Encontro/retiro da Igreja do RS em saída. CEBs Sul 3

“Comunidade: espaço de vivência da fé”  como “Avancem para águas mais profundas e lancem as redes para a pesca” (Lc 5,4).

Com o tema “DEMOCRACIA E POLÍTICAS PÚBLICAS – Por uma Igreja em Saída!”, reuniram-se 104 militantes, vindos/as de 12 dioceses do RS, das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), do Movimento Fé e Política do RS, das Pastorais Sociais, de Congregações Religiosas, da CÁRITAS-RS, da CPT, da JOC, das PJs, da CRB-RS, das Escolas Fé e Política, do CEBI, de Associações de Moradores, contando também com a presença de Dom Adilson, bispo da arquidiocese de Porto Alegre, Dom Alessandro, da diocese de Caxias Sul e da Sandra, secretária executiva da CNBB Sul 3, em Caxias do Sul, de 15 a 17 de fevereiro.

Acolhidos com muita alegria e após uma gostosa janta, no Seminário Nossa Senhora Aparecida, mergulharam na análise da conjuntura, com foco na Comunicação, auxiliados por Pedrinho Guareschi e Lúcio Uberdan, ainda na sexta, dia 15. No sábado, pela manhã, quem ajudou na reflexão, a partir da Bíblia e da Doutrina Social da Igreja, foi Sandro Gallazzi.

Reforçaram a certeza de que seguir os passos de Jesus é ser uma Igreja cada vez mais em Saída, Sal, Luz e Fermento de transformação, a serviço da vida, que não pode servir a dois senhores: ao deus do lucro e ao Deus da vida, o Deus de Jesus, que é o Deus que tem lado, o dos pobres, a quem proclama felizes, junto com os que, com os pobres se comprometem na luta pela justiça.

Na parte da tarde do sábado, primeiro em grupos e depois na plenária, os participantes se debruçaram sobre os desafios desta hora histórica de nosso país, com tantos retrocessos na democracia, nos direitos, em especial os direitos dos pobres e nas questões ambientais. E, para seguir adiante nesta caminhada rumo à Terra Sem Males, os participantes refletiram e fizeram proposições na perspectiva tanto do fortalecimento das ações de base quanto da necessária articulação pastoral, reafirmada ao longo de todo encontro. Caminhada sempre em comunhão eclesial, encarnada nas lutas do povo pela vida e por seus direitos, sem medo de se enlamear, com a força criadora do Espírito que, como a Jesus, convoca, unge e envia. Concluíram o dia de trabalho com a celebração eucarística, renovando o pacto assumido por Jesus e seu Movimento de viver e proclamar a Boa Notícia do Reino de Deus, mesmo ao preço da própria vida, como o foi a vida dos/as mártires da caminhada.

O domingo ficou reservado para as questões mais específicas das CEBs, na reflexão, iniciada com a Caminhada das/os Mártires, de como ajudar a fazer com que sejam Comunidades de fé presentes nas lutas pela vida, democracia e direitos, interagindo com a preparação do 15º Encontro Estadual. Este está marcado para 1º a 3 de maio de 2020, no Rio Grande, e tem como tema “Comunidade: espaço de vivência da fé” e como lema “Avancem para águas mais profundas e lancem as redes para a pesca” (Lc 5,4).

Por Waldir CEBs Regional Sul 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.