Ampliada das Comunidades Eclesiais de Base de Minas Gerais – Regional Leste II

“Os desafios de uma Igreja em saída na construção da sociedade do bem viver e conviver.”

“Criarei novo céu e nova terra e nunca mais haverá choro ou clamor” Is 65,17.19.

Representantes de sete microrregiões do estado de Minas Gerais, das vinte e oito (arqui)dioceses, estiveram presentes na reunião da ampliada estadual das Comunidades Eclesiais de Base de Minas Gerais – Regional Leste II que se realizou de 15 a 17 de março, último final de semana.

Com alegria os participantes foram acolhidos(as) nas residências das familias da comunidade de Nossa Senhora das Graças, Diocese de Sete Lagoas-MG.
Na pauta da reunião os últimos preparativos para o 8º Encontro Mineiro das CEBs que sera realizado nos dias 19 a 21 de julho de 2019, na cidade de Ipanema, diocese de Caratinga.

Na bagagem as experiências de todos os cantos de Minas e das Gerais e o esforço de cada representante na construção do encontro estadual que terá como tema: “Os desafios de uma Igreja em saída na construção da sociedade do bem viver e conviver.” e o lema: “Criarei novo céu e nova terra e nunca mais haverá choro ou clamor” Is 65,17.19.
Os representantes das microrregiões levaram para as bases o livro produzido a partir do 14° Intereclesial e com temas sugeridos pela equipe ampliada estadual para ajudar na caminhada, bem como marca texto com a oração, Cartaz do encontro. Levando ainda, esperança, motivação e o compromisso de não soltar a mão de ninguém.

Estiveram presentes na reunião os bispos Dom Aloísio Vitral da diocese de Sete lagoas e Dom Vicente de Paula Ferreira que é o bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte e referencial das CEBs junto ao Regional Leste 2 da CNBB.

No sábado a noite os representantes puderam fazer um passeio pela cidade. Visitaram o alto da Serra de Santa Helena e a feirinha de artes e artesanato da cidade.

Por Luciano CEBs MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.