– NORTÃO

“Saímos do Sínodo cheios de esperanças”, afirmam lideranças indígenas após encontro com o Papa Francisco

“Saímos do Sínodo cheios de esperanças”, afirmam lideranças indígenas após encontro com o Papa Francisco

- NORTÃO, Comunicação CEBs do Brasil, Destaque, Destaque News
Nesta quinta-feira, 17 de outubro, o Papa Francisco se reuniu com um grupo de indígenas da Amazônia que estão em Roma na ocasião do Sínodo para a Amazônia. Dois dos presentes eram Delio Siticonatzi, do povo ashánica, do Peru, e Marcivana Sateré, do povo Sateré Mawé, do Brasil. Para eles, foi um momento de particular importância que o Papa Francisco queira lhes escutar, pedir-lhes que "ponhamos nossos pensamentos em suas mãos", como Delio afirma. Diante dos ataques sofridos pelos povos indígenas no Brasil, que o Papa os escute é um ato de crescente resistência, segundo Marcivana Sateré. Uma reunião que os renovou e é um impulso para continuar lutando por seus direitos como povos. Vocês tem se encontrado ontem com o Papa Francisco. O que o fato do Papa os receber em sua casa em privado
Círculo Bíblico sobre Sínodo: leitura, cantos e partilha na Comunidade Santa Luzia, em Ananindeua (PA)

Círculo Bíblico sobre Sínodo: leitura, cantos e partilha na Comunidade Santa Luzia, em Ananindeua (PA)

- NORTÃO, Destaque News, Sínodo Pan-Amazônia
Luis Muniz da Silva: animador das CEBs e missionário de Círculos Bíblicos (Ananindeua-Pará) Moradoras e moradores do bairro Distrito Industrial, no município de Ananindeua (Pará), fizeram a segunda etapa do Círculo Bíblico sobre o “Tríduo do Sínodo da Pan-Amazônia: Novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”. Foi nesta quarta-feira (16), na casa da Márcia e do seu Raimundo, que fica na área territorial da Comunidade/capela Santa Luzia, em tarde e noite de muita chuva. Houve leitura da palavra, cantos, reflexão e partilha de alimentos. Foi num ambiente bastante acolhedor, simples e cheio de solidariedade. Teve criança, adolescente, adulto e idoso. As pessoas ficaram em círculo, incentivando a participação de cada uma e cada um. A primeira etapa do Círcu
Os novos caminhos têm rostos femininos.

Os novos caminhos têm rostos femininos.

- NORTÃO, Destaque, Destaque News
Uma imagem sempre valeu mais que mil palavras, especialmente nesses tempos de redes sociais em que na tela de nossos celulares estão passando fotos que provocam reações, que expressamos com um simples clique. Na manhã de sábado(12), apareceu uma imagem que mostra um passo adiante, certamente nem todo mundo vê dessa maneira, que Francisco quer as mulheres cada vez mais perto dele. Contam de dentro da sala sinodal que, quando uma mulher fala, Francisco presta especial atenção à tela à sua frente. Ele não apenas quer ouvir, mas também vê seus rostos, suas reações, porque, como já tinha falado nos pequenos círculos formados nos momentos de pausa, ele quer que elas falem e o façam sem medo. De fato, em alguma ocasião o Papa disse que, quando coloca um problema para homens e mulheres
12ª Congregação do Sínodo: “Uma Igreja chamada a ouvir e denunciar o grito do povo amazônico crucificado e da terra”

12ª Congregação do Sínodo: “Uma Igreja chamada a ouvir e denunciar o grito do povo amazônico crucificado e da terra”

- NORTÃO, Destaque, Destaque News
O Sínodo dos Bispos para a Amazônia prosseguiu na tarde de terça-feira, 15/10/2019, com a 12° Congregação Geral. Os padres sinodais presentes na Sala com o Papa Francisco eram 173. A partir de amanhã, se realizará um novo ciclo de Círculos menores, cujos relatórios serão apresentados à assembleia na tarde de quinta-feira, 17 de outubro de 2019. Omundo amazônico quer uma Igreja que seja sua aliada. Não se pode falar de pobres esquecendo o povo crucificado. Seria um pecado de indiferença ou de omissão. A Igreja é chamada a voltar a denunciar o grito do povo e da terra, partindo do Evangelho. Somente assim assumirá um rosto samaritano e missionário, em defesa dos últimos, sem ter medo da dimensão do martírio, porque “é melhor morrer pela vida do que viver pela morte”. O Sínodo c
Na assembleia sinodal, o Papa Francisco ora e acompanha os povos indígenas do Equador

Na assembleia sinodal, o Papa Francisco ora e acompanha os povos indígenas do Equador

- NORTÃO, Destaque, Destaque News
A preocupação com os conflitos, e especialmente com as vítimas, é uma constante na vida do papa Francisco. Isso foi expresso neste domingo no Ângelus, que encerrava a missa de canonização dos cinco novos santos, dentre eles Santa Dulce dos Pobres, onde ele disse: “junto com todos os membros do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica, especialmente os do Equador, sigo com preocupação o que está acontecendo nas últimas semanas naquele país. Confio-lhe a oração e a intercessão dos novos santos, e tenho pena dos mortos e feridos. Encorajo-vos a buscar a paz social, com atenção especial às populações mais vulneráveis e aos direitos humanos”. A reportagem é de Luis Miguel Modino. Seguindo o expressado no domingo, o Papa Francisco, na manhã desta 2a. feira, 14 de outubro, no início dos
A territorialidade amazônica, como local teológico, nos faz experimentar mais fortemente o dom da comunhão

A territorialidade amazônica, como local teológico, nos faz experimentar mais fortemente o dom da comunhão

- NORTÃO, Articulação Continental, Destaque, Destaque News
"Queremos uma nova estrutura regional Panamzônica que seja o veículo propício para levar adiante as novidades do Espírito neste Sínodo e que também nos permita afirmar a dimensão eclesiológica emergente", pede Maurício López, secretário-executivo - REPAM, na sua intervenção na aula sinodal Pan-Amazônica, em Roma. Segundo ele, "a territorialidade como lugar teológico não é uma ameaça contra o modo tradicional de compreensão e organização da Igreja, mas a expressão da continuidade do mistério da Encarnação, para o qual não há limites. Deus ainda está encarnado e se encarnando nas margens onde Ele próprio decidiu vir a territorializar-se através do ventre salvífico de nossa mãe Maria, uma mulher simples e da periferia". Evocando 'o grande Paleontólogo, Teólogo e Místico', ele conclui o
Participantes do Sínodo destacam formação de leigos e questões socioambientais

Participantes do Sínodo destacam formação de leigos e questões socioambientais

- NORTÃO, Destaque, Sínodo Pan-Amazônia
Texto: Dom José Ionilton Lisboa de Oliveira, SDV (Prelazia de Itacoatiara - AM) Nestes primeiros dias de Sínodo da Pan-Amazônia, em Roma, diversos temas foram abordados, como formação de seminaristas e de leigos, diaconato permanente para as mulheres, a relação da igreja com os jovens, povos indígenas, ribeirinhos, quilombolas e migrantes. Acompanhe detalhes no relato de dom José Ionilton, que traz informações desde a abertura do Sínodo (no domingo, 06) até o dia de ontem (quinta-feira, 10). *** Completamos hoje o quarto dia do Sínodo da Pan-Amazônia, que está acontecendo no Vaticano, desde o domingo, dia 06. Segunda-feira à tarde (07), todo o dia de terça (08) e o dia de quarta (09), foi reservado para as falas de seus participantes, lembrando que são 185 de nove países, entre e
“Sustentamos a opção pelos pobres. Se calarmos, as pedras falarão”, afirmou dom Erwin Kräutler

“Sustentamos a opção pelos pobres. Se calarmos, as pedras falarão”, afirmou dom Erwin Kräutler

- NORTÃO, Destaque, Destaque News
Em coletiva oficial do Sínodo na tarde de ontem (09), bispo do Xingu percorreu a dimensão social da fé e o compromisso de ser “denúncia” diante toda forma de violência. POR GUILHERME CAVALLI, ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO CIMI Carlos Nobre, cientista brasileiro, e Dom Erwin Kräutler, bispo emérito do Xingu. Foto: Guilherme Cavalli/Cimi VATICANO – O Sínodo da Amazônia tem extrapolado o campo religioso e trazido, além do tema pastoral, outros três eixos: cultural, ecológica e social. E isso mostra a capilaridade e o profetismo da Igreja, segundo Erwin Krauter. Em coletiva de imprensa na tarde de ontem (09), o bispo emérito do Xingu percorreu de Aristóteles, celibato, povos indígenas até novas tecnologias, sempre com humorada postura. “Dizem que sou político, mas eu rezo mui
Comunidade Santa Luzia, em Ananindeua (PA), organiza Círculo Bíblico sobre Sínodo

Comunidade Santa Luzia, em Ananindeua (PA), organiza Círculo Bíblico sobre Sínodo

- NORTÃO, Destaque, Sínodo Pan-Amazônia
Luis Muniz da Silva: animador das CEBs e missionário dos Círculos Bíblicos (Ananindeua-Pará) Moradoras e moradores do bairro Distrito Industrial, no município de Ananindeua (Pará), fizeram um Círculo Bíblico sobre o “Tríduo do Sínodo da Pan-Amazônia: Novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”. O encontro foi na quarta-feira (dia 09), no quintal da casa da Dinalva, na baixada da Maré, área territorial da Comunidade/capela Santa Luzia. Foi a primeira etapa. As próxima serão nos dias 16 e 23. Essa vivência através dos Círculos Bíblicos ocorre há três anos na localidade. É nessas casas que acontecem a missão, as celebrações, as partilhas... numa verdadeira vivência fraterna, amorosa e solidária. A seguir um vídeo em que as pessoas se preparam para a partilha.
Cientistas de Diferentes Países entregam ao Sinodo “Marcos científicos para salvar a Amazonia.”

Cientistas de Diferentes Países entregam ao Sinodo “Marcos científicos para salvar a Amazonia.”

- NORTÃO, Destaque, Destaque News
“A Amazônia, a maior floresta tropical do mundo, está em grande risco de destruição e, com esta, o bem-estar da nossa e das gerações futuras”. Essas palavras servem como ponto de partida do documento preparado por um grupo de cientistas dos países amazônicos e parceiros globais, datado de 30 de setembro de 2019, com o título de “Marcos Científicos para salvar a Amazônia”, divulgada em 9 de outubro de 2019, e que tem como objetivo auxiliar as discussões da assembleia sinodal do Sínodo para a Amazônia. A reportagem é de Luis Miguel Modino. O documento, assinado por 44 especialistas, afirma que “a Amazônia possui uma imensa diversidade natural, cultural e única” e “é o maior repositório de biodiversidade do mundo”, sobre o qual são fornecidos dados específicos e detalhados, ref