Artigos

O fogo teima em se manter aceso. O evangelho de João 21 à luz da nossa realidade atual

O fogo teima em se manter aceso. O evangelho de João 21 à luz da nossa realidade atual

Artigos, Destaque, Destaque News
Nesse momento atual, no Brasil, mas também em outras partes do continente e do mundo, as comunidades de base, pastorais sociais e movimentos populares vivem tempos difíceis. Quem olha a realidade a partir da fé não pode deixar de pensar que estamos em tempos nos quais o poder do mal parece tomar conta de tudo. Por mais que protestemos e tentemos reagir, não há como negar que temos contra nós um sistema de poder opressivo e arrogante, mas também uma onda de direita que parece ter tomado conta de um povo que, hipnotizado pela Globo e outros meios de comunicação, se deixa arrastar para a barbárie. Por outro lado, mesmo nas Igrejas, que deveriam ser testemunhas fieis do reino de Deus nesse mundo, muitos ministros e fieis já não caminham com o Cristo e se agarram ao poder mundano e à propaga
A Eleição da Presidência e as novas diretrizes marcam a 57°Assembléia da CNBB.

A Eleição da Presidência e as novas diretrizes marcam a 57°Assembléia da CNBB.

Artigos, Destaque, Destaque News
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, começa nesta quarta-feira, 1º de Maio, sua 57ª Assembleia Geral em Aparecida, local do Santuário Nacional, onde são convocados os 309 bispos na ativa, que têm direito a voto, 171 eméritos, bem como administradores diocesanos e representantes de diferentes pastorais e organismos eclesiais. A reportagem é de Luis Miguel Modino. A programação destaca dois elementos, de um lado as Diretrizes Gerais para a Ação Evangelizadora, cujo ponto central é a evangelização do mundo urbano e que irá marcar o caminho da Igreja do Brasil até 2023, e a eleição da nova Presidência e os doze presidentes das Comissões Episcopais Pastorais. Sobre as novas diretrizes, Dom Roque Paloschi Arcebispo de Porto Velho, observa que "o projeto apresentado das diretr
CNBB divulga mensagem por ocasião do Dia do trabalhador e da trabalhadora do Brasil

CNBB divulga mensagem por ocasião do Dia do trabalhador e da trabalhadora do Brasil

Artigos, Destaque, Destaque News
Do trabalho de tuas mãos comerás, serás feliz, tudo irá bem” (Sl 128,2) Por ocasião do 1º de maio – data em que se celebra o Dia do Trabalhador (a), a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulga mensagem aos trabalhadores e às trabalhadoras brasileiros e se une eles manifestando-lhes estima, solidariedade e gratidão. A mensagem afirma a urgência de assegurar o direito ao trabalho e reafirma “a dignidade dos trabalhadores e trabalhadoras, de modo a garantir seu justo sustento e de suas famílias, combatendo o desemprego, o trabalho escravo, a precarização das relações de trabalho e a perda de direitos trabalhistas, dentre outros problemas que têm causado tanto sofrimento ao povo brasileiro”. Ainda segundo o documento, a presidência da CNBB manifesta, de modo especial, a
Análise de conjuntura em tempos de guerra. Pedro A. Ribeiro de Oliveira

Análise de conjuntura em tempos de guerra. Pedro A. Ribeiro de Oliveira

Artigos, Destaque, Destaque News
Lembro que não existe neutralidade na análise de fatos históricos. Por isso explicito que esta análise é feita na perspectiva de quem se identifica com a s classes trabalhadoras, os povos originários e os grupos socialmente discriminados em suas lutas por um mundo de Paz, Justiça e Vida da Terra. Nota prévia O título talvez cause estranheza, por referir-se a “tempos de guerra”. O problema é que a guerra ganhou uma nova forma – guerra de 4ª geração, ou guerra híbrida – e ainda não sabemos como lidar com ela. Estamos em situação semelhante à dos povos originários que não sabiam como defender-se dos europeus que chegaram protegidos por vestes metálicas e armas de fogo. Esta análise tem por objetivo desvendar as atuais estratégias de dominação econômica, política e cultural a serviço
Incidência internacional, uma dimensão decisiva para o futuro da Amazônia e seus povos

Incidência internacional, uma dimensão decisiva para o futuro da Amazônia e seus povos

- NORTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
A incidência internacional é uma das dimensões em que a Rede Eclesial Pan-Amazônica – REPAM, está investindo esforços nos últimos tempos, como uma estratégia que pode ajudar os povos indígenas da Amazônia para divulgar sua riqueza, e ao mesmo tempo os seus problemas e lutas. Isso significa trabalhar em conjunto com diferentes organizações internacionais, sobretudo das Nações Unidas e a Comissão Interamericana de Direitos Humanos. O trabalho realizado esta semana na sede da ONU trouxe um novo impulso nessa direção, o que ajudou responder ao clamor que vem dos povos amazônicos, cada vez mais assolados pelas multinacionais, empresas madeireiras, mineradoras, petroleiras e o agronegócio, e pelos próprios governos, que em todos os países pan-amazônicos deram as costas aos povos originários.
Pôr os dedos nas chagas dos Crucificados do mundo.  Marcelo Barros

Pôr os dedos nas chagas dos Crucificados do mundo. Marcelo Barros

Artigos, Destaque, Destaque News
Tocar as chagas de Jesus é aceitar sujar as mãos e ser capaz de reconhecer a presença do Espírito nas vítimas da justiça e da sociedade. É se solidarizar à luta dos trabalhadores que, nessa semana, celebrarão o 1º de maio como dia mundial de luta da classe trabalhadora. Aí sim, o testemunho do Ressuscitado ferido mas vivo, Paz e Alegria, força nas dores e nas lutas. Nesse 2o Domingo da Páscoa, o evangelho lido hoje nas Igrejas (João 20, 19- 31) revela que todas as vezes que nos reunimos no nome de Jesus refazemos e atualizamos aquele encontro dos discípulos com o Ressuscitado. Hoje vivemos ainda em salas fechadas e temos motivos de ter medo. O mundo atual parece mais inóspito e menos humano do que aquele no qual nasci há mais de 70 anos. O Brasil dá ao mundo a imagem da arbitrariedad
TODOS DEVEM SABER LER, ESCREVER E FAZER CONTAS: MAS É PROIBIDO PENSAR!

TODOS DEVEM SABER LER, ESCREVER E FAZER CONTAS: MAS É PROIBIDO PENSAR!

Artigos, Destaque, Destaque News
Políticos profissionais não gostam de um povo que interprete. Gostam de um povo que obedeça, que leia pouco, interprete pouco, que olhe apenas em uma única direção. Nada de novo debaixo do sol! Com indignação escutamos as declarações do atual presidente da República de que o Brasil irá reduzir investimentos nas faculdades de Filosofia e de Sociologia. Qual o motivo disso? Segundo o ele, o país precisa investir em faculdades que “geram retorno de fato”. Será que a Filosofia e a sociologia não geram retorno? Evidente que Filosofia e Sociologia não são áreas técnicas e, portanto, não podem ser aplicadas às engrenagens do mercado. No entanto, a raiz das ciências está na Filosofia, que surge com um encantamento do homem em relação ao universo e a própria existência. Se a Filosofia não move
Bíblia,  Profecia e  Direito à Previdência Social

Bíblia, Profecia e Direito à Previdência Social

Artigos, Destaque, Destaque News
“Vejam, o salário dos trabalhadores que ceifaram os seus campos, e que por vocês foi retido com fraude, está clamando contra vocês. O lamento dos ceifeiros chegou aos ouvidos do Senhor dos Exércitos. Vocês viveram luxuosamente na terra, desfrutando prazeres, e fartaram-se de comida em dia de abate. Vocês têm condenado e matado o justo, sem que ele ofereça resistência.” (Tiago 5:4-6). A quem deve ser pago salário e aposentadoria de forma justa? Afinal, quem de fato move uma nação para que ela possa viver de forma digna? Porventura não são os trabalhadores e trabalhadoras desse país, que levantam cedo para pegar o ônibus ou metrô; que debaixo de sol e chuva cumprem rigorosamente seu horário de trabalho, atendendo as absurdas exigências do capitalismo? Ora, não foram os trabalhadores e t
Por que estamos na Igreja?   Dom Sebastião Armando Gameleira Soares

Por que estamos na Igreja? Dom Sebastião Armando Gameleira Soares

Artigos, Destaque, Destaque News
Difícil ser Igreja, porque difícil o discipulado de Jesus, como o vemos nos evangelhos por suas exigências tão radicais. Toda a caminhada se poderia resumir nas três palavras que nos desafiam: Reconciliação, Renovação, Reconstrução. Por que estamos na Igreja, apesar de tudo? Nossa travessia é perigosa, de tantas turbulências, tribulações e dores, por que ainda estamos aqui? Somos pouca gente e com tão poucos meios para trabalhar em vista da transformação deste mundo. E se pensamos na “Igreja da Libertação”, somos ainda menos gente no universo das Igrejas cristãs. Se cá estivéssemos por apego, mesmo que afetivo, a uma instituição com a qual nos identificamos, ou, quem sabe, que corresponderia melhor a nossos pequenos e mesquinhos interesses, não teríamos escapado da idolatria. Ídolos sã
O lavar os pés uns dos outros é o gesto de vida. Sair dos Egitos da nossa vida e partir para a caminhada libertadora.

O lavar os pés uns dos outros é o gesto de vida. Sair dos Egitos da nossa vida e partir para a caminhada libertadora.

Artigos, Destaque, Destaque News
“Eu lhes dou um novo mandamento: que vocês se amem uns aos outros como eu os amei. O mundo vai saber que vocês são meus discípulos e discípulas se se amarem uns aos/às outros/as” (Jo 13, 34- 35). Queridos irmãos e irmãs, É difícil expressar a alegria (podemos dizer mesmo a felicidade) que podemos experimentar na vida se levamos a sério essas palavras de Jesus, acreditamos que elas se dirigem a nós, a mim e a vocês, pessoalmente e, ao mesmo tempo, nos são dadas como “mandamento”, que na Bíblia, não significa apenas uma ordem dada a alguém, mas é orientação, ou rumo que devemos dar à nossa vida. Talvez alguém estranhe que o amor possa ser objeto de mandamento. Como pode uma pessoa mandar outra amar? Será que Jesus seria tão ingênuo que só deixou aos discípulos e discípulas esse mandamen