Lideranças refletem sobre missão das CEBs na diocese de Primavera do Leste-Paranatinga/MT

As CEBs da diocese de Primavera do Leste-Paranatinga (MT) buscam sintonia com o seguimento de Jesus de Nazaré, renovado pela proposta do papa Francisco, de uma “igreja em saída”. E foi isso o que se viu no seu 1º Encontro Diocesano, que teve como tema “Identidade e Missão das CEBs” e como lema “Em nossa diocese a causa missionária é a primeira de todas as causas”.

O evento ocorreu de 5 a 7 de julho no município de Primavera do Leste, que integra a Regional Oeste 2 (RO2) das Comunidades Eclesiais de Base no Brasil. A assessoria foi dada pelo professor Adilson José Francisco e por Rinaldo Cardoso Meira, que integra a articulação regional das CEBs em Mato Grosso. Ambos são da diocese de Rondonópolis-Guiratinga.

O encontro teve como base a identidade e a missão da CEBs. A ideia foi formar e informar os participantes sobre o que elas são e qual a importância delas no cerne da igreja. Para isso, foram utilizados documentos produzidos pela igreja católica. Entre eles, o Evangelii Gaudium (“A Alegria do Evangelho”) e o Documento 105 da CNBB (“Cristãos leigas e leigos na igreja e na sociedade”). E também o não julgamento, tendo em vista resgatar a ideia de filhos e filhas de Deus que somos, a partir do batismo, e a graça de Deus na vida.

Posteriormente, a assessoria retratou de modo bem dinâmico e interativo a caminhada das CEBs e o contexto em que surgiu. Foi nos anos 60, época em que eram intensas as repressões, como as ditaduras na América Latina. Época também do Concílio Vaticano II, iniciado pelo santo São João 23. A CEBs, então, têm em seu cerne o exemplo de Jesus e sua caminhada até o martírio.

Neste encontro houve a presença do nosso animador e pastor, bispo dom Derek Christopher Byrne. Ele desejou um ótimo encontro e colocou a importância dos documentos. Disse que antes deles serem divulgados há muitas conversas e a busca do consenso. Dom Derek também relatou a importância do Sínodo da Amazônia para a diocese e falou que o papa defende que seja uma igreja em saída, em missão, e que fortaleça as comunidades, a base.

Além disso, o bispo ressaltou a importância do evento diocesano das CEBs, já que, em 2020, a diocese sediará o 15º Encontro Regional da Comunidades Eclesiais de Base e Mato Grosso vai acolher o 15º Intereclesial.

Pelo evento diocesano em Primavera, compreendemos que as CEBs não são só parte da igreja, mas, sim, que elas são igreja. São união e comunhão do que nos aproxima de Deus. Por isso, ECLESIAL. Elas são de BASE porque surgem onde há pessoas, e partilham da sua realidade. E COMUNIDADE, pois foram convidadas por Jesus. Assim, as CEBs possuem uma centralidade na Palavra de Deus.

Posteriormente, em uma reflexão sobre a leitura de Mateus 14, 22-33, percebemos que em nossa caminhada devemos ter a coragem de Pedro para nos lançar ao encontro de Jesus. Podemos sentir medo, mas devemos estar prontos a nos lançar ao encontro pelos mais pobres e marginalizados, assim como Cristo em sua caminhada fazia.

Neste encontro ficou muito forte a importância de uma “peneira social”, ainda mais em tempos de mídias digitais. Pois é fundamental conhecer os documentos e dialogar tendo um compromisso com a verdade. Isso é essencial na nossa postura enquanto igreja.

A metodologia empregada também foi de suma importância para uma melhor compreensão do nosso papel na nossa diocese, de colocar a causa missionária em primeiro lugar. Pois as CEBS não são “do contra”, como alguns dizem. As CEBs auxiliam quem mais precisa.

Diante disso, o padre Josivan Calixto de Arruda colocou a importância do mês Missionário Extraordinário (outubro), que é uma das causas que as CEBs apoiam. Além disso, Rinaldo convidou e ressaltou a importância de todas e todos nos esforçarmos para participar dos próximos encontros das CEBs. Pois assim como os discípulos foram enviados em missão de dois em dois, conforme o Evangelho de Lucas 10, 1-12.17-20), devemos seguir o mesmo exemplo na caminhada do dia a dia.

O encontro terminou com a celebração eucarística – a nossa prefeita Ação de Graças –, presidida pelo bispo. Enfim, o evento foi bem proveitoso, porque foi feito com alegria e carinho. Ressaltamos a felicidade de partilharmos junto à toda igreja, com a ajuda de diversos movimentos e grupos que auxiliaram na realização do encontro, tendo em vista o lema “Em nossa diocese a causa missionária é a primeira de todas as causas”.

Alison Jalles Silva da Hora – 2º Secretário das CEBs da diocese de Primavera do Leste-Paranatinga/MT (RO 2)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *