Shadow

DIA D: Rumo ao 15º Intereclesial das CEBs

É missão profética das CEBs não  calar diante desse genocídio.

“Trouxeram-lhe, então, um paralítico, carregado por quatro homens. Mas não conseguindo chegar até Jesus, por causa da multidão, abriram então o teto, bem em cima do lugar onde ele se encontrava. Por essa abertura desceram a cama em que o paralítico estava deitado. ”  (Mc 2,1-3)

O dia 15 de cada mês tem sido marcado pela oração em    preparação   ao 15º Intereclesial das CEBs. Nesse mês a comunidade   Santa Luzia, Paróquia Nossa Senhora Aparecida/ Diocese de Rondonópolis/ Guiratinga organizou a celebração e, em unidade com as CEBs do Brasil fez-se memória das incontáveis vítimas da COVID 19, rogando a Deus por seus familiares e pelos que se encontram doentes, para que não desanimem e mantenham a esperança, como uma vela acesa em meio a escuridão.

 As comunidades eclesiais de base, reunidas pelas redes sociais, louvaram a Deus pela vida dos profissionais da linha de frente no cuidado aos enfermos, que não se cansam de lutar e como a passagem do Evangelho nos apresenta, “carregam os doentes, abrem caminhos em meio à multidão, arranjam um modo de proporcionar o cuidado e buscar a cura”, mesmo que isso lhes custe a vida.

Por outro lado a missão profética das CEBs não nos permite calar diante do descaso do governo federal, que descaradamente zomba das vítimas da Covid 19 e age em nome   da morte, impedindo o acesso aos meios para o enfrentamento da pandemia, transformando questões humanitárias em um jogo   de poder e busca de lucro, como alerta o profeta Miquéias: “As suas mãos estão sobre o mal e o fazem diligentemente…” (Mq 7.3), enquanto  pessoas morrem asfixiadas,   sem  ao menos  despedir-se de seus entes queridos

Nesse dia de Oração pelo 15º Intereclesial , estejamos atentos  ao clamor do povo e    ao apelo de Dom Leonardo Ulrich Steiner, arcebispo de Manaus: “pelo amor de Deus, nos enviem oxigênio, providenciem oxigênio! Hoje, as pessoas vão a óbito por falta de leitos nos hospitais, por falta de leitos nas UTIs, e por incrível que pareça, por falta de oxigênio…”  A Igreja, fiel ao Evangelho,  não tem se calado. O arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo, afirmou;   “é urgente cobrarmos celeridade para o início da vacinação,  e ainda mais  importante, não   nos deixar enganar por notícias falsas, a pandemia se tornará ainda mais perigosa se a desinformação prevalecer,” ressaltando  que   a pandemia do novo coronavírus “é um deserto que todos nós família humana estamos atravessando  e para vencer essa travessia precisamos caminhar juntos. Insistam junto às autoridades públicas para que fortaleçam o Sistema Único de Saúde (SUS) para que cada pessoa, rica ou pobre, tenha o direito de ser vacinada. A vacina nos ajuda a superar a covid-19″. É  urgente  exigir a solução para a pandemia. Que façamos ecoar esse grito!   Anunciar e denunciar!

 Rezemos com o Papa Francisco  “Deus onipotente e misericordioso, olhe a nossa dolorosa situação: conforta teus filhos e abre nossos corações à esperança porque sentimos a sua presença de Pai em nosso meio”  

Gratidão a todos e todas que conosco constroem o 15º Intereclesial!

Somos povo da Esperança!!

Leoni Alves Garcia.Comunica15

CELEBRAÇÃO DA ESPERANÇA – DIA D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.