Tag: Sateré-Mawé

Fora dos muros de Roma

Fora dos muros de Roma

- OESTÃO, Amazônia, Sínodo Pan-Amazônia
Aloir Pacini, sJ (padre jesuíta e assessor das CEBs/arquidiocese Cuiabá-MT) Confira relato sobre atividades complementares à programação oficial do Sínodo da Pan-Amazônia, que ocorre em Roma. São ações organizadas pela tenda “Amazônia: Nossa Casa Comum”. Acompanhe o relato do dia 17. *** Depois desses dias aqui, posso dizer que Roma tem uma relação vital com o rio Trevere (Tibre) e os muros, assim a Fontana de Trevere é ponto vital dentro da cidade, mas já na subida da serra. Junto da Igreja da Santíssima Trindade do Monte, existe outra fonte em forma de barco e as águas correm abundantes de dentro de uma lagoa na Piazza di Spagna. São muitas outras formas das fontes mostrarem-se em praticamente toda a cidade, o que tem a ver com o valor da água para a vida das pessoas. E o mais
Comunicar-se na casa comum: ir além da denúncia para chegar ao anúncio de um mundo novo

Comunicar-se na casa comum: ir além da denúncia para chegar ao anúncio de um mundo novo

Amazônia, Sínodo Pan-Amazônia
Aloir Pacini, sJ (padre jesuíta e assessor das CEBs/arquidiocese Cuiabá-MT) Confira relato sobre atividades complementares à programação oficial do Sínodo da Pan-Amazônia, que ocorre em Roma. São ações organizadas pela tenda “Amazônia: Nossa Casa Comum”. Acompanhe o relato do dia 16. *** O mapeamento das experiências no Congo (Reseau Ecclesial Du Bassin Du Congo – REBAC) como outro bioma a ser preservado nos deixou despertos neste dia. Os esforços estão acontecendo também naquela região como na Amazônia. Lá como aqui, a exploração de ouro e diamantes parece ser a maior desgraça, porque deixa os rastros de devastação. Parece que as histórias das tragédias da colonização aparecem em todos os lugares. Devem ser contadas, cantadas e dançadas com os ritmos e as cores de cada
A Milão do cardeal Martini

A Milão do cardeal Martini

- OESTÃO, Amazônia, Sínodo Pan-Amazônia
Aloir Pacini, sJ (padre jesuíta e assessor das CEBs/arquidiocese Cuiabá-MT) Confira relato sobre atividades complementares à programação oficial do Sínodo da Pan-Amazônia, que ocorre em Roma. São ações organizadas pela tenda “Amazônia: Nossa Casa Comum”. Acompanhe o relato do dia 14. *** Nesta manhã na Igreja Traspontina, em Roma, seo Honorato Lopes Trindade e dona Maria de Lourdes de Oliveira (povo indígena Sateré-Mawé) conduziram a oração. Relataram a história sagrada dos Sateré-Mawé, que está diretamente ligada ao surgimento do guaraná. Depois do relato da origem do povo e do guaraná houve um momento de reconciliação e pedido de perdão e todos que estavam presentes beberam do guaraná servido em uma cuia. Segundo seo Honorato, este gesto de beber do guaraná da mesma cuia é um