40 DIAS PELO RIO: NAVEGANDO JUNTOS A BOA NOVA DE DEUS A CAMINHO DO SINODO AMAZÔNICO. DIA 30 de NAVEGAÇÃO

Um itinerário espiritual em preparação para o Sínodo

Por  Mauricio López Oropeza Secretário Executivo da REPAM

25 de Setembro

PETIÇÃO PERMANENTE PARA O SÍNODO AMAZÔNICO NO INÍCIO DE CADA DIA:

“Que o Deus da vida e da beleza, o EspíritoSanto que nos impulsiona para mais fraternidade, unidade e dignidade, o Cristo encarnado da Boa Nova, da inculturação e da interculturalidade nos proporcionem serenidade, discernimento e coragem para encontrar novos caminhos para a Igreja e para
uma ecologia integral neste SínodoAmazônico. Tudo isso para o bem e a vida de seus povos e comunidades, e para caminhar mais juntos pelo Reino”.
Medite por alguns momentos neste pedido inicial, busque a calma interior para entrar neste momento para navegar pelas águas da Amazônia e a vida da Igreja a serviço de seus povos e comunidades, e para ouvir o chamado de Deus através de sua palavra viva.

Leitura do dia (cada um e cada uma são convidados a aprofundar a leitura completa de acordo com suas próprias necessidades e critérios):

“Jesus convocou os Doze e deu-lhes poder e autoridade sobre todos os demônios e para curar doenças. Ele os enviou para anunciar o Reino de Deus e curar os enfermos. E disse-lhes: “Não leveis nada pelo caminho: nem cajado, nem sacola, nem pão, nem dinheiro, nem duas túnicas. Na casa onde entrardes, permanecei ali, até partirdes daí. Quanto àqueles que não vos acolherem, ao sairdes daquela cidade, sacudi a poeira dos vossos pés, para que sirva de testemunho contra eles”. Os discípulos partiram e percorriam os povoados, anunciando a Boa Nova e fazendo curas
por toda parte.”. Lucas 9, 1-6

Reflexão sob a perspectiva do Sínodo Amazônico:

Neste Sínodo Amazônico, sentimo-nos convidados a assumir esse imperativo ético universal que advém do chamado de Jesus a uma vida simples, a uma sobriedade feliz, como arma a Encíclica Laudato Si. Neste momento de crise global, humanitária, climática e de fraternidade, é urgente procurar esses novos caminhos eclesiais para viver uma genuína ecologia integral de austeridade, consumo responsável, com um olhar que considere a situação atual e a justiça para as novas gerações, e ali a Igreja deve ser aprendiz, irmã e mestra. Jesus nos pede para conar, e hoje essa conança é a única coisa que pode nos tirar dessa rota direta até o limite e ao ponto de não retorno. O problema ecológico mais importante é chamado de inequidade, essa ganância pela acumulação, sem se importar com os outros, nos colocou neste lugar e não pode ser concebido de forma alguma que a mensagem evangélica de Jesus seja usada sem considerar seu mandato para uma vida mais sóbria e uma opção que permita que todos tenham mais vida e vida em
abundância, incluindo a irmã mãe terra. Muitos não querem escutar isso, então, como Jesus pede, vamos avançar com fé e esperança, compartilhando esse caminho que quer tecer o
Reino com quem saiba escutar e garantindo que a Amazônia possa ser um sinal da periferia que ilumina o centro.

CONTEMPLAÇÃO

Contemplemos a imagem deste dia e tomemos um momento para reconhecer nossa própria vida e experiência na Igreja e ao serviço da Amazônia para pedir luz nesta palavra de Deus em preparação para o Sínodo. Escrever meus pedidos particulares e permanecer neles durante este dia. Convidamos você a manter um registro de tudo o que o Espírito nos provoca como preparação interior para o Sínodo AMAZÔNICO.

Citação para fechar a meditação:
Papa Francisco. Discurso no II Encontro Mundial de Movimentos Populares

A casa comum de todos nós está sendo saqueada, devastada, maltratada com impunidade. A covardia em sua defesa é um pecado grave (…) Certos interesses – que são globais, mas não universais – não podem ser impostos, submetendos a Estados e organizações internacionais e continuem a destruir a criação. Os povos e seus movimentos são chamados a se mobilizar, a exigir – pacíca mas tenazmente – a adoção urgente de medidas apropriadas. Peço-lhe, em nome de Deus, que defenda a Mãe
Terra.

One Comment

Deixe uma resposta para Lygia Maria Gomes Ribeiro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *