33º ENCONTRO DIOCESANO DAS CEBs -STA ROSA-/ SUL 3

33º ENCONTRO DIOCESANO DAS COMUNIDADES

 ECLESIAIS DE BASE – CEBs

“E, nessa  direção  caminhando – como diz o Papa – do conflito para a comunhão,  conscientes da fragilidade da vida e dos limites de nosso Planeta”

 Nós, 280 participantes do 33º Encontro Diocesano de CEBs, o Bispo D. Liro Vendelino Meurer, o Coordenador Diocesano de Pastoral, vários padres e pastores e membros da IECLB (Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil), representantes da Diocese de Passo Fundo, expressivo número de jovens, reunidos nos dias 22 e 23 de outubro de 2016, na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, em Santa Rosa, saudamos fraternalmente a todas as comunidades e paróquias da Diocese de Santo Ângelo.

Após carinhosa acolhida pela comunidade local e solene abertura, com uma profunda espiritualidade e trazendo a memória dos encontros, foi introduzido o trem das CEBs.  Em seguida, acolhendo e valorizando a preparação do encontro feita nas paróquias, foram apresentadas as sínteses de suas discussões.

À luz do tema “CEBs e responsabilidade ecológica” e do lema “Eu vim para que todos tenham vida”, fomos enriquecidos com uma qualificada reflexão de três renomados assessores: Jacques Távora Alfonsin, conhecido e reconhecido por seu compromisso com as causas sociais; Pastor Mestre Sandro Luckmann, que atua nas causas sociais, especialmente causas indígenas, e a Professora Dr. Cléria Meller, defensora e educadora nas questões ambientais.

Na perspectiva do método Ver – Julgar e Agir, pudemos, primeiramente compreender que os problemas do meio ambiente estão também relacionados com problemas sociais e políticos do país. São, pois, no dizer do Papa Francisco, questões socioambientais, que necessitam de soluções integradas ou globais. No mais, cientes da missão de Jesus – “Eu vim para que todos tenham vida” – entendemos que, diante do sofrimento e da exploração do povo, a indignação sercompreendemos que é preciso viver de maneira mais simples e sustentável.á um sentimento necessário de todos os cristãos.  É na direção desse sentimento que acontece hoje um movimento de aproximação ecumênica entre católicos e evangélicos, caminhando – como diz o Papa – do conflito para a comunhão. Por fim, conscientes da fragilidade da vida e dos limites de nosso Planeta,

Depois de um dia de estudos e de convívio nas comunidades e nas famílias, tivemos um segundo dia mais celebrativo. Iniciou no pórtico do Bairro Central, donde caminhamos em direção ao local do encontro, onde a celebração eucarística foi o momento alto do dia. Houve um momento de depoimentos sobre o 14º Encontro Estadual de CEBs, ocorrido na Diocese de Caxias do Sul, em abril deste ano. De tarde, ao concluir o encontro, representantes da Igreja Evangélica (IECLB) coordenaram uma celebração de envio, que nos motivou para os seguintes compromissos, que propomos a todas as comunidades:

1 – Compromisso com a educação política das lideranças comunitárias;

2 – Incentivo e compromisso de caminhada ecumênica, assumindo conjuntamente (católicos e evangélicos) as preocupações socioambientais.

3 – Compromisso com uma vida mais sóbria e saudável.

Concluímos o encontro bem conscientes do sentido da humanidade. Pois, “a injustiça que se faz a uma pessoa é uma ameaça que se faz a todas as pessoas”.

Pedimos que os Santos Mártires das Missões intercedam por todas as comunidades, que Nossa Senhora Auxiliadora lhes conceda a sua graça, e que a Santíssima Trindade as abençoe!

Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora – Santa Rosa/RS – 22 e 23/10/2016

Por Neidi Paula Heck/Fotos Neidi Paula

Todos os direitos reservados a Ampliada das Comunidades Eclesiais de Base.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.