Noroeste: Comunidades Eclesiais de Base e o Bem Viver!

Acontece hoje, 19/08, na Paróquia Nossa Senhora da Conceição no município de Candeias do Jamary, estado de Rondônia, o encontro das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs).

As lideranças que estão nas comunidades, assentamentos e linhas da área rural estão chegando e estima-se reunir em torno de 200 pessoas.

No período da manhã, Dom Antônio Possamai (Bispo Emérito de Ji-Paraná) e a Prof. Dra. Lilian Moser (Assessora das CEBS do Regional Noroeste) refletem sobre a identidade das CEBs e o que é ser CEBs e o Pe. Mansueto refletirá sobre o Bem Viver. Entre os participantes está o arcebispo de Porto Velho Dom Roque Paloschi e o pároco: Pe. Marcelo Moschini Daudt.

2 Comments

  • Marlene Aparecida de Oliveira Silveira

    Povo de Deus, participantes das CEBs nas Dioceses do Regional Sul II,
    Paz e Bem!
    Fico sempre emocionada quando vejo ou leio sobre a Caminhada das CEBs no Brasil. E dessa feita estou mais emotiva ainda, pois o XIV Intereclesial será realizado bem pertinho de onde nasci, Jataizinho.
    Porém, o que move meu coração mesmo é o trabalho nas CEBs, porque são Igreja viva na sociedade. Nas CEBs a gente aprende, através de exemplo vivo, a enxergar Deus no irmão sofredor e ajudando-o nas dificuldades físicas ou das lutas pelos seus direitos: a terra, casa, emprego, saúde, educação… enfim, a ter uma vida digna. Assim, todos estudam a Bíblia e os regulamentos de Sindicatos, associações, cooperativas, Movimentos Sociais, Pastorais e nesse trabalho as lideranças saem de lá pelo mundo, formados e graduandos, sabendo dialogar com qualquer autoridade, sem problemas de serem passados para trás. E na certeza de que Deus caminha conosco. E é muito bom sentir a presença da Trindade Santa caminhando com o povo.
    Bem. Termino aqui dizendo que depois de muitos estudos e trabalhos realizados na Diocese de Dourados/MS e em Vilhena/RO, Estive na Coordenação Diocesana das CEBs em Ji-Paraná e na Coordenação do Regional Noroeste terminando meu mandato depois do XII , em Porto Velho. Esse final de ano mudaremos para Maringá e se Deus quiser estarei aí, pelo menos nas Celebrações abertas e, quem sabe, ajudando nós trabalhos. Abraços Fraternos.

Deixe uma resposta para Marlene Aparecida de Oliveira Silveira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.