Curso de comunicação popular fortalece Pascom da diocese de Cáceres/MT

Reflexão em grupo: ótima forma de comunicar.

A equipe de comunicação da diocese de São Luiz de Cáceres (MT), Regional Oeste 2, aumentou o número de participantes e fortaleceu a ideia de valorizar as notícias das comunidades. Esses foram alguns dos resultados do Encontro de Formação “CEBs e Comunicação Popular de uma Igreja em Saída”, realizada no sábado e domingo (22 e 23), no município de Cáceres.

Houve participação de cerca de 40 pessoas, entre integrantes de pastorais, como da Sobriedade, Carcerária, e da Criança, professores universitários, sindicalistas do ensino público e lideranças de CEBs. O encontro ocorreu na sede da paróquia Cristo Trabalhador e teve a participação ativa do padre Edson Luiz Dias Cardo, que está à frente da Pastoral da Comunicação (Pascom).

A formação teve exposição de ideias, debate em grupo, leitura de textos, músicas, místicas e uma oficina de textos, fotos, áudios e vídeos. Entre as pautas trabalhadas na oficina, destaque para as ações realizadas pelos grupos de reflexão bíblica, manifestações contra a Reforma da Previdência e em defesa de direitos sociais, festa junina escolar e Jornada Diocesana dos Jovens.

Padre Edson fala do jornal da diocese e destaca importância de ampliar notícias das comunidades.

Após a etapa de elaboração de textos, entrevistas e gravações os materiais foram projetados no data show para que todo mundo visse e observações fossem feitas para melhoria das produções. Houve muitos aplausos, risos e aprendizado.

“Não podemos só ficar vendo os grandes tomarem conta da comunicação e divulgarem o que é do interesse das elites. Temos que juntar a força dos pequenos e ir pra cima deles”. Foi o que disse Cássio Manoel de Assunção, da paróquia Nossa Senhora do Livramento, do município de mesmo nome. Cássio defendeu que as notícias das comunidades e do povo em geral sejam divulgadas pelos meios de comunicação das CEBs e da igreja como um todo.

 

Acolhida

Além de Cáceres e Livramento, também estiveram presentes pessoas dos municípios de Rio Branco, Poconé, Mirassol D´Oeste e Pontes e Lacerda. Houve acolhida nas casas de famílias locais, honrando uma antiga tradição das CEBs, que remonta à experiência das primeiras comunidades cristãs, como descrito no livro de Atos dos Apóstolos. Entre as demais equipes de apoio estiveram também a da cozinha, articulação e logística, que trabalharam desde o mês de maio na preparação do encontro.

“É muito comum a mídia comercial falar mal de professores e trabalhadores geral. Por isso precisamos ficar atentos para ver os interesses por trás das transmissões e fazer a leitura crítica da mídia”. Palavras de Edinabel Santos Silva, que é professora em Ponte e Lacerda e atuante na paróquia Bom Jesus. Ela também entrou na equipe ampliada da Pascom, ao lado de irmãs e irmãos de caminhada de Livramento, Rio Branco, Mirassol, Poconé e Cáceres (São Luiz, Cristo Trabalhador e São Sebastião).

Anderson e dona Luzia, no batuque e no gogó.

A leitura crítica a que Edinabel se referiu foi um dos assuntos tratados durante o encontro. Na programação também foi falado sobre as diferenças entre as mídias popular (anti-hegemônica) e comercial (hegemônica), os prejuízos causados pelo oligopólio das comunicações em Mato Grosso e no Brasil, exemplos de veículos alternativos e dicas para identificar fake news. Também houve análise sobre documentos escritos pelo papa Francisco a respeito da boa nova, do sensacionalismo e do diálogo interpessoal.

Kele dos Reis atua na paróquia São Sebastião, em Cáceres, e aproveitou para falar durante a produção de vídeos a respeito da Semana Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, de 16 a 24 de junho. “Esse trabalho é fundamental porque muita gente é afetadas pelas drogas. A partir das políticas públicas podemos lidar seriamente com essa questão, conscientizar a população e cobrar apoio do poder público”, explicou Kele, que é da Pastoral da Sobriedade. Ela foi uma das pessoas que entrou para equipe ampliada da Pascom da diocese.

Preparando conteúdo durante oficina.

Essa formação em comunicação popular pelas CEBs/MT ocorreu também na arquidiocese de Cuiabá e na diocese de Rondonópolis-Guiratinga, que constituíram suas equipes de trabalho. O objetivo previsto em decisão da Ampliada Regional das CEBs é que ocorra nas demais dioceses também (Primavera do Leste-Paranatinga, Juína, Sinop e Barra do Garças).

Ana Paula Carnahiba e Gibran Lachowski (Assessoria de Comunicação das CEBs/Regional Oeste  2)

Flickr Album Gallery Powered By: WP Frank

 

One Comment

  • José Antônio Martins

    Muito bom ter participado deste encontro nosso setor diocesano estava precisando muito de um encontro deste formato onde levasse que cada um de nós não ficamos a margem só observando e não fazer nada o nosso muito obrigado ao casal que trouxe está informação riquíssima para nosso crescimento e que venha os próximo e vamos divulgar nós eventos paróquias, comunitários só assim nós poderemos alcançar o nosso objetivo que é anunciar a boa Nova de Jesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *