Artigos

O empobrecimento da teologia. Artigo do teólogo José MaríaCastillo

O empobrecimento da teologia. Artigo do teólogo José MaríaCastillo

Artigos
O empobrecimento da teologia. Artigo do teólogo José MaríaCastillo “O controle de Roma sobre a teologia foi muito forte, desde o final do pontificado de Paulo VI até a renúncia ao papado por Bento XVI. O resultado foi tremendo: na Igreja, nos seminários, nos centros de estudos teológicos, há medo, muito medo. E bem sabemos que o medo bloqueia o pensamento e paralisa a criatividade”, escreve o teólogo espanhol José Maria Castillo, em artigo publicado por TeologíaSin Censura, 13-05-2017. A tradução é do CEPAT. Eis o artigo. Pela lei da vida, a grande geração de teólogos, que tornaram possível a renovação teológica realizada pelo Vaticano II, está a ponto de se extinguir completamente. E nas décadas seguintes, infelizmente, não surgiu uma geração nova que pôde continuar o trabalho que
RISCOS DA CRISE E OS DESAFIOS PARA O POVO DO BRASIL E PARA AS CEBs por Waldir José BohnGass

RISCOS DA CRISE E OS DESAFIOS PARA O POVO DO BRASIL E PARA AS CEBs por Waldir José BohnGass

Artigos
RISCOS DA CRISE E OS DESAFIOS PARA O POVO DO BRASIL E PARA AS CEBs Aceitando a provocação de Celso Pinto Carias, no editorial da 3ª edição do Jornal das CEBs, A CAMINHO, - “CEBs: Projeto de Sociedade e Utopia” -, aproveito a desafiadora reflexão que João Pedro Stédile e Guilherme Boulos fizeram conosco nesta sexta, traduzida no texto de Marco Weissheimer: “A natureza das crises econômica e política, a confluência das mesmas e a agenda do governo de Michel Temer e seus aliados colocaram o Brasil em uma encruzilhada que aponta basicamente para dois caminhos. O primeiro: as forças de esquerda e do campo democrático conseguem construir uma sólida unidade e manter mobilizações massivas de rua, como ocorreu na greve geral do dia 28 de abril e na jornada de Curitiba, dias 9 e 10 de maio, para d
Carta do Papa à 36ª Assembleia

Carta do Papa à 36ª Assembleia

Artigos
CELAM. No marco dos 10 anos do Documento da Conf de Aparecida, uma provocante carta pastoral do Papa Francisco. Rumos para uma autêntica espiritualidade eclesial libertadora brotada da fé discipular, consolidada nos desafios diários da vida em comunidade. A 36ª Assembleia Geral do Conselho Episcopal Latino-Americano e do Caribe, Celam, que iniciará nesta terça-feira, 9 de maio, em San Salvador (El Salvador), com a participação de delegados dos 22 episcopados da da região, do México ao Chile e à Argentina, incluindo obviamente as Conferências Episcopais da América Central (Sedac) e da região caribenha, concluirá os seus trabalhos no dia 12, data do 10º aniversário da visita de Bento XVI à Basílica de Nossa Senhora Aparecida, no Brasil. A carta do Papa aos bispos latino-americanos merece
Cartaz do 23º Grito dos Excluídos. Por Direito e democracia a Luta é todo dia! Arte Francisco Daniel

Cartaz do 23º Grito dos Excluídos. Por Direito e democracia a Luta é todo dia! Arte Francisco Daniel

Artigos
Por Direito e democracia a Luta é todo dia! Cartaz do 23º Grito dos Excluídos  Arte de Francisco Daniel "O movimento dos sem- terra não deve ficar alheio ao que faz o movimento indígena, nem o dos negros indiferente às lutas das mulheres. Quanto mais fortes os vínculos de solidariedade   mais rápido as sementes de transformação darão frutos. Frei Beto O Grito dos Excluídos é um movimento nacional apoiado pela CNBB, envolvendo as pastorais sociais, mas que também vai além do ambiente eclesial: Movimentos Sociais, Sindicatos, escolas, igrejas e  Partidos políticos. Como se lê na página oficial do Movimento (www.gritodosescluídos.org), “a proposta do Grito surgiu no Brasil no ano de 1994 e o 1º Grito dos Excluídos foi realizado em setembro de 1995, com o objetivo de aprofundar o tema da Ca
Nota Oficial da 55ª Assembleia Geral dos Bispos

Nota Oficial da 55ª Assembleia Geral dos Bispos

Artigos
O GRAVE MOMENTO NACIONAL “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça” (Mt 6,33 Em Nota Oficial da 55ª Assembleia Geral dos Bispos, CNBB se posiciona sobre o grave momento nacional O episcopado brasileiro, reunido em sua 55ª Assembleia Geral, em Aparecida (SP), emitiu Nota Oficial sobre o momento que o Brasil atravessa nos últimos tempos. Na véspera do encerramento do encontro anual dos bispos, nesta quinta-feira, 04 de maio, a presidência da CNBB fez um balanço dos trabalhos e leu a Nota para os jornalistas. O arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, cardeal Sergio da Rocha, destacou que a Assembleia vai além dos textos e documentos publicados: “É um período de convivência entre os bispos, de oração, reflexão e estudo”. Ele citou, ainda, a divulgação do estudo sobre o
Maria, Madroeira de uma Igreja urbana, Feminina e que Busca a Saída- por João Santiago

Maria, Madroeira de uma Igreja urbana, Feminina e que Busca a Saída- por João Santiago

Artigos
Maria, Madroeira de uma Igreja urbana, Feminina e que Busca a Saída Vivemos momentos de intensa partilha de experiências e refletimos os desafios de sermos Igreja no mundo urbano. O encontro aconteceu nos dias 22 e 23 de Abril e reuniu aproximadamente trezentos participantes. Quatro quintos são mulheres, numa pesquisa feita por contraste. Vindas da maioria das vinte sete paróquias que formam a diocese de Foz do Iguaçu. O convite para a assessoria veio de Juvilde, coordenadora paroquial e de Padre João e chegou até a mim, através de nossa proximidade nas CEBs e do reconhecimento que eles têm pelo CEBI. Fui acolhido na casa de Ari e Clair, um casal religioso e que tem uma família linda. Acolheram-me como irmão. Gratidão. O momento é instigante e repleto de desafios e possibilidades. Para
As CEBs e a Iniciação à Vida Cristã 55ª Assembléia da CNBB +Giovane Pereira de Melo Referencial das CEBs na CNBB

As CEBs e a Iniciação à Vida Cristã 55ª Assembléia da CNBB +Giovane Pereira de Melo Referencial das CEBs na CNBB

Artigos
As CEBs e a Iniciação à Vida Cristã A Comunidade Eclesial é, por assim dizer, o espaço para integrar a fé e a vida; é o lugar onde procuramos vivenciar e aprofundar a Palavra de Deus, a Celebração Eucarística e a prática da solidariedade. Reunidos na 55ª Assembléia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), nos dias 26 de abril a 05 de maio, temoscomo tema central das nossas discussões a Iniciação á Vida Cristã, um processo formativo do discípulo missionário de Jesus Cristo. Este é um tema já bastante discutido na Igreja nos últimos anos. Foi tema de semana catequética e texto de estudo da CNBB (2009). As Diretrizes Gerais da CNBB, de 2011 -2015, como tambémas atuais (2015-2019) colocaram a Iniciação à Vida Cristã como uma das urgências da sua ação evangelizadora. Como r
APÓSTOLAS, PIONEIRAS DO FEMINISMO -Frei Betto

APÓSTOLAS, PIONEIRAS DO FEMINISMO -Frei Betto

Artigos
APÓSTOLAS, PIONEIRAS DO FEMINISMO   - Frei Betto O Evangelho de João (20, 11-18) descreve que, morto Jesus, Maria Madalena permaneceu chorando junto ao túmulo, cuja pedra-porta havia sido retirada. Ao fitar o interior, não avistou o corpo de Jesus. Viu dois anjos. Perguntaram por que chorava. Ela respondeu: “Porque levaram o meu Senhor e não sei onde o colocaram.” Ao se virar, Madalena se deparou com um homem que também lhe perguntou por que chorava e o que procurava. Supôs tratar-se do jardineiro do cemitério: “Se foi o senhor que levou Jesus, diga-me onde o colocou e irei buscá-lo.” O estranho chamou-a pelo nome: “Maria.” Reconheceu Jesus pelo tom de voz e exclamou: “Rabuni!” (em hebraico, Mestre).        Madalena não se conteve e o abraçou. “Não me segure”, disse Jesus, “porque ainda
AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL MENSAGEM DA CNBB

AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL MENSAGEM DA CNBB

Artigos
AOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL MENSAGEM DA CNBB “Meu Pai trabalha sempre, portanto também eu trabalho” (Jo 5,17) A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, reunida, no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida – SP, em sua 55ª Assembleia Geral Ordinária, se une aos trabalhadores e às trabalhadoras, da cidade e do campo, por ocasião do dia 1º de maio. Brota do nosso coração de pastores um grito de solidariedade em defesa de seus direitos, particularmente dos 13 milhões de desempregados. O trabalho é fundamental para a dignidade da pessoa, constitui uma dimensão da existência humana sobre a terra. Pelo trabalho, a pessoa participa da obra da criação, contribui para a construção de uma sociedade justa, tornando-se, assim, semelhante a Deus que trabalha sempre.
A luta dos povos indígenas e os caminhos de resistência – Repam

A luta dos povos indígenas e os caminhos de resistência – Repam

Artigos
A luta dos povos indígenas e os caminhos de resistência A mobilização indígena ensina ao Brasil novos caminhos de resistência e respeito aos direitos constitucionais e humanos de todas as minorias. Projetos industriais na bacia do Tapajós podem destruir uma área maior que o Paraná e provocar o colapso do ecossistema amazônico. Veja o que está em jogo e quem resiste. A série é produzida em colaboração com Mongabay, portal independente de jornalismo ambiental. https://theintercept.com/2017/04/10/a-servico-do-agronegocio-governo-temer-ataca-terras-e-direitos-indigenas/ “Estou de olho em tudo: garimpeiros, madeireiros, fazendeiros… – que fazem a maioria do desmatamento – na floresta dos Kayapó. A gente protege toda a nossa área”, diz AnhëKayapó, presidente do Instituto Kabu. Apenas pergunta