CEBs/arquidiocese Cuiabá mantêm diálogo com movimentos e se preparam para Interdiocesano

Texto e fotos: Arlete Benitz (CEBs/Cbá e Pastoral do Migrante) e Gibran Lachowski (asses. comunicação Reg. Oeste 2)

Oração, mística, música, avaliação, planejamento e deliberações. As reuniões da equipe ampliada das CEBs da arquidiocese de Cuiabá (MT), Regional Oeste 2, sempre são repletas de atividades. A mais recente ocorreu no sábado (14), na paróquia Nossa Senhora das Graças, bairro Maringá II, no município de Várzea Grande.

Tivemos uma manhã de espiritualidade e reflexão sobre a cruz de Cristo. Trouxemos os nossos gritos e clamores pelas irmãs e irmãos que sofrem. E dissemos NÃO a este sistema que nos mata e oprime.

Geni Lemos, representante da paróquia acolhedora, disse que sempre leva o nome das CEBs para as reuniões das pastorais, dos Conselhos e atividades em geral da igreja. “A gente faz esse trabalho de formiguinha todo dia. Fala o que as CEBs estão promovendo, participa do que a paróquia realiza e procura levar esse jeito de ser igreja no meio do povo”.

Cerca de 20 pessoas participaram da reunião. Entre os pontos de pauta, as avaliações do Grito d@s Excluíd@s e Retiro d@s Jovens, além dos preparativos para o Interdiocesano das CEBs envolvendo a arquidiocese de Cuiabá e a diocese de Cáceres.

A avaliação do Grito, durante o 7 de Setembro, apontou a capacidade de articulação das CEBs com sindicatos e movimentos sociais. “Essa atividade mostrou que nós estamos presentes nas lutas populares e procurando dialogar com a comunidade”. Foi o disse Fabricio Emanuel Assis, que atua na paróquia Divino Espírito Santo, em Cuiabá, onde ocorreu a missa de finalização do Grito.

A avaliação do retiro promovido pelas CEBs em setembro foi positiva principalmente pela presença de jovens da diocese de Cáceres. Relembre o que rolou no retiro clicando aqui.

Quanto ao Interdiocesano, o encontro está confirmado para os dias 18, 19 e 20 de outubro no município de Jangada. O momento agora é de mobilizar e fazer as inscrições. O cartaz do evento está pronto e em breve será divulgado.

Encerramos a reunião da ampliada com uma reflexão conduzida pela irmã salesiana e assessora das CEBs, Maria de Nazaré Gonçalves de Lima, que trata da igreja a serviço da vida plena para todas e todos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *