Shadow

Autor: Emanuel Ramos

Reflexão da Palavra | 7º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Reflexão da Palavra | 7º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Destaque
Por: Quininha Fernandes Pinto Leituras: 1Sm 26,2.7-9.12-13.22-23 - Sl 102 - 1Cor 15,45-49 - Lc 6,27-38 As leituras deste domingo, sobretudo o Evangelho, são questionadoras, instigantes, controversas e pontuais para o bom desempenho da fé cristã. São arrebatadoras, pois vão na contramão da nossa vivência diária, da cultura capitalista, do conceito de justiça que vivemos na nossa sociedade. Como se não bastasse a dureza apologética das bem-aventuranças do domingo passado, hoje Jesus nos solicita posturas extremamente difíceis, aparentemente impossíveis de serem vivenciadas pelas pessoas comuns, por nós… Na verdade o Evangelho nos convoca a amar como Deus nos amou; nos fala da necessidade de haver correspondência entre o que Deus fez e o que a humanidade deve fazer. E a possibilida...
Reflexão da Palavra | 6º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Reflexão da Palavra | 6º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Destaque
Leituras: Jr 17,5-8 - Sl 1 - 1Cor 15,12.16-20 - Lc 6,17.20-26 Por Quininha Fernandes Pinto Neste domingo se inicia o conhecido "discurso de planície", em que Lucas apresenta a nova lei, a vida moral dos cristãos. A clássica fórmula da lei moral do Antigo Testamento começa assim: "Eu sou o Senhor, teu Deus, que te fiz sair do Egito, da condição de escravo. Não terás outros deuses diante de mim" - Ex 20,2-3. Em seguida, determina preceitos morais: não matar, não roubar, não cometer adultério. São fatos históricos lidos/vistos à luz da fé. Os mandamentos são a consequência dos acontecimentos e se referem à libertação do povo da escravidão, até a sua constituição em nação livre. No Novo Testamento o ensinamento moral está ligado ao anúncio do Evangelho. Mas aqui há um fato novo, um acon...
4o Domingo do Tempo Comum – Ano C

4o Domingo do Tempo Comum – Ano C

Notícias
Por: Quininha Fernandes Pinto Leituras: Jr 1,4-5.17-19 - Sl 70 - 1Cor 12,31-13,13 - Lc 4,21-30 No domingo passado Jesus se revelou aquele em quem se cumpriam as profecias. Neste domingo, na resposta à primeira reação do povo, que Lucas aparentemente apresenta como favorável, Jesus se apresenta como um profeta que cumpre sua missão do modo querido por Deus. Aconteceu com Jesus como também com Elias e Eliseu a quem não foi dada a possibilidade de ajudar os próprios conterrâneos, mas tiveram que se dirigir aos estranhos. A passagem também nos leva a refletir sobre o fato de que Deus distribui os seus dons a quem quer, e, no caso, aos habitantes de Cafarnaum, ou seja às pessoas vindas da periferia... eu vim da Vila Nova! “Não é ela a filha do Sr. Manoel, o açou...
Segundo dia da reunião da equipe Ampliada das CEBs do Brasil

Segundo dia da reunião da equipe Ampliada das CEBs do Brasil

Destaque, Notícias
“Quem é esse homem, a quem até o vento e o mar obedecem?” Iniciamos nesta noite de 28 de janeiro, o segundo dia de reunião da Equipe da Ampliada Nacional, com uma mística centrada na Palavra do Evangelho de São Marcos 4,35-41. Palavra essa que ilumina a nossa caminhada e fortalece as nossas lutas e, de maneira especial, as lutas contra todas as formas de trabalho escravo. Corroboraram também, para este momento, as palavras dos bispos Gabriel Marchesi e Giovane Pereira. Após recapitulação de momentos da reunião do dia de ontem, primeiro dia, as grandes regiões apresentaram as reflexões discutidas nos grupos, sobre os Intereclesiais articulados pela Ampliada Nacional. Foram profundas as reflexões trazidas pelas grandes regiões que, com certeza, serão retomadas pela Ampliada, no senti...
3º Domingo do Tempo Comum – Ano C

3º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Notícias
Por: Quininha Fernandes Pinto Leituras: Ne 8,2-4a.5-6.8-10 - Sl 18 - 1Cor 12,12-30 - Lc 1-4;4,14-21 As ricas e extensas leituras deste domingo nos oferecem pistas e argumentos para acolhermos Jesus como a Palavra que nos salva, nos guia, para que acreditemos que "suas palavras são Espírito e vida" - cf. Sl 18 -. O cristianismo é revelação. Um Deus que se comunica e se revela aos seres humanos como seres históricos, contextualizados. O Deus de Abraão, de Isaac, de Jesus Cristo não é um Deus imposto, não é um Deus que se revela nos fenômenos naturais, mas na história humana, e revela-se, se comunica de modo perfeito e definitivo no homem Jesus.A Bíblia é a literatura de um povo. Nela estão reunidas as vicissitudes, os sofrimentos, as angústias, as alegrias e as esperanças da h...
2º Domingo do Tempo Comum – Ano C

2º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Notícias
Por: Quininha FernandesLeituras: Is 6,1-5 - Sl 95 - 1Cor 12,4-11 - Jo 2,1-11 É muito bom perceber que Jesus tinha amigos e participava de eventos cotidianos como uma festa de casamento, pois isto o torna ainda mais acessível a nós. Mas Ele é também uma mistério cuja acessibilidade se percebe na mensagem das narrativas evangélicas. Neste domingo, as leituras nos remetem à mensagem da conhecida festa das Bodas de Caná, em que Jesus realiza o seu primeiro sinal. Maria, que o acompanhava juntamente com os discípulos, percebeu que o vinho tinha acabado e, como mulher sensível e prática, já providenciou uma solução, pois sabia da força que exalava da pessoa do Filho. E todo o resto nós conhecemos: ela disse a Jesus o que estava ocorrendo; Jesus responde com uma certa rispidez à sua mãe, ...
Batismo do Senhor – Ano C

Batismo do Senhor – Ano C

Notícias
Por: Quininha Fernandes Leituras: Is 42,1-4.6-7 - Sl 28 - At 10,,34-38 - Lc 3,15-16.21-22João batizava às margens do rio Jordão e pregava a conversão dos pecados como condição para se receber o reino de Deus que já se avizinhava… para os judeus, o batismo era um rito penitencial, por isso aproximavam-se dele confessando seus pecados. Jesus vai ao Jordão e se faz batizar pelo mesmo batismo, mas lhe dá outro sentido! A conhecida manifestação da “voz” do céu, do rico cenário teológico do texto, dão um sentido preciso e único a este gesto. Jesus é proclamado “filho bem-amado” e sobre ele desce o Espírito que o investe da missão de profeta - o anúncio da mensagem da salvação - o sacerdote, - o único sacrifício agradável a Deus - é rei, - messias esperado como salvador! Esta teologia bat...
Festa da Epifania do Senhor

Festa da Epifania do Senhor

Destaque
Leituras: Is 60,1-6 - Sl 71 - Ef 3,2-3a.5-6 - Mt 2,1-12Celebramos neste primeiro domingo do ano a festa da Epifania do Senhor. Apenas Mateus e Lucas nos oferecem as narrativas da infância de Jesus que, mesmo não possuindo teor histórico, são carregadas de mensagens teológicas profundas.A humanidade tende a um universalismo até agora nunca atingido e que produzirá um novo tipo de seres humanos, cuja cultura não será mais limitada à da sua civilização e cujos meios técnicos serão patrimônio de todos. Chamamos isso também de globalização, com algumas ressalvas… Mas como podemos atingir esse sonho? Que meios a humanidade dispõe para atingi-lo? Experimentam-se muitos métodos que têm alguma parte de verdade e eficácia, mas que acarretam muitos problemas. Convém confiar na consciência univer...
Festa da Sagrada Família: Jesus, Maria e José – Ano C

Festa da Sagrada Família: Jesus, Maria e José – Ano C

Destaque
Leituras: Eclo 3,3-7.14-17a - Sl 127 - Cl 3,12-21 - Lc 2,41-52 A liturgia do domingo depois do Natal nos lembra que o amor com que Deus Pai amou o mundo - até mandar o próprio Filho para salvá-lo - manifesta-se e se reflete no amor que deve reinar em toda a família. Assim, hoje celebramos a festa da família! As características da família descrita nos trechos do AT, sobre as quais modelavam as nossas famílias patriarcais, eram: a paz, a abundância de bens materiais, a concórdia e a descendência numerosa - sinais de benção do Senhor. A obediência e o amor eram a lei fundamental, e essa obediência não era só sinal e garantia de benção e prosperidade para os filhos, mas também um modo de honrar a Deus - cf. a 1a leitura. O Evangelho - NT - nos narra a experiência de Jesus que entra no ...
4º Domingo do Advento – Ano C

4º Domingo do Advento – Ano C

Notícias
Leituras: Mq 5,1-4a - Sl 79 - Hb 10,5-10 - Lc 1,39-45 Por: Quininha Fernandes Vigilância, conversão e alegria foram as motivações dos domingos anteriores. Neste último domingo do Advento somos chamados a viver uma alegre esperança, pois o Senhor vem! Está próximo... O profeta Miqueias fala de Belém de Éfrata, pequenina entre os mil povoados de Judá, de onde sairá aquele que dominará em Israel. Belém não é propriamente um lugar geográfico, mas antes um lugar teológico. Deus volta a olhar por seu povo, uma mãe dará à luz e esse menino será a Paz! A profecia se cumpre em Maria... Ainda hoje, muitos cristãos não compreenderam suficientemente que o filho de Maria é verdadeiramente homem, um ser humano, nascido em Belém, que foi uma criancinha, teve fome e sede, sujeito à d...