CEBs e Alta Floresta: 40 anos de história

A história da paróquia Santa Cruz, em Alta Floresta (Mato Grosso), se entrelaça com o início das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) no estado. Quem diz isso é o coordenador das CEBs da Diocese de Sinop e morador do município de Alta Floresta, Cristóvão Marques de Oliveira, 54 anos.

Ele faz a afirmação ainda emocionado com os festejos de 40 anos da paróquia, celebrados em 12 de outubro, mesmo dia que se comemorou os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição por alguns pescadores no rio Paraíba do Sul, em Aparecida (São Paulo).

Cristóvão de Oliveira

No final dos anos 70, quando os primeiros migrantes chegavam do Paraná no Nortão de Mato Grosso, recebiam auxílio da igreja, tendo no padre sacramentino Geraldo Silva Araújo uma figura simbólica.

“A partir desse contato com o padre Geraldo se constituíram as primeiras comunidades religiosas em torno dos grupos de reflexão e das missas caracterizadas pela simplicidade e devoção do povo”, lembra Cristóvão.

A paróquia Santa Cruz foi criada em 1977 ao ser desmembrada da paróquia São João XXIII, de Colíder, município distante aproximadamente 165 km de Alta Floresta.

Confira algumas fotos dos 40 anos da paróquia Santa Cruz (cuja padroeira é Nossa Senhora Aparecida), que teve a presença de centenas de pessoas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.