Sob a luz do Evangelho e na opção preferencial pelos pobres

Euripia de Faria Silva (CEBs/Cuiabá-paróquia Nossa Senhora Aparecida)

Euripia é a primeira da esquerda para a direita.

Um recente evento realizado em Cuiabá (MT)/Regional Oeste 2 me fez refletir sobre a importância da cristã e do cristão estar em conexão com as políticas públicas e a participação social.

A atividade foi conduzida pelo assessor Adriano Martins, que usou de dinâmicas com os participantes e conseguiu envolver a todas e todos, de forma tranquila e segura. Um dos temas destacados foi o SUS. Outro, a questão dos Conselhos de todas as diversidades.

Quanto aos Conselhos, muitas vezes ocorre que ao invés de atender a necessidades da população, acaba fazendo favores aos gestores, que precisam deles para garantir verbas destinadas aos municípios e estados.

Exemplo: os Conselhos de Saúde e de Educação são os que mais recebem verbas públicas e precisam dos representantes da Sociedade Civil para fiscalizar as ações realizadas para a prestação de contas.

Por isso, é preciso que a Sociedade Civil saiba que seu papel é ter participação social para garantir as conquistas adquiridas com as lutas sociais. Isso apoia o trabalho dos gestores e garante uma boa execução dos programas em defesa da vida.

 

É importante estar em comunhão sob a luz do Evangelho e pela opção preferencial pelos pobres, com todas as forças políticas, organizações, sindicatos, associações e movimentos sociais que visam e lutam em defesa dos mais fragilizados

 

Sobre Incidência Política: identificar o problema e identificar as possíveis soluções a partir das necessidades. Reflexão sobre o assunto: buscar parceiros, planejar ações, implementar o uso das Leis e Diretrizes Políticas, envolver meios de comunicação, acompanhar e avaliar as ações em desenvolvimento.

Foi trabalhada também a questão da Política Partidária, tão fragilizada e voltada ao interesse próprio no momento atual, o que leva uma Nação inteira ao descrédito, à violência, à insegurança e à incompatibilidade racional na disputa de poder.

A missão da Cristã e do Cristão é nunca desanimar diante das dificuldades, pois esse é o momento em que a igreja e a população mais precisam de profetas e profetisas.

É importante estar em comunhão sob a luz do Evangelho e pela opção preferencial pelos pobres, com todas as forças políticas, organizações, sindicatos, associações e movimentos sociais que visam e lutam em defesa dos mais fragilizados. O Adriano consegui transmitir uma mensagem espiritual e renovadora para os participantes.

O encontro foi muito bom e as/os participantes demonstram isto. Disseram, de forma geral, que saíram do encontro mais confiantes e fortalecid@s na missão que foi confiada por Deus em defesa da vida em todo contexto social humano e da Mãe Natureza”.

O evento foi o “Seminário sobre Incidência de Políticas Públicas, Mobilidade Humana e Controle Social”. E ocorreu entre os dias 27 e 29 de setembro no Centro Nova Evangelização, em Cuiabá (MT).

A celebração de abertura foi o Tríduo para o Sínodo da Pan-Amazônia, que provocou uma especial atenção para as críticas e elogios da própria igreja. E o encerramento foi celebrado por duas Ministras Ordenadas, buscado assim valorizá-las na missão e de Evangelizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *