Shadow

olhares

Brasil e Musk:  negócios ou negociatas?

Brasil e Musk: negócios ou negociatas?

olhares
Pe. Jean Marie Van Damme (Pe. João Maria – assessor das CEBs NE V). Na quinta feira, 19 de maio, o presidente recebeu o bilionário Elon Musk para tratar de negócios no Brasil. A mídia, euforicamente, apresenta que os principais projetos em debate eram proporcionar o acesso à internet para escolas rurais e possibilitar o controle sobre queimadas na Amazônia. Como se esses dois assuntos fossem as principais preocupações do presidente brasileiro. Três questões podem ser abordadas a respeito deste fato ocorrido durante esta semana: quem é mesmo Elon Musk? Qual a novidade que trazem as duas propostas apontadas como centrais na conversa entre Musk e o governo? Quais os interesses não mencionados do megainvestidor Musk? Musk é apresentado como investidor e filantropo[1]. Para ser in...
O processo eleitoral em cheque!?

O processo eleitoral em cheque!?

olhares
Pe. Jean Marie Van Damme (Pe. João Maria – assessor das CEBs NE V). Nestes últimos dias, novos movimentos ameaçadores aconteceram em Brasília. Saindo de suas obrigações constitucionais, os comandantes do Exército, instigados por um presidente sociopata, novamente meteram seu nariz em coisas que não lhes interessam, que não são da alçada deles: o processo eleitoral. A custódia sobre o processo eleitoral não é papel das Forças Armadas, mas da Justiça Eleitoral. A organização das eleições é da responsabilidade do poder judiciário, não dos militares e a vigilância sobre as urnas e a lisura do processo pertence à sociedade e aos partidos políticos, nesta ordem. Nada têm a ver com o Exército, que tem apenas o papel constitucional de defender a integralidade da nação diante de eventuais a...
Brasil, um país-pária no cenário internacional?

Brasil, um país-pária no cenário internacional?

olhares
Pe. Jean Marie Van Damme (Pe. João Maria – assessor das CEBs NE V). As manifestações que ocorreram no dia 1º de maio, destacaram a disputa entre os dois candidatos que estão à frente da corrida presidencial. Instituída em memória aos trabalhadores grevistas de Chicago, EEUU, em 1886, duramente reprimidos pelas forças policiais, a data virou símbolo na luta pelos direitos dos trabalhadores na maioria dos países do mundo. Em época de brutal redução salarial, a tônica só podia ser a recuperação do valor do salário mínimo e o protesto contra a alta inflação e a crescente elevação do custo de vida, em especial dos alimentos[1]. Desde o golpe de 2016, os direitos trabalhistas e os salários têm sido alvo de ataques e diminuição por parte dos legisladores, dos empresários que os apoiam e d...
A PACIÊNCIA DO POVO COLOCADA À PROVA

A PACIÊNCIA DO POVO COLOCADA À PROVA

olhares
Pe. Jean Marie Van Damme (Pe. João Maria – assessor das CEBs NE V). Nos noticiários maranhenses desta semana, assistimos a um quadro chamado de “caminho dos grãos”. A produção de soja e milho dominam a safra, com esperado recorde novamente em 2022. A exportação da produção do agronegócio promete lucros para as empresas exportadoras, apesar da baixa cotação do dólar no mercado internacional e os custos elevados da importação de insumos. A feira do agronegócio em São Paulo, com promessas de aumento de vendas de máquinas e tecnologia, o uso de drones para monitorar as imensas áreas plantadas e os crescentes índices de produtividade destas commodities – mercadorias comercializadas a granel, ou seja, em grandes volumes, em toneladas e milhares de tonalidades, entusiasmam o “mercado” e o...
“Brasil: Ditadura nunca mais”

“Brasil: Ditadura nunca mais”

olhares
Pe. Jean Marie Van Damme (Pe. João Maria – assessor das CEBs NE V). Em 1940, no primeiro congresso indigenista interamericano, o dia 19 de abril foi escolhido como Dia do Índio ou Dia dos Povos Indígenas. No Brasil, o Dia foi oficialmente introduzido em 1943 por um Decreto-Lei do então presidente Getúlio Vargas[1]. Inicialmente, apenas aspectos culturais motivaram a celebração. O Estado Novo não levou em conta questões políticas, apenas a preservação da memória histórica cultural dos povos originários, seus costumes e tradições, mais de teor folclórico, como ainda acontece quando o assunto é abordado em escolas, por exemplo. A data foi evoluindo, no entanto, com maior ênfase no aspecto político[2], que hoje predomina: a memória inclui as resistências e lutas dos indígenas no dec...
A Via Sacra dos invisíveis

A Via Sacra dos invisíveis

olhares
Pe. Jean Marie Van Damme (Pe. João Maria – assessor das CEBs NE V). Feliz dia de Páscoa para todas, todos, todes. Que a esperança em vida renovada na realidade que nos cerca, nunca nos falte. A passagem por dificuldades, desafios e perigos é condição para entrarmos na terra prometida. Contratempos e contradições estão a nossa frente e devem ser superadas. Não destoa da Festa da Ressurreição um rápido olhar sobre o que aconteceu nos últimos dias, nas últimas semanas. Aconteceu na sexta-feira santa, 15 de abril, em São Paulo. A Via Sacra dos invisíveis, que o padre Júlio Lancelotti acompanha todos os anos, foi interrompida pela Polícia Militar de São Paulo, solicitando documentos pessoais das pessoas e perguntando o que era uma Via Sacra[1]. O padre Lancelotti, defensor dos Direit...
Lugar de militar é no quartel, sua missão é defender o povo!

Lugar de militar é no quartel, sua missão é defender o povo!

olhares
Pe. Jean Marie Van Damme (Pe. João Maria – assessor das CEBs NE V). “Putin não é um louco, nem perdeu contato com a realidade”. Não é qualquer pessoa que expressa esta opinião. Jacques Baud é ex-chefe de Política e Doutrina no Departamento de Manutenção da Paz da ONU em Nova Iorque. É militar suíço (com patente de coronel), trabalhou por anos no combate à proliferação de armas letais, fala russo, conhece a OTAN e Ucrânia e trabalhou na inteligência estratégica. Tem uma biografia riquíssima com profundo conhecimento sobre a Ucrânia. Baud tem uma percepção bem diferente sobre a questão da guerra na Ucrânia do que a mídia ocidental direitista e dominante nos apresenta. O coronel deu uma longa entrevista no site “Observatório de la crisis”, que vale a pena ser lida na sua íntegra. Infe...
“A CORRIDA ELEITOREIRA”

“A CORRIDA ELEITOREIRA”

olhares
Em ano eleitoral, o presidente brasileiro usa suas cartadas para recuperar eleitores perdidos por conta de suas políticas desastrosas. A situação da população não está realmente fácil e a maioria das avaliações feitas culpam o governo federal pela alta da inflação, dos preços dos combustíveis, da energia – elétrica e gás – e dos alimentos mais básicos do cardápio popular. O número de famílias endividadas é superior que as do ano passado (76,6% contra 66,7%) e é o maior em doze anos[1]. Para a maioria dos endividados ainda há perspectivas de recuperar-se e colocar suas dívidas em dia, apertando o cinto e controlando o uso de seus cartões. De qualquer forma, o empobrecimento e a redução de padrões de vida adquiridos serão as consequências. Mas para mais de 1,2 milhões de pessoas, não há...
CONTINUA A GUERRA TAMBÉM NO BRASIL

CONTINUA A GUERRA TAMBÉM NO BRASIL

olhares
Pe. Jean Marie Van Damme (Pe. João Maria – assessor das CEBs NE V). Análise de Conjuntura - MP4 Continuando na sua narrativa parcial sobre a guerra na Ucrânia, a mídia ocidental joga todas as suas energias na culpabilização da Rússia pelo drama humanitário que está se desenvolvendo no País de Zelenski. Centenas de pessoas mortas, milhões de refugiados, milhões de pessoas em situação de vida crítica, nada comove os líderes mundiais para tentar chegar a acordos pacíficos. A Rússia não arreda pé nas suas ações destrutivas. O Ocidente, sobretudo os EEUU com Joe Biden no comando, insiste em manter uma política agressiva contra a Rússia. Cada vez mais cresce a convicção entre analistas políticos, de que a expansão da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte – organização milita...
A GUERRA RÚSSIA NA UCRÂNIA: O QUE SE ESCONDE NO CONFLITO?

A GUERRA RÚSSIA NA UCRÂNIA: O QUE SE ESCONDE NO CONFLITO?

Notícias, olhares
Pe. Jean Marie Van Damme (Pe. João Maria – assessor das CEBs NE V). A guerra começou, ou melhor dito, a guerra continua. A principal notícia na maioria dos canais de comunicação é a “invasão” da Rússia na Ucrânia. É preciso desvendar o que pode estar escondido no conflito e que a mídia tradicional do mundo ocidental não destaca nem comenta. A Ucrânia é o segundo maior país da Europa com mais de 600 mil km2 e ocupando a 43ª posição no ranking mundial. O seu tamanho se iguala a Espanha e Portugal juntos e é maior do que o Estado de Minas Gerais. A Rússia é o maior país do mundo com 17 milhões de km2. Só para lembrar: seguem o Canadá (quase 10 milhões de km2), China e Estados Unidos (com 9,5 milhões de km2) e o Brasil em quinto lugar (com 8,5 milhões de km2)[1]. Podemos resumir ...