Autor: Comunicação

“O Sínodo nos ajuda a voltar novamente ao essencial da missão”. Entrevista com Charly Azcona, missionário na Amazônia equatoriana

“O Sínodo nos ajuda a voltar novamente ao essencial da missão”. Entrevista com Charly Azcona, missionário na Amazônia equatoriana

- NORTÃO, Destaque, Destaque News, Entrevistas
O importante é acompanhar, se encarnar, que o próprio povo se torne protagonista. O Papa nos convidou para lutar por todas essas pessoas e lutar também pelos povos isolados, que ele diz serem os vulneráveis entre os vulneráveis. A missão muda você, ensina você a ver a vida de outra maneira, a valorizar os outros e ver que você não tem muitas verdades. Pelo menos, é isso que Capuchinho Charly Azcona sente. Ele é missionário no Equador desde 1985, onde se sente muito feliz. Nascido na Espanha, em sua terra natal viveu toda a forte religiosidade local e depois, durante sua juventude, toda a mudança política e os anos de transição. O missionário reconhece que "a questão da injustiça, corrupção e tudo relacionado aos direitos humanos sempre atraiu minha atenção", algo que marcou seu trabalh
Pôr os dedos nas chagas dos Crucificados do mundo.  Marcelo Barros

Pôr os dedos nas chagas dos Crucificados do mundo. Marcelo Barros

Artigos, Destaque, Destaque News
Tocar as chagas de Jesus é aceitar sujar as mãos e ser capaz de reconhecer a presença do Espírito nas vítimas da justiça e da sociedade. É se solidarizar à luta dos trabalhadores que, nessa semana, celebrarão o 1º de maio como dia mundial de luta da classe trabalhadora. Aí sim, o testemunho do Ressuscitado ferido mas vivo, Paz e Alegria, força nas dores e nas lutas. Nesse 2o Domingo da Páscoa, o evangelho lido hoje nas Igrejas (João 20, 19- 31) revela que todas as vezes que nos reunimos no nome de Jesus refazemos e atualizamos aquele encontro dos discípulos com o Ressuscitado. Hoje vivemos ainda em salas fechadas e temos motivos de ter medo. O mundo atual parece mais inóspito e menos humano do que aquele no qual nasci há mais de 70 anos. O Brasil dá ao mundo a imagem da arbitrariedad
Mártires de La Rioja serão beatificados hoje: 27 de abril de 2019. Dia que a Igreja escolheu para beatificar vítimas da ditadura Argentina

Mártires de La Rioja serão beatificados hoje: 27 de abril de 2019. Dia que a Igreja escolheu para beatificar vítimas da ditadura Argentina

Articulação Continental, Destaque, Destaque News
A beatificação dos mártires de Rioja, Enrique Angelelli, Wenceslao Pedernera, Carlos de Dios Murias e Gabriel Longueville, diz-nos que na Argentina - em sua história recente – também se derramou sementes de cristãos. Nós sabemos como Deus é generoso quando  espalha sua semente: não somente a lança em terra fértil, mas entre pedras, espinhos e até mesmo na beira do caminho.  Neste dia 27 de abril de 2019 serão beatificados em La Rioja,  Argentina, quatro mártires da década de 70: um bispo, dois sacerdotes e um leigo. Em preparaçãoà celebração, foram inauguradas na Praça 25 de maio, espaços temáticps que receberam a benção do bispo diocesano, Dom Dante Braida. Ele estava acompanhado por representantes da “Comisión de Espacios Plurales de Celebraciones y Encuentros”, responsáveis pela or
TODOS DEVEM SABER LER, ESCREVER E FAZER CONTAS: MAS É PROIBIDO PENSAR!

TODOS DEVEM SABER LER, ESCREVER E FAZER CONTAS: MAS É PROIBIDO PENSAR!

Artigos, Destaque, Destaque News
Políticos profissionais não gostam de um povo que interprete. Gostam de um povo que obedeça, que leia pouco, interprete pouco, que olhe apenas em uma única direção. Nada de novo debaixo do sol! Com indignação escutamos as declarações do atual presidente da República de que o Brasil irá reduzir investimentos nas faculdades de Filosofia e de Sociologia. Qual o motivo disso? Segundo o ele, o país precisa investir em faculdades que “geram retorno de fato”. Será que a Filosofia e a sociologia não geram retorno? Evidente que Filosofia e Sociologia não são áreas técnicas e, portanto, não podem ser aplicadas às engrenagens do mercado. No entanto, a raiz das ciências está na Filosofia, que surge com um encantamento do homem em relação ao universo e a própria existência. Se a Filosofia não move
DOCUMENTO FINAL DO XV ACAMPAMENTO TERRA LIVRE Brasília – DF, 24 a 26 de abril 2019

DOCUMENTO FINAL DO XV ACAMPAMENTO TERRA LIVRE Brasília – DF, 24 a 26 de abril 2019

- NORTÃO, Destaque
RESISTIMOS HÁ 519 ANOS E CONTINUAREMOS RESISTINDO Nós, mais de 4 mil lideranças de povos e organizações indígenas de todas as regiões do Brasil, representantes de 305 povos, reunidos em Brasília (DF), no período de 24 a 26 de abril de 2019, durante o XV Acampamento Terra Livre (ATL), indignados pela política de terra arrasada do governo Bolsonaro e de outros órgãos do Estado contra os nossos direitos, viemos de público manifestar: O nosso veemente repúdio aos propósitos governamentais de nos exterminar, como fizeram com os nossos ancestrais no período da invasão colonial, durante a ditadura militar e até em tempos mais recentes, tudo para renunciarmos ao nosso direito mais sagrado: o direito originário às terras, aos territórios e bens naturais que preservamos há milhares de anos e que
A Igreja católica se faz presente em mobilização indígena em Nova Iorque e Brasília

A Igreja católica se faz presente em mobilização indígena em Nova Iorque e Brasília

- NORTÃO, Destaque, Destaque News
A luta pelos direitos dos povos indígenas é  há décadas uma luta da Igreja católica no Brasil, especialmente através do Conselho Indigenista Missionário – CIMI, que desde 1972 tem se empenhado na defesa dos povos originários, sendo muitas vezes perseguido, inclusive dentro da própria Igreja. Nesta semana estão acontecendo dois eventos que mostram a força dessa luta, de um lado o 15º Acampamento Terra Livre, que desde 2004 reúne em Brasília os povos indígenas de todo o país, e a 18ª Sessão do Fórum Permanente das Nações Unidas sobre Questão Indígena, em Nova Iorque. Em ambos os casos estão presentes representantes do CIMI e da Rede Eclesial Pan Amazônica – REPAM No evento na ONU, a delegação brasileira foi recebida pelo representante permanente da Santa Sé junto à ONU, Dom Bernardito
Bíblia,  Profecia e  Direito à Previdência Social

Bíblia, Profecia e Direito à Previdência Social

Artigos, Destaque, Destaque News
“Vejam, o salário dos trabalhadores que ceifaram os seus campos, e que por vocês foi retido com fraude, está clamando contra vocês. O lamento dos ceifeiros chegou aos ouvidos do Senhor dos Exércitos. Vocês viveram luxuosamente na terra, desfrutando prazeres, e fartaram-se de comida em dia de abate. Vocês têm condenado e matado o justo, sem que ele ofereça resistência.” (Tiago 5:4-6). A quem deve ser pago salário e aposentadoria de forma justa? Afinal, quem de fato move uma nação para que ela possa viver de forma digna? Porventura não são os trabalhadores e trabalhadoras desse país, que levantam cedo para pegar o ônibus ou metrô; que debaixo de sol e chuva cumprem rigorosamente seu horário de trabalho, atendendo as absurdas exigências do capitalismo? Ora, não foram os trabalhadores e t
Por que estamos na Igreja?   Dom Sebastião Armando Gameleira Soares

Por que estamos na Igreja? Dom Sebastião Armando Gameleira Soares

Artigos, Destaque, Destaque News
Difícil ser Igreja, porque difícil o discipulado de Jesus, como o vemos nos evangelhos por suas exigências tão radicais. Toda a caminhada se poderia resumir nas três palavras que nos desafiam: Reconciliação, Renovação, Reconstrução. Por que estamos na Igreja, apesar de tudo? Nossa travessia é perigosa, de tantas turbulências, tribulações e dores, por que ainda estamos aqui? Somos pouca gente e com tão poucos meios para trabalhar em vista da transformação deste mundo. E se pensamos na “Igreja da Libertação”, somos ainda menos gente no universo das Igrejas cristãs. Se cá estivéssemos por apego, mesmo que afetivo, a uma instituição com a qual nos identificamos, ou, quem sabe, que corresponderia melhor a nossos pequenos e mesquinhos interesses, não teríamos escapado da idolatria. Ídolos sã
“Como Igreja temos que ajudar Deus a se revelar onde e como Ele quer”, afirma o jesuíta Fabio Garbari, missionário na Amazônia boliviana

“Como Igreja temos que ajudar Deus a se revelar onde e como Ele quer”, afirma o jesuíta Fabio Garbari, missionário na Amazônia boliviana

- NORTÃO, Destaque, Destaque News
Escutar tem sido uma das atitudes vitais de Fabio Garbari, um jesuíta italiano que chegou na Bolívia há 32 anos. Isso permitiu-lhe aprender com os povos indígenas, primeiramente no Altiplano, depois no Chaco Guarani e desde seis anos atrás na Amazônia, em San Ignacio de Moxos, com pessoas que têm uma fé que mostra "outras faces do Evangelho. O Padre Garbari reconhece que a missão é "estar disponível para o povo", algo que tem aprendido, sendo uma atitude essencial para quem vem de fora, sem impor, porque quando o Evangelho é imposto, ele acaba causando feridas profundas. Tudo isso é uma consequência do poder que muitas vezes está presente na atitude da Igreja, que deve ser transformado em relações de confiança, fraternidade, amizade, ajudando como Igreja a Deus se revelar onde
“Um Bispo contra todas as Cercas”, entrevista com Ana Helena Tavares, primeira biógrafa brasileira de Dom Pedro Casaldáliga

“Um Bispo contra todas as Cercas”, entrevista com Ana Helena Tavares, primeira biógrafa brasileira de Dom Pedro Casaldáliga

- NORTÃO, - OESTÃO, Destaque, Destaque News, Entrevistas
“Um Bispo contra todas as Cercas. A Vida e as Causas de Pedro Casaldáliga”. “Minhas causas valem mais do que minha vida”, uma frase marcante na vida de Dom Pedro Casaldáliga, ou simplesmente Pedro, como sempre foi conhecido na beira do Rio Araguaia. Ele é alguém que encanta, que apaixona, como reconhece Ana Helena Tavares, “eu me apaixonei pela história dele”, autora da primeira biografia escrita por uma brasileira sobre o bispo do Araguaia, “Um Bispo contra todas as Cercas. A Vida e as Causas de Pedro Casaldáliga”. Tem sido um desafio que a jornalista carioca  encarou ao longo de quatro anos, em que aprofundou no conhecimento de alguém que considera a antítese do momento atual que o Brasil vive. Na entrevista, a biógrafa mostra algumas pinceladas do livro, apresentado na Catedral de S