores do Simpósio, a Campanha da Fraternidade deste ano sobre as Políticas Públicas, convida todos os cristãos e as pessoas de boa vontade, a refletir e agir sobre as Políticas Públicas para entender a maneira pela qual elas atingem a vida cotidiana, e sobretudo o que a população deve fazer para acompanhar, propor e fiscalizar a votação e implantação destas políticas. Vivemos um momento grave no país de descredito com a política e os políticos e a tentação é a indiferença. Há uma ameaça concreta de retirada de diretos que atinge a sociedade como um todo. Torna-se urgente que os cristãos e também a sociedade, não se furte ao debate daquilo que a atinge e lhe diz respeito, recorda Prof. Adilson.

Para Marcia Casali, assistente social e coordenadora das Pastorais Sociais da Diocese, o Simpósio quer ser um espaço de debater diversos aspectos do Projeto de Reforma da Previdência, à luz do que orienta a Palavra de Deus e o ensinamento social da Igreja. Também para Márcia, a vivencia da fé cristã tem um potencial humanizador e iluminador da vida como um todo e, não pode estar restrita aos templos ou ser transformada em objeto de barganhas eleitorais. Jesus testemunhou com sua vida que veio trazer vida plena para todas as pessoas. O que significa que as injustiças e os projetos que produzem a morte não podem ficar indiferentes aos cristãos e a qualquer pessoa. É em momentos como este que a missão do cristão é ser de fato “sal da terra e luz do mundo”, recorda Marcia Casali.

O Simpósio sobre Ética Cristã, Políticas Públicas e Reforma de Previdência tem entrada franca, é aberto a todas as pessoas. As inscrições serão realizadas meia hora antes no Salão Central da Escola Sagrado Coração de Jesus no centro de Rondonópolis-MT. Maiores informações: 3426-7006.

Contribuição de  Adilson José Francisco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *