40 DIAS PELO RIO: NAVEGANDO JUNTOS A BOA NOVA DE DEUS A CAMINHO DO SINODO AMAZÔNICO. DIA 15 de NAVEGAÇÃO

Um itinerário espiritual em preparação para o Sínodo

Por  Mauricio López Oropeza Secretário Executivo da REPAM

10 de Setembro

PETIÇÃO PERMANENTE PARA O SÍNODO AMAZÔNICO NO INÍCIO DE CADA DIA:

“Que o Deus da vida e da beleza, o Espírito Santo que nos impulsiona para mais fraternidade, unidade e dignidade, o Cristo encarnado da Boa Nova, da inculturação e da interculturalidade nos proporcionem serenidade, discernimento e coragem para encontrar novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral neste Sínodo Amazônico. Tudo isso para o bem e a vida de seus povos e comunidades, e para caminhar mais juntos pelo Reino”.
Medite por alguns momentos neste pedido inicial, busque a calma interior para entrar neste momento para navegar pelas águas da Amazônia e a vida da Igreja a serviço de seus povos e comunidades, e para ouvir o chamado de Deus através de sua palavra viva.

Leitura do dia (cada um e cada uma são convidados a aprofundar a leitura completa de acordo com suas próprias necessidades e critérios):

“Ó meu Deus, meu rei, eu vos glorificarei, e bendirei o vosso nome pelos séculos dos séculos. Dia a dia vos bendirei, e louvarei o vosso nome eternamente.”
“O Senhor é clemente e compassivo, generoso e cheio de bondade. O Senhor é bom para com todos, e sua misericórdia se estende a todas as suas obras.
Glorifiquem-vos, Senhor, todas as vossas obras, e vos bendigam os vossos fiéis. Que eles apregoem a glória de vosso reino, e anunciem o vosso poder”. Salmo 144, 1-2. 8-9. 10-11

Citação para fechar a meditação:
Instrumentum Laboris, 20

Reflexão sob a perspectiva do Sínodo Amazônico:

Neste Sínodo Amazônico, estamos em um momento histórico, não por causa do fato em si, mas por causa da graça da revelação de Deus, que há décadas vem se configurando na Igreja da América Latina e em seus povos para chegar a esse momento. Um momento que não é de modo algum o fim, mas o começo de um novo ciclo para a missão da Igreja nesta terra que abençoa e louva a Deus com sua beleza ameaçada e sua grande diversidade cultural tantas vezes rejeitada. Peçamos a Deus a capacidade de discernir, neste caminho do Sínodo, para encontrar e seguir a vontade do Senhor. Ou seja, distinguir o que vem do bom Espírito que leva a mais plenitude, mais senso de vida, maior paz interior e comunhão; e, pelo contrário, o que vem do espírito maligno que é o contrário, que produz confusão, perda de sentido e ruptura interna negativa. Convidamos toda a Igreja, da Amazônia ou não, a adotar uma atitude genuína de discernimento sinodal para buscar e encontrar a vontade de Deus.

CONTEMPLAÇÃO

Contemplemos a imagem deste dia e tomemos um momento para reconhecer nossa própria vida e experiência na Igreja e ao serviço da Amazônia para pedir luz nesta palavra de Deus em preparação para o Sínodo. Escrever meus pedidos particulares e permanecer neles durante este dia. Convidamos você a manter um registro de tudo o que o Espírito nos provoca como preparação interior para o Sínodo AMAZÔNICO.

Uma visão contemplativa, atenta e respeitadora dos irmãos e irmãs, e também da natureza – da irmã árvore, da irmã flor, das irmãs aves, dos irmãos peixes e até das irmãzinhas mais pequeninas, como as formigas, as larvas, os cogumelos ou os insetos (cf. LS, 233) – permite que as comunidades amazônicas descubram como tudo está interligado, valorizem cada criatura, vejam o mistério da beleza de Deus que se revela em todas elas (cf. LS, 84 e 88) e convivam amigavelmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *