Shadow

Destaque

Carta de repúdio ao assassinato dos padres jesuítas: Joaquin e Javier

Carta de repúdio ao assassinato dos padres jesuítas: Joaquin e Javier

Articulação Continental, Destaque
Companheiros e companheiras de caminhada, compartilhamos abaixo uma pequena carta de repúdio pelo assassinato do padre Joaquín e do padre Javier, exigindo justiça, investigação e rápida recuperação dos corpos e, sobretudo também, de solidariedade com a Companhia de Jesus no México, as comunidades e aqueles que desfrutaram da presença destas duas pessoas. Esperamos que você possa compartilhá-lo. Segue carta oficial: Comunicado-CEB-Cont_page-0001Baixar
BOLETIM COMUNICA15 (20.06.2022)

BOLETIM COMUNICA15 (20.06.2022)

- OESTÃO, Destaque, Notícias, Rumo ao 15º Intereclesial
https://youtu.be/DbwJKU3_hLA CEBs DO BRASIL DIOCESE DE RONDONÓPOLIS – REGIONAL OESTE 2 / MT Rumo ao 15º Intereclesial de CEBs do Brasil - 2023 BOLETIM COMUNICA15 -  20 junho 2022 Notícias da caminhada, na construção e realização do 15º INTERECLESIAL. Produção: Equipe de Comunicação do Secretariado para o 15º INTERECLESIAL Apresentação: CLEUSA MANERA – CALINE MARIA Participação: JOSÉ BATISTA Sugestões e críticas: WhatsApp - 66 99916-6757 (SECRETARIADO)
Reflexão da Palavra | 12º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Reflexão da Palavra | 12º Domingo do Tempo Comum – Ano C

Destaque, Liturgia
Leituras: Zc 12,10-11;13,1 - Sl 62 - Gl 3,26-29 - Lc 9,18-24 Por: Quininha Fernandes Pinto Após tantas festas e solenidade litúrgicas, voltamos ao Tempo Comum. Jesus pressente que as coisas não estão acontecendo como o esperado... e precisa saber o que se passa. Quer saber, e incita os apóstolos a dizer o que pensam dele, de sua identidade e missão. Pergunta-lhes: "Quem diz o povo que eu sou?" - e a resposta surge: uns dizem que Ele é João Batista, alguns que é Elias e ainda outros que pensam ser um profeta antigo que ressuscitou. Jesus, não satisfeito com as respostas, faz a pergunta que ressoa no tempo e chega hoje também ao nosso coração: "E vós, quem dizeis que eu sou?". A catequese subsequente implica na resposta dada a esta pergunta... Pedro respondeu imediatamente: "O Cri...
Solenidade de Corpus Christi – Ano C

Solenidade de Corpus Christi – Ano C

Destaque, Liturgia, Notícias
Leituras: Gn 14,18-20 - Sl 109 - 1Cor 11,23-26 - Lc 9,11b-17 Por: Quininha Fernandes Pinto, Leste 1 Hoje ao celebrarmos a Solenidade de Corpus Christi = Corpo de Cristo, somos desafiados a confrontar o significado desta festa com a realidade que nos cerca e nos agride. Para a fé cristã, Jesus se faz alimento na Eucaristia, se dá nas espécies de pão e vinho - Ceia do Senhor - uma realidade que é memorial, dom e compromisso/responsabilidade. Memória que Ele mesmo nos convocou a fazer: “Fazei isto em memória de mim”, que implica não só o gesto litúrgico que denominamos missa/eucaristia, mas toda a sua vida, palavras, ações; uma memória que atualiza e realiza o que Jesus fez. E o que Ele fez, é dom, oferta de amor, culminando na sua morte de Cruz. A Eucaristia celebrada, torna-se...
Comunicadores e Comunicadoras das CEBs do Brasil venham participar do Seminário Formativo de Comunicação Popular!

Comunicadores e Comunicadoras das CEBs do Brasil venham participar do Seminário Formativo de Comunicação Popular!

- OESTÃO, 15º Intereclesial, Destaque, Notícias
É com o olhar firme no fortalecimento das comunidades que o Secretariado para o 15º Intereclesial das CEBs, o GT de Comunicação das CEBs do Brasil e a Equipe de Comunicação do Secretariado - Comunica15, em parceria com a Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM-Brasil), realizará o Seminário Formativo de Comunicação Popular. Esta formação está agendada para dois momentos: O primeiro, será um encontro no formato online com data para o dia 13 de julho à 19h (horário de Mato Grosso) e 20h (horário de Brasília), onde os cursistas terão o primeiro contato com a equipe organizadora e os assessores. Assistirão uma aula inaugural com a temática sobre Comunicação Popular e, por fim, serão disponibilizados vídeos de conteúdo que servirão como fundamentação para a formação presencial.   O segund...
Festa da Santíssima Trindade – Ano C

Festa da Santíssima Trindade – Ano C

Destaque, Liturgia
Leituras: Pr 8,22-31 - Sl 8 - Rm 5,1-5 - Jo 16,12-15 Por: Quininha Fernandes Pinto, Regional Leste 1 A festa da Santíssima Trindade desperta em nós o desejo de conhecer a Deus, e a Ele responder, porque Deus dá sempre o primeiro passo em direção a nós. Somos, assim, convidados a celebrar o mistério da SS Trindade: um Deus em três pessoas - Pai, Filho e Espírito Santo - uma verdade fundamental da fé cristã. O esforço realizado pelos teólogos para expor em conceitos humanos o mistério da Santíssima Trindade nos ajuda a reavivar a nossa confiança em Deus Pai, a reafirmar a nossa adesão a Jesus, o Filho encarnado de Deus e a acolher com fé viva a presença do Espírito de Deus em nós. Por isso façamos um esforço de nos aproximarmos do mistério de Deus com palavras simples e coração hu...
O Papa nomeia o pe. Maurício da Silva Jardim bispo de Rondonópolis-Guiratinga

O Papa nomeia o pe. Maurício da Silva Jardim bispo de Rondonópolis-Guiratinga

- OESTÃO, Destaque
O pe. Maurício da Silva Jardim foi nomeado pelo Papa Francisco bispo da Diocese de Rondonópolis-Guiratinga (MT). Pe. Maurício foi missionário em Moçambique. Em novembro de 2021, foi eleito coordenador das Pontifícias Obras Missionárias da América. Desde 2016 é diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias no Brasil. Foto: cnbbo2.org.br O Papa Francisco nomeou bispo da Diocese de Rondonópolis-Guiratinga (MT), nesta quarta-feira (08/06), o pe. Maurício da Silva Jardim, do clero da Arquidiocese de Porto Alegre, até então diretor das Pontifícias Obras Missionárias no Brasil. Pe. Maurício da Silva Jardim nasceu em 9 de fevereiro de 1969, em Sapucaia do Sul, Arquidiocese de Porto Alegre (RS). Estudou Filosofia na Faculdade de Filosofia Nossa Senhora da Imaculada Conceição (1994) ...
“NÃO SOMOS COITADOS”

“NÃO SOMOS COITADOS”

Artigos, Destaque
Thales Emmanuel, militante da Organização Popular – OPA. Quem teve a oportunidade de conhecer de perto a Ocupação Carlos Marighella, em Fortaleza-CE, nascida da necessidade, no auge da pandemia, sentiu a bravura das famílias lhe penetrar e contagiar o espírito com um ímpeto de entrega plena à luta e suas consequências. Foram seis tentativas de despejo nos seis primeiros meses de existência. O exercício do Poder Popular, em múltiplos aspectos, cimentou em todos e todas – comunidade, militância, apoiadores – uma entrega total e verdadeira à conquista dos objetivos traçados. “Se forem nos despejar, podem mandar os oitenta e cinco caixões, porque só saímos de lá mortos”, falou a companheira Márcia ao prefeito da cidade. A companheira Bolinha, uma das ocupantes, em audiência com s...