Escola de Formadores e Articuladores para as CEBs. Arquidiocece de Maringá PR. 5ª Etapa

Espiritualidade da Missão é a Espiritualidade do Cuidado. Isso é lindo. Muito lindo!

Escola de Formadores e Articuladores para as CEBs.

CEBs: Palavra – Participação – Solidariedade Política

O que podemos observar que o modelo atual do governo decidiu estar a serviço da parcela 1% mais rica da população brasileira. Preocupante.

Que projeto, não tem projeto. Crise aguda, não existe consenso. Más crise também é momento de oportunidades.

A política é a arte de governar para o bem comum. Sabemos que não está se fazendo o bem, mas nem por isso podemos deixar a política. É preciso revitalizar a política.

Repensar o modelo, cada comunidade vai ter que achar seu jeito, preciso é construir o novo. As Comunidades Eclesiais de Base, as CEBs precisa estar a busca do novo, construir o novo, novas alternativas de vida. As CEBs precisam por nesse caminho, aliançada a outros setores da sociedade que queira olhar a realidade e buscar um novo modelo, não mais esse que escraviza as pessoas e o meio ambiente.

Desanimar jamais, existem saídas para estas crises econômicas, sociais e ambientais, mas é preciso unir-se, porque essas saídas mexem com os poderes econômicos e políticos instituídos. Para promover as mudanças é preciso ousar e buscar novas formas e modos de vida, já existem experiências lindas sendo praticadas e construídas, fortalecer essas experiências é preciso.

Escola de Formadores e Articuladores para as CEBs. Arquidiocece de Maringá PR. 5ª Etapa

Somos chamados, as CEBs são chamadas, estar atento, acolher a verdade que quem faz a intermediação do chamado de Deus é outro ser humano. Para tanto, é preciso revestir-se de humildade e o encontro com Jesus se faz no caminho, é preciso encontrar Jesus fazendo seu caminho que leva a conhecer o Reino de Deus.

Estamos dispostas e dispostos a seguir o caminho de Jesus? Precisamos da Espiritualidade da Missão, essa espiritualidade apresenta aspectos que precisam existir.

Em Romanos 8,31-39 encontramos o aspecto do Vínculo com Cristo. Filipenses 1,1-11 o aspecto Espelho – Espelhar na vida de Jesus. Em Gálatas 16, 1-10 o aspecto Testemunho – A Busca do Testemunho Contínuo. Efésios 2, 11-22 o aspecto Unidade – no macro – Ser Elo de Unidade no Mundo – Ser no Mundo Produtor da Paz. Em 1 Coríntios 12,12-30 o aspecto da Diversidade – Carismas e Ministérios – Todas e Todos com a Mesma Dignidade. Colossenses 3,12-17 o aspecto do Cuidado, missionárias e missionários precisam de olhar compassivo, de bondade, humildade e mansidão, Devem ser suporte, apoio.

A Palavra Cuidado sintetiza as demais, sendo assim, a Espiritualidade da Missão é a Espiritualidade do Cuidado. Isso é lindo. Muito lindo.

Escola de Formadores e Articuladores para as CEBs.

Maringá é sede da Escola de Formação de Formadores e Articuladores para as CEBs com cinquenta e seis integrantes, sendo trinta e seis da Arquidiocese de Maringá, um da diocese de Apucarana e os demais das dioceses que compõe a Província Eclesiástica de Maringá, Campo Mourão, Paranavaí e Umuarama.

A Escola de Formação de Formadores e Articuladores para as CEBs é coordenada pelo padre Genivaldo Ubinge e por mim Lucimar Moreira Bueno (Lúcia), ambos assessores das Comunidades Eclesiais de Base, as CEBs na Arquidiocese de Maringá.

O teólogo Celso Pinto Carias é o assessor convidado para a escola. Carias vive em Duque de Caxias, Estado do Rio de Janeiro. É doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), onde trabalha. Assessor das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB (Comissão do Laicato, Setor CEBs), vem acompanhando a vida dessas Comunidades desde 1989, quando ajudou a coordenar os serviços do 7º Encontro Intereclesial, em Duque de Caxias. Participa do grupo de assessoras e assessores da Ampliada Nacional das CEBs.

Eu, Lucimar Moreira Bueno (Lúcia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *