40 DIAS PELO RIO: NAVEGANDO JUNTOS A BOA NOVA DE DEUS A CAMINHO DO SINODO AMAZÔNICO. DIA 17 de NAVEGAÇÃO

Um itinerário espiritual em preparação para o Sínodo

Por  Mauricio López Oropeza Secretário Executivo da REPAM

12 de Setembro

PETIÇÃO PERMANENTE PARA O SÍNODO AMAZÔNICO NO INÍCIO DE CADA DIA:

“Que o Deus da vida e da beleza, o Espírito Santo que nos impulsiona para mais fraternidade, unidade e dignidade, o Cristo encarnado da Boa Nova, da inculturação e da interculturalidade nos proporcionem serenidade, discernimento e coragem para encontrar novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral neste Sínodo Amazônico. Tudo isso para o bem e a vida de seus povos e comunidades, e para caminhar mais juntos pelo Reino”.
Medite por alguns momentos neste pedido inicial, busque a calma interior para entrar neste momento para navegar pelas águas da Amazônia e a vida da Igreja a serviço de seus povos e comunidades, e para ouvir o chamado de Deus através de sua palavra viva.

Leitura do dia (cada um e cada uma são convidados a aprofundar a leitura completa de acordo com suas próprias necessidades e critérios):

“Portanto, como eleitos de Deus, santos e queridos, revesti-vos de entranhada misericórdia, de bondade, humildade, doçura, paciência. Suportai-vos uns aos outros e perdoai-vos mutuamente, toda vez que tiverdes queixa contra outrem. Como o Senhor vos perdoou, assim perdoai também vós. Mas, acima de tudo, revesti-vos da caridade, que é o vínculo da perfeição. Triunfe em vossos corações a paz de Cristo, para a qual fostes chamados a fim de formar um único corpo.” Colosenses 3, 12-17 (fragmento)

Reflexão sob a perspectiva do Sínodo Amazônico:

Este Sínodo da Amazônia nos convida a pronunciar a palavra clara e contundente, em delidade à verdade ampla, e é acima de tudo uma ocasião para nos deixarmos responder corajosamente ao que o próprio Deus nos chama a fazer: o seguimento profundo de Cristo que se torna um amor que é colocado em palavras e ações que secundem nosso dizer e que produzam a transformação da realidade para tecer um mundo mais justo e humano à maneira do
Reino. Convidamos a todos-as a conhecer, rezar e estudar a Constituição Apostólica “Episcopalis Communio” (EC) para entender o espaço em que nos movemos, colaborar com o atual processo eclesial sinodal, entender sua estrutura e funcionamento. Precisamos participar dele de acordo com seus limites e potencial, sempre buscando novas rotas criativas que ajudem sua maior coerência e senso de corpo. É muito importante buscar o consenso ou a unanimidade moral dos Padres sinodais para que o Papa possa promover orientações magisteriais com a força do consenso. Somos chamados a ser sujeitos que tecem o Reino como um corpo.

CONTEMPLAÇÃO

Contemplemos a imagem deste dia e tomemos um momento para reconhecer nossa própria vida e experiência na Igreja e ao serviço da Amazônia para pedir luz nesta palavra de Deus em preparação para o Sínodo. Escrever meus pedidos particulares e permanecer neles durante este dia. Convidamos você a manter um registro de tudo o que o Espírito nos provoca como preparação interior para o Sínodo AMAZÔNICO.

Citação para fechar a meditação:Constituição sobre a Igreja. Cap. 3. O episcopado. Concilio Vaticano II – CVII. No. 22

A natureza colegial da ordem episcopal, claramente comprovada pelos Concílios ecuménicos celebrados no decurso dos séculos, manifesta-se já na disciplina primitiva, segundo a qual os Bispos de todo o orbe comunicavam entre si e com o Bispo de Roma no vínculo da UNIDADE, da CARIDADE e da PAZ; (…) Este colégio, enquanto composto por muitos, exprime a
variedade e universalidade do Povo de Deus e, enquanto reunido sob uma só cabeça, revela a unidade do redil de Cristo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *