Celebração dos Mártires

Do sangue dos Mártires, orvalha justiça e renasce a Esperança.

 

20/03/2016

As CEBs da Arquidiocese de Curitiba há tempos organiza em seu calendário anual a CELEBRAÇÃO DOS MÁRTIRES. Momento forte de viver a fé e fazer memória dos irmãos e irmãs, companheiros e companheiras que tombaram lutando por justiça, direitos, igualdade, terra, pão, vida em abundancia.

Celebrar a memória dos mártires e reviver a história é reafirmar o compromisso de mudar o rumo dessa história, que por sua vez é marcada pela injustiça que fez derramar tanto sangue na terra. Que manchou a terra, o coração humano, mas que regou a luta pela dignidade humana e vivência da Plenitude do Reino.

A memória dos mártires, o sangue dos mártires, é compromisso que conjuntamente assumimos, ou reassumimos. É assumir o rosto de Jesus de Nazaré. “Se calarem a voz dos profetas, as pedras falarão”

O dia que tivermos que parar de falar de mártires deveríamos apagar o Novo Testamento, fechar o rosto de Jesus.

Celebrar a vida dos mártires é re-celebrar a Eucaristia do amor, testemunhada no madeiro da Cruz pelo Filho de Deus e reanimar a nossa Caminhada.

Neste ano a celebração foi relacionada com o tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica: “Casa Comum, nossa responsabilidade”, lembrando que a luta desses homens e mulheres é a luta coletiva, para conquista e defesa de direitos para todos e todas.

Como Igreja, povo de Deus, reafirmamos nosso compromisso de não sermos indiferentes às dores, guerras, injustiças, intolerância. Nos comprometemos com a sustentabilidade de nossa casa comum com ações pessoais, comunitárias e na sociedade.

Salete Bagolin Bez Coordenação das CEBs Regional Sul II

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.