9ª ASSEMBLEIA REGIONAL DAS CEBs OESTE

“O PRECONCEITO E REJEIÇÃO ESTÃO FICANDO PARA TRÁS,  AS CEBs TEM SE TORNADO  SINAL DE RESISTÊNCIA PROFÉTICA NA IGREJA E NO MUNDO”

Entre os dias 21 e 23 do mês de outubro de 2016, no Centro Nova Evangelização (CENE) – Cuiabá, estiveram reunidos cerca de 60 representantes das Comunidades Eclesiais de Base das Dioceses e Prelazia do nosso Regional Oeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), juntamente com Dom Neri, Bispo Referencial das CEBs, ocasião em que se realizou a 9ª Assembleia Regional das CEBs, assessorada pelos nossos irmãos de caminhada Maria Rossi (Cuiabá) e Roberto Rossi (Centro Burnier de Fé e Justiça). Esta assembleia além do caráter deliberativo, também tem um viés formativo, abordando a temática: O cuidado com a Casa comum e a espiritualidade das CEBs, com alusão a Encíclica do Papa Francisco “Laudato Si”, com a assessoria feita pelos nossos irmãos da caminhada Inácio (Centro Burnier de Fé e Justiça), fazendo uma análise sociopolítica-ambiental do nosso Estado de Mato Grosso, com o Roberto Rossi apresentando chaves de leitura para melhor aprofundarmos o entendimento sobre a Laudato Si e com a MarilzaSchuína (CNLB) abordando a reconciliação e a espiritualidade das CEBs, que ao longo de sua caminhada tem buscado unir fé e vida, onde as pessoas e o meio ambiente se interam. É o próprio Papa Francisco que disse: “o mundo é algo mais do que um problema a resolver; é um mistério que contemplamos na alegria e no louvor”.

O Pe Jair, Secretário Regional da CNBB O2, acolheu a todos e todas e destacou a importância dos trabalhos de reflexão nas bases de nossa Igreja do Mato Grosso que são desenvolvidos por nossas comunidades. Devemos primar pela Palavra de Deus, pela leitura e estudo dos documentos de nossa Igreja, para desenvolvermos cada vez mais qualificados os nossos trabalhos.
Durante toda a assembleia foram realizados momentos celebrativos focando a importância de termos uma relação de cuidado, compromisso e reconciliação com a nossa Casa comum, pois, em meio a grandes problemas ambientais no mundo: poluição, desmatamento, extinção de espécies e da biodiversidade, envenenamento das águas, degradação do solo, cultura consumista, vimos que há a necessidade de mudar estilos de vida, produção e consumo, bem como, darmos sentimento humanitário e ecológico às decisões políticas.

Como resultado dos trabalhos realizados em grupos os participantes suscitaram sinais de esperanças, aos quais, apontaram: projetos de agricultura familiar sem agrotóxico, organização de cooperativas e associações, vários países preocupados com essas questões ambientais, fundo solidário de projetos rotativos – Cáritas Diocesanas, Centros de Comercialização, Economia Solidária, Bancos Comunitários, Movimentos de atingidos por barragens, Denúncias feitas contragrandes projetos de exploração, fórum de discussões sobre malefícios do uso indiscriminado de agrotóxicos, iniciativas de coleta seletiva de lixo, criação de meios de comunicação de boas notícias.

Já num caráter avaliativo, Cleuza (SINOP) relatou a prestação de contas das atividades realizadas pela Ampliada, acentuando que o apoio financeiro disponibilizado pela Adveniat tem colaborado muito para a participação dos membros de nossas CEBs nessas atividades. O Junior conduziu a aprovação do calendário de atividades regionais das CEBs para o ano de 2017, que será encaminhado para nossa Secretaria Regional da CNBB.

Dom Neri ressaltou a importância da caminhada das CEBs em nosso Regional Oeste 2, acentuando que viu uma assembleia expressiva no número de participantes e na qualidade das discussões e proposições. Enfatizou que tem visto que o preconceito e rejeição estão ficando para trás, mostrando que as CEBs tem se tornado cada vez mais sinal de resistência profética na Igreja e no mundo.
Os representantes de Juína conduziram a Celebração de Envio, convidando-nos a pontuarmos os frutos percebidos nesta assembleia, com perspectiva de melhorarmos ainda mais nossas missões junto as nossas Comunidades Eclesiais de Base.

Por Rinaldo Cardoso Meira
Secretário Regional das CEBs

9ª ASSEMBLEIA DAS COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE REGIONAL OESTE 2 CARTA   DA 9ª. ASSEMBLEIA REGIONAL DAS CEBS    

 “Onipotente e Bom Senhor, a Ti a honra, glória e louvor. Todas as bênçãos de Ti nos vem e todo povo Te diz amém”.

            Irmãs e irmãos da caminhada das comunidades da Igreja de Mato Grosso!

Nós, participantes da 9ª Assembleia Regional das CEBs, vindos da prelazia e das dioceses do estado de Mato Grosso, juntamente com Dom Neri José Tondello, bispo responsável pelas CEBs do Regional Oeste 02 – CNBB, reunimo-nos na arquidiocese de Cuiabá, nos dias 21 a 23 de outubro, para refletirmos o tema: LaudatoSí – reconciliação: o cuidado da casa comum e a espiritualidade das CEBs.

Neste espírito de alegria e motivados pela força da Palavra de Deus e do Papa Francisco, voltamos o nosso olhar para realidade da “nossa casa comum” onde vivemos. Percebemos que estamos todos/as interligados com o nosso planeta terra. Precisamos observar a realidade socioambiental e as raízes da crise ecológica escondidas nos escombros do capitalismo e do antropocentrismo moderno, que destrói a vida da nossa casa comum.

Diante disso, constatamos sinais que desafiam nossa caminhada: as mudanças climáticas e o aquecimento global do planeta que ameaçam a vida; megaprojetos de infraestrutura e o agronegócio que contribuem para a destruição dos biomas do Cerrado, Pantanal e Amazônia; os gritos em defesa da vida, da natureza, da justiça social, dos direitos humanos, pela paz, contra a violência em todas as suas expressões.

Em sintonia com o que pede o Papa Francisco, reafirmamos nosso compromisso de cuidar da nossa Casa Comum, promovendo a cultura do bem viver, nas bases da Encíclica LaudatoSí, procurando realizar ações concretas de cuidado com o meio ambiente por meio de conscientização e sensibilização a partir de nossas realidades, promovendo a Agricultura Familiar, a Agroecologia e, de maneira especial, a Ecologia Integral.

Desta maneira, acreditando que tudo está interligado, repudiamos toda e qualquer ação que degrade nossa Casa Comum e que exclua e mate nossos povos (agronegócio, agrotóxicos, transgênicos, concentração da terra e das riquezas, a mercantilização da água, etc), bem como toda e qualquer violência, discriminação e atos políticos contra nossos irmãos e irmãs: os povos indígenas, remanescentes de quilombos, movimentos sociais, pequenos agricultores, excluídos e minorias.

Celebrando os 40 anos de memória do mártir João Bosco Burnier, queremos reafirmar nosso compromisso como Igreja Profética, Missionária e Misericordiosa, sendo presença viva no meio dos pobres, dentro de nossas comunidades, comprometida com a causa de Jesus de Nazaré, ressuscitado no meio de nós. Sendo assim, a CEBs de Mato Grosso agradece a Deus o dom da Vida e da Esperança, para que nos anime com seu Espírito em missão permanente.

Iluminados e iluminadas pela fé bíblico-profética, à luz da Palavra de Deus, “Nossa Força e Luz”, e por tudo o que vivenciamos nestes dias de experiências trazidas de nossas diferentes realidades eclesiais e lutas populares, sentimo-nos ainda mais desafiados a sermos ousados em nossa ação transformadora dessa realidade tão inquietante, na perspectiva do bem viver e conviver.

 

Cuiabá, 23 de outubro de 2016

Coordenação Regional da CEBs – Oeste 2

Fotos de Cleuza Feriani e Maria Rossi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.