ASSEMBLEIA DAS CEBs E PASTORAIS SOCIAIS DIOCESE DE IGUATU CE

“Mãe das Dores abençoai vossos filhos peregrinos! O Nordeste é a terra prometida aos nordestinos!”           

Assembleia das CEBs, Pastorais Sociais, CDDH, CBJP e Caritas aconteceu dia 12/11/2016 em Senador Pompeu e foi coroada com a participação na XXXIV Romaria em Memória das Vítimas do Campo de Concentração do Patu na Seca de 1932.

XXXIV ROMARIA EM MEMÓRIA DAS VITIMAS DO CAMPO DE CONCENTRAÇÃO DO PATU EM SENADOR POMPEU  CE 

Enquanto na seca de 1932, PE Cícero desenvolvia com o Beato Zé Lourenço a Comunidade do Caldeirão de Santa Cruz do Deserto, entre o Crato e Farias Brito, o Governo Federal da época criou 7 campos de concentração dos pobres campesinos atingidos pela Seca.

O GOVERNO FEDERAL DESENVOLVIA POLITICA HIGIENISTA, AO CONTRARIO, COM BEATO ZÉ LOURENÇO E PE CICERO, OS POBRES ERAM ACOLHIDOS 

Pelo campo de concentração do Patu passaram cerca de 15 mil pessoas, sofreram fome, sede, maus tratos e trabalhavam sob mira de armas. Morria muita gente todos os dias e eram enterrados em valas comuns.  O Projeto Federal impedia os empobrecidos de chegarem à Fortaleza.  Era o tempo da Bella Époque, se  queria imitar as capitais da Europa, e desenvolvia a Política de Higienização varrendo os pobres da capital cearense.  Ao contrário no Caldeirão do Beato Zé Lourenço, com apoio do Padre Cícero os pobres eram acolhidos, tinham moradia, trabalho digno e liberdade. Tudo era coletivo: engenhos de rapadura, casas de farinha, fruteiras, trabalho com palha, couro e funilaria. O Caldeirão abasteceu o Cariri com farinha, rapadura e frutas durante uma das mais famigeradas secas da história.

O povo de Deus reunido em assembleia e romaria, elevou suas preces e canções, implorando  para que nunca mais se repita a velha Indústria da Seca, por Políticas Públicas de convivência com o Bioma Caatinga, para que os povos do semiárido não precisem mais migrar para ter vida, por terra, água, por uma educação contextualizada no semiárido e reafirmaram sua confiança na união dos pequenos e na Mãe das Dores.

Mãe das Dores abençoai vossos filhos peregrinos! O Nordeste é a terra prometida aos nordestinos!” 

Por Pe Anastácio-  Diocese de Iguatu CE – Nordeste I 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.