NORTÃO REALIZA O PRIMEIRO ENCONTRÃO DAS COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE

Aconteceu nos dias 26 a 28 de agosto em Tocantinópolis (TO) o 1º Encontrão das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) da Amazônia, chamado por todos de NORTÃO DAS CEBS, o mesmo contou com a representatividade dos regionais Norte 1, 2, 3 e Noroeste da CNBB.

O Primeiro Nortão teve como tema “O rosto das CEBs na Amazônia: lutas e esperanças”. O “Mini-Intereclesial” Amazônico reuniu 120 pessoas: 74 mulheres e 46 homens. Entre os serviços: 1 bispo, 20 religiosos(as), 86 leigos (as), 12 padres e 1 diácono. Entre as Igrejas: 4 Arquidioceses, 14 Dioceses e 4 Prelazias; E por Estado: Amazonas: 18, Acre: 4; Pará 41, Roraima: 1; Amapá: 2, Rondônia: 10; Tocantins: 43; Mato Grosso: 1;  uma expressiva representatividade de quase 15 mil CEBs dos Estados do Amazonas, Roraima, Rondônia, Acre, Amapá, Pará, Tocantins e norte do Goiás, para celebrar o seu jeito amazônico de ser Igreja: uma Igreja missionária que já nasceu “em saída”.

O primeiro Encontrão das CEBs na Amazônia esteve e está em sintonia com a caminhada da Igreja na Amazônia, e da preparação para o 14º intereclesial das CEBs que realizar-se-á em Londrina – PR em 2018,  encontro teve como objetivos:

  • Reafirmar a identidade de ser Igreja discípula da Palavra, testemunha do dialogo, servidora e defensora da vida, irmã da criação, missionária e ministerial, que assume a vida do povo, que se articula na paróquia como rede de comunidades;
  • Rever as lutas das CEBs na Amazônia, fortalecer as esperanças, partilhar nossos desafios, conquistas e utopias e projetar nossa missão e profetismo no chão da Amazônia, tendo como pano de fundo a defesa da casa comum, o respeito à toda e qualquer forma de vida que há na Amazônia;
  • Fortalecer nossa luta contra os grandes projetos de infraestrutura, hidrelétricas, e projetos de monocultura de soja, eucalipto, cana de açúcar e outros;
  • Conhecer os rostos e realidades da nossa Igreja na Amazônia, (indígenas, quilombolas, ribeirinhas, povos das florestas, do campo, das cidades, das periferias, dos jovens, outros) e juntos pensar estratégias de ação e intervenção na Amazônia na defesa da dignidade e da vida humana e todas espécies de seres vivos da Amazônia;
  • Construir redes de solidariedade das CEBs incentivando a participação coletiva e formação de agentes e lideres;
  • Fortalecer a espiritualidade das Comunidades Eclesiais de Base à luz da fé e das práticas das primeiras comunidades;

A Programação do encontrão constava com a análise de conjuntura, painéis com os temas “A Caminhada da Igreja na Amazônia: história, missão e evangelização” e “Documentos da Igreja na Amazônia”. Veja a Carta escrita por todas e todos os participantes do Nortão das CEBS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.