14º Intereclesial

Confira programa especial da Rede Vida sobre o Intereclesial das CEBs

Confira programa especial da Rede Vida sobre o Intereclesial das CEBs

14º Intereclesial, Destaque
As emissoras católicas contribuíram com a divulgação do 14º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). Destaque para a Rede Vida, que acompanhou todo o encontro, e para a TV Aparecida, que também repercutiu o evento. O Intereclesial ocorreu entre 23 e 27 de janeiro em Londrina (PR), reunindo cerca de três mil pessoas de todo o Brasil, além de países como Paraguai, Argentina, França e Alemanha. Atenção para o programa especial da Rede Vida transmitido no domingo (28/01) sobre o Intereclesial das CEBs, com 25 minutos de duração.   https://www.youtube.com/watch?v=t5XrHpkCChY&list=PLL9zqnAe5JPyd-EX4CmRD6423JWxI4wtD A emissora destacou a diversidade presente em Londrina, com cerca de três mil delegados, entre eles indígenas de 23 etnias e representantes de o
Mensagem do CNLB- Conselho Nacional do Laicato  do Brasil   À Dom  Geremias Steinmetz

Mensagem do CNLB- Conselho Nacional do Laicato do Brasil À Dom Geremias Steinmetz

14º Intereclesial, Artigos, Destaque
 São Paulo, 04 de fevereiro de 2018. À Dom Geremias Steinmetz 2018 começou cheio de bênçãos e graças com a realização do 14º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base na Arquidiocese de Londrina. Acolher um Intereclesial é um desafio, é necessário ter coragem e disponibilidade para realizar um evento de tamanha dimensão. A Igreja de Londrina abriu não só as portas, mas o coração para acolher o Brasil em sua casa. Foram dias de festa para os olhos e para o coração. A experiência vivida pelas famílias, pelas comunidades, pelas paróquias e pelos participantes do encontro mostra que as CEBs têm sido e continuam sendo essa maneira de viver comunitariamente a fé, a inserção na sociedade, o testemunho profético e o compromisso com a transformação das realidades do campo e da cidade,
CARTA ABERTA EM DEFESA DAS COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE DO 14º INTERECLESIAL DAS CEBS E TODOS AQUELES (AS) QUE SE COMPROMETEM COM A OPÇÃO PELOS POBRES

CARTA ABERTA EM DEFESA DAS COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE DO 14º INTERECLESIAL DAS CEBS E TODOS AQUELES (AS) QUE SE COMPROMETEM COM A OPÇÃO PELOS POBRES

14º Intereclesial, Destaque
Recentemente aconteceu na cidade de Lodrina/PR o encontro do 14º intereclesial das CEBS, tendo como tema a “CEBs e os Desafios no Mundo Urbano”. O encontro reuniu milhares de pessoas, entre elas diversos bispos e padres da igreja do Brasil deram o seu apoio e auxilio. Pessoalmente não pude comparecer, contudo acompanhei o evento por meio das midias sociais. Percebi pessoas engajadas com o projeto do Reino de Deus e com uma Igreja em saida, como o Papa Francisco a muito tempo vem exortando. Contudo, o encontro sofreu diversos ataques, em especial nas redes sociais de pessoas movidas por um claro e incontroverso discurso de ódio, inclusive com ofensas a bispos e padres que ali se faziam presente. O foco principal dos referidos ataques se deu em virtude de uma suposta tentativa de “polit
CNLB envia Mensagem ao 14º Intereclesial das CEBs do Brasil

CNLB envia Mensagem ao 14º Intereclesial das CEBs do Brasil

14º Intereclesial, Artigos, Destaque
“Diante do grave momento político, social e econômico vivido por nosso país, é necessário denunciar as perdas de direitos sociais, trabalhistas, humanos e até mesmo as ameaças aos direitos políticos do cidadão e cidadã brasileiros/as. Cuiabá, 25 de janeiro de 2018. “Eu vi e ouvi os clamores do meu povo e desci para libertá-lo” 2018 é um ano especial, marcado já em seu início pela realização do 14º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base. É o “Ano do Laicato”, em que os cristãos leigos e leigas são chamados a assumirem sua vocação, identidade, espiritualidade e missão para atuarem cada vez mais como sujeitos na Igreja e na Sociedade. Como nos diz Aparecida (497a), é preciso “favorecer a formação de um laicato capaz de atuar como verdadeiro sujeito eclesial e competente interlo
Caráter salvífico-espiritual das lutas e organizações populares

Caráter salvífico-espiritual das lutas e organizações populares

14º Intereclesial, Artigos, Destaque
As organizações e lutas populares têm um papel fundamental na vivência da fé e na ação pastoral da Igreja. Cristãos, comunidades, pastorais e movimentos eclesiais se engajam em lutas sociais e em organizações populares, apoiando e servindo os marginalizados da sociedade. (CEBs do Brasil) Em todos os cantos do Brasil há cristãos, comunidades, pastorais e movimentos eclesiais 1) engajados em lutas sociais (terra, água, moradia, educação, saúde, saneamento, ecologia, igualdade étnico-racial e de gênero etc.) e em organizações populares (sindicatos, associações, redes, movimentos etc.); 2) apoiando e fortalecendo a luta de comunidades, grupos ou setores marginalizados na sociedade (trabalhadores em greve, ocupações de terra, comunidades atingidas por grandes projetos dos agro-h
Comunidades Eclesiais de Base: um jeito evangélico de ser Igreja

Comunidades Eclesiais de Base: um jeito evangélico de ser Igreja

14º Intereclesial, Artigos, Destaque
CEBs atuam na formação de pessoas engajadas na transformação da sociedade, segundo a inspiração de Jesus de Nazaré. O necessário engajamento social dos cristãos e cristãs, na luta pela transformação da sociedade, muitas vezes é ponto de críticas até mesmo de outros cristãos e cristãs. (CEBs do Brasil) Por Felipe Magalhães Francisco* Há quem acredite que as Comunidades Eclesiais de Base – CEBs – não têm mais a mesma importância que em décadas passadas, ou até mesmo que elas se tornaram mais uma espécie de movimento eclesial, a compor o cenário das pastorais e movimentos. É certo que o pontificado de João Paulo II e o exercício episcopal de muitos dos bispos por ele nomeados contribuíram para um enfraquecimento eclesial das CEBs, sem contar na mudança política, social e cultur
Qual a importância da participação dos jovens  no Intereclesial? Reflexões  das CEBs Tianguá

Qual a importância da participação dos jovens no Intereclesial? Reflexões das CEBs Tianguá

- NORDESTÃO, 14º Intereclesial, Destaque
Ainda sobre estes jovens, é necessário destacar acerca de suas experiências de vida nos respectivos espaços em que estão inseridos na sociedade, para podermos compreender melhor sua experiencia de fé, de compromisso com o Deus de Jesus e com seu projeto de libertação. Dos 10 (dez) delegados da diocese de Tianguá para o 14º Intereclesial das CEBs, em Londrina, no Paraná, 05 (cinco) eram Jovens. Ou seja, a metade da delegação diocesana, sendo 03 (três) mulheres e 02 (dois) homens. Jovens com visível dedicação e engajamento pastoral em suas comunidades comprometidos também com os espaços diocesanos e de âmbito Regional de articulação das CEBs e das juventudes. Mas, ressalta-se: acima de tudo eles estão comprometidos com a base, na comunidade, construindo as relações necessárias correspon
Considerações de um jovem sobre seu primeiro Intereclesial.

Considerações de um jovem sobre seu primeiro Intereclesial.

- OESTÃO, 14º Intereclesial
É isso que Deus quer de nós não tenhamos medo de servir sair de nosso comodismo de Cristão, quando fala de CEBs ou Pastorais Sociais, vem a perseguição de todos os sentidos. Somos humanos e Cristo é um verdadeiro líder que sempre estava à frente de tantas situações de morte ele também  teve medo. Minhas considerações ao encontro “Eu vi e ouvi os clamores do meu povo e desci para liberta-lo” Ex 3,7 14º. Intereclesial da Cebs Olá caríssimos Jovens e toda igreja. O que pude aprender tão profundamente sobre o que é CEBs, uma vivencia tão perto de Deus e do Povo, onde estão enraizados na palavra de Deus, no seu íntimo de vivencia comunitária. Foi meu primeiro intereclesial. Temáticas que tinha seu aprofundamento nos desafios no meio urbano que foi a proposta do encontro, na refl
Dom Pedro Casaldáliga e as causas que dão sentido a sua vida. 90 anos do Profeta do Araguaia

Dom Pedro Casaldáliga e as causas que dão sentido a sua vida. 90 anos do Profeta do Araguaia

14º Intereclesial, Artigos, Destaque
“Eu acredito em Deus e acredito no homem. Acredito no homem porque acredito em Deus e quanto mais acredito no homem, mais acredito em Deus”. Pedro Casaldáliga nasceu em Balsareny, Catalunha, província de Barcelona, 16 de fevereiro de 1928, missionário Claretiano, sendo ordenado sacerdote em Montjuïc, Barcelona, no dia 31 de maio de 1952. Em 1968, mudou-se para o Brasil. Nomeado administrador apostólico da Prelazia de São Félix do Araguaia no dia 27 de abril de 1970. O Papa Paulo VI o nomeou bispo prelado de São Félix do Araguaia (Mato Grosso), no dia 27 de agosto de 1971. Sua ordenação episcopal deu-se a 23 de outubro de 1971, pelas mãos de Dom Fernando Gomes dos Santos, Arcebispo de Goiânia e de Dom Tomás Balduíno, OP e Dom Juvenal Roriz, CSSR. Adepto da teologia da libertação adotou
Há sentido falar e investir nas CEBs hoje?

Há sentido falar e investir nas CEBs hoje?

- NORDESTÃO, 14º Intereclesial, Destaque
A opção pelos pobres não é 'algo do passado' ou 'coisa da teologia da libertação e das CEBs', mas 'uma forma especial de primado na prática da caridade cristã'. Devemos ser sinais de vida e esperança e o seremos na medida em que nos comprometemos com os pobres de ontem e de hoje. (CEBs do Brasil) Por Antônio Ronaldo Vieira Nogueira* É costume ouvir nos dias atuais que na Igreja não há mais lugar para as Comunidades Eclesiais de Base, que a teologia da libertação passou, que opção pelos pobres é coisa da TdL e das CEB’s etc. Tal tipo de pensamento ou afirmação corre o risco de pensar a Igreja como um espaço em que só se fala e se faz o que “está na moda”. Mas sabemos que não é assim. A Igreja é a continuadora da missão de Jesus Cristo e, como tal, é a responsável por transmitir a