Destaque

Comissão de Comunicação das CEBS do Nordeste elabora plano de ações para 2020

Comissão de Comunicação das CEBS do Nordeste elabora plano de ações para 2020

Destaque, Sem categoria
A  Comissão de Comunicação das Comunidades Eclesiais de Base/Nordeste realizou no último fim de semana,   em Caucaia/CE, um encontro  com os representantes dos regionais do Nordeste.   O momento teve como objetivo formular e promover a execução do plano ampliado e permanente de comunicação para as CEBs  para a região, bem como traçar estratégias para a cobertura do 8° Nordestão de  Cebs 2020. O encontro acontece em Iguatu/CE, no período de 16 a 19 de julho de 2020, e terá como tema:  CEBs do Nordeste: uma igreja em saída na busca do bem viver e lema: Vejam! Eu vou criar um novo céu e uma nova terra. Durante o encontro o membro da coordenação diocesana de Cebs, Antonio Felix, apresentou a estrutura pensada para o Nordestão, bem como, como as atividades para os dias de evento.  Espera-se
Retiro em Rondonópolis (MT) reflete sobre “Casa, Comunidade e Missão”

Retiro em Rondonópolis (MT) reflete sobre “Casa, Comunidade e Missão”

- OESTÃO, Destaque
Eliene Paulina (Pascom diocese Rondonópolis-Guiratinga) e Osmar Nascimento (CEBs/Rondonópolis) Retiro Espiritual de Motivação para Lideranças de CEBs realizado em Rondonópolis tratou do tema “Casa, Comunidade e Missão”. Foi um maravilhoso momento. Um Encontro com a Vida, com Irmãos e Irmãs e com uma Natureza bela e abundante. Momento para recolhimento e interiorização em Deus e consigo mesmo. O retiro aconteceu na tarde de domingo (1º de dezembro), na casa das Irmãs Catequistas Franciscanas. As atividades envolveram lideranças de CEBs da paróquia São José Operário (Rondonópolis) e coordenação de CEBs da diocese de Rondonópolis-Guiratinga. A assessoria foi da irmã Fátima Lima. O tema do retiro pode ser assim descrito: Casa: comprometimento, acolhimento e envio.
NOTA DO REGIONAL SUL1 DA CNBB  diante da triste e assustadora notícia da grave ocorrência em Paraisópolis, na Cidade de São Paulo.

NOTA DO REGIONAL SUL1 DA CNBB diante da triste e assustadora notícia da grave ocorrência em Paraisópolis, na Cidade de São Paulo.

- SULÃO, Destaque, Destaque News
"Ele há de julgar as nações e arguir numerosos povos; estes transformarão suas espadas em arados e suas lanças em foices: não pegarão em armas uns contra os outros e não mais travarão combate" (Is 2,4). Nós, Bispos do Regional Sul 1, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), diante da triste e assustadora notícia da grave ocorrência em Paraisópolis, na Cidade de São Paulo, na madrugada deste 1° de dezembro, em que nove jovens perderam suas vidas e vários outros foram feridos, queremos manifestar nosso lamento pelos atos violentos que resultaram nesta tragédia. Tendo em nossos corações os mesmos sentimentos de Jesus Cristo, repudiamos toda forma de violência, manifestação de ódio e desrespeito à vida. De modo particular, expressamos a fraternal solidariedade da Igreja Católi
CEBs AM e RR estudam Relatório Final do Sínodo e papel de articuladores

CEBs AM e RR estudam Relatório Final do Sínodo e papel de articuladores

- NORTÃO, Destaque
Nete Souza: coordenação do Regional Norte 1 (AM e RR) Nos dias 27 a 29 de novembro de 2019 aconteceu a Ampliada Regional das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), no Centro de Treinamento Maromba, em Manaus - AM. Participaram desse encontro os representantes da Arquidiocese de Manaus, Prelazia de Borba, Diocese de Parintins, Diocese de Alto Solimões e Diocese de Roraima. O encontro teve como finalidade o estudo do Relatório Final do Sínodo para Amazônia, o qual foi conduzido pelo Diácono Francisco Lima. Logo após,  a Irmã Eurides expôs sobre o importante papel do articulador das CEBs. Realizou-se também a partilha da caminhada das dioceses e prelazias durante o ano de 2019. Ao final do encontro, foi relembrado as informações da Ampliada Nacional sobre a preparação do 15° Intereclesi
A Amazônia é uma região onde a Igreja pode inovar, pode pensar sua pastoral de maneira diferente” afirma Dom Leonardo Steiner novo arcebispo de Manaus

A Amazônia é uma região onde a Igreja pode inovar, pode pensar sua pastoral de maneira diferente” afirma Dom Leonardo Steiner novo arcebispo de Manaus

- NORTÃO, Destaque, Destaque News
No dia 27 de novembro, o papa Francisco aceitava a renúncia do arcebispo de Manaus, dom Sérgio Castriani, e nomeava dom Leonardo Steiner. Depois de sete anos à frente da arquidiocese, dom Sérgio, que tem 65 anos, renuncia em consequência de sua doença, que o limita fisicamente em sua labor pastoral. Dom Leonardo Steiner em coletiva de imprensa. Foto: Arquidiocese de Manaus A reportagem é de Luis Miguel Modino. Na chegada no aeroporto, na noite do dia 27, onde foi recebido por representantes das pastorais e movimentos e os dois bispos auxiliares, dom José Albuquerque de Araújo e dom Edmilson Tadeu Canavarros dos Santos, o novo arcebispo, que até o momento era bispo auxiliar de Brasília, e tem sido secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, no períod
CEBs/São Luís (MA) fecha 2019 com celebrações, visitas e roda de conversa

CEBs/São Luís (MA) fecha 2019 com celebrações, visitas e roda de conversa

- NORDESTÃO, Destaque
Neguim das CEBs/São Luís (MA) As Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) da arquidiocese de São Luís (MA) encerram as atividades de 2019 com atividades alusivas à Consciência Negra. No dia 23, houve Missa Quilombola no Quilombo Miranda de Rosário, na Forania São Benedito, da arquidiocese de São Luís, com várias atividades. Antes, no dia 15, ocorreu a Missa Quilombola no Quilombo Urbano Liberdade.   Cheio de atividades No dia 23 houve várias outras atividades, como visita às famílias e roda de conversa na comunidade com temas sugeridos por ela. Confira galeria de fotos ao final. Em seguida ocorreu uma celebração inter-religiosa com a presença de pai e mãe de santo, Tambor de Crioula (dança africana), Tambor de Mina (religião afro-brasileira) e outras denominações. À noite
Somos um povo que constrói e vive a esperança, somos povo pascal. CARTA DAS COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE DO ESTADO DE SÃO PAULO

Somos um povo que constrói e vive a esperança, somos povo pascal. CARTA DAS COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE DO ESTADO DE SÃO PAULO

- SULÃO, Destaque
“Ninguém caminha sem aprender a caminhar, sem aprender a fazer o caminho caminhando, refazendo e retocando o sonho pelo qual se pôs a caminhar.” Paulo Freire No chão da Diocese de São José do Rio Preto, nós, animadores das Comunidades Eclesiais de Base, unidos como Colegiada das CEB’s do estado de São Paulo nos reunimos durante os dias 23 e 24 para a última reunião do ano de 2019 e desejamos lançar uma mensagem de gratidão e esperança a cada comunidade do nosso grande estado. O ano de 2019 foi, para todos nós, desafiador. Seja pela conjuntura sócio-política, seja pela realidade eclesial. Este cenário favorece o surgimento de uma onda de pessimismo e desesperança, que gera desarticulação e individualismo pastoral. “Não há espaço para o pessimismo ou o desalento”, nos lembra Francisco.
CEBs/Rondonópolis (MT) refletem sobre importância e próximos passos do Sínodo

CEBs/Rondonópolis (MT) refletem sobre importância e próximos passos do Sínodo

- OESTÃO, Destaque, Sínodo Pan-Amazônia
Maria de Lourdes (Equipe de Comunicação CEBs/paróquia São José Operário) A evangelização na Amazônia e o respeito aos recursos naturais foram tema de reunião das CEBs da paróquia São José Operário, em Rondonópolis (MT), e da coordenação das CEBs na diocese de Rondonópolis-Guiratinga. A atividade ocorreu nesta segunda-feira (25) e foi assessorado pelo bispo dom Juventino Kestering. Ele falou sobre o Sínodo da Pan-Amazônia, que ocorreu em outubro em Roma com a participação do papa Francisco e tratou da presença espiritual, ambiental e social da igreja na região. Dom Juventino ressaltou que os desafios colocados pelo Sínodo servem de reflexão e ação para a igreja como um todo. Ele explicou que houve um momento muito importante antes dessa grande reunião entre o papa, bispos, padres,
NOVOS CAMINHOS DE CONVERSÃO. SINODAL O modus vivendi et operandi da Igreja na Amazônia.  Agenor Brighenti

NOVOS CAMINHOS DE CONVERSÃO. SINODAL O modus vivendi et operandi da Igreja na Amazônia. Agenor Brighenti

- SULÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Fundamental para o exercício da sinodalidade na Igreja na Amazônia é "alargar os espaços para uma presença feminina mais incisiva", por meio de uma “participação ativa na comunidade eclesial” (n. 99). O Capítulo V do Documento Final do Sínodo da Amazônia faz da sinodalidade o modus vivendi et operandi da Igreja na Amazônia. Começa afirmando que, por sua natureza, a Igreja, “enquanto Povo de Deus sob o dinamismo do Espírito” é sinodal - “comunhão e participação, especialmente na ministerialidade e na sacramentalidade”. A sinodalidade “é uma dimensão constitutiva da Igreja” e, portanto, não se pode ser Igreja “sem reconhecer um efetivo exercício do sensus fidei de todo o Povo de Deus” (n. 88). Uma melhor integração da vida consagrada, dos leigos, em especial das mulheres, clama por uma co
IDENTIDADE DO CRISTÃO LEIGO E LEIGA, VERDADEIRAMENTE SUJEITO ECLESIAL.  Marilza José Lopes Schuina

IDENTIDADE DO CRISTÃO LEIGO E LEIGA, VERDADEIRAMENTE SUJEITO ECLESIAL. Marilza José Lopes Schuina

- OESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Participar da função sacerdotal de Cristo nos faz sacerdotes como ele o foi na dimensão do serviço. IDENTIDADE DO CRISTÃO LEIGO E LEIGA, VERDADEIRAMENTE SUJEITO ECLESIAL Marilza José Lopes Schuina Introdução Estaremos comemorando o “Dia Nacional dos Cristãos Leigos e Leigas”, na Solenidade de Cristo Rei, neste domingo, 24 de novembro. Convido-os a uma breve reflexão sobre a identidade do cristão leigo e leiga. Desde o Concílio Vaticano II a Igreja tem dado ênfase ao protagonismo do leigo e da leiga na Igreja e na Sociedade, especialmente a Igreja na América Latina e Caribe, através de suas Conferências Episcopais. Na Conferência de Aparecida (2007), o leigo é apresentado como “verdadeiro sujeito eclesial”. Falar do cristão leigo e leiga como sujeito eclesial é falar de alguém envia