Bendita e louvada seja essa santa romaria

2ª romaria das águas e da terra da bacia do rio Doce: Bacia do Rio Doce, Nossa Casa Comum. Povos, Terra e Água clamam por justiça.

Aconteceu hoje, dia 04/6/2017, domingo de Pentecostes, em Caratinga, MG, a 2ª romaria das águas e da terra da bacia do rio Doce. Participaram mais de 10 mil romeiras e romeiras da mãe terra e da irmã água. Na Praça do Santuário de Caratinga, todos/as foram calorosamente acolhidos com boas vindas, café da manhã feito em mutirão e 100% agro-ecológico: bolo de fubá, mandioca cozida, sucos, café, leite, etc. Uma delícia

Após a abertura oficial feita pelo bispo da Diocese de Caratinga, Dom Emanuel, nós, as romeiras e os romeiros, marchamos 3 quilômetros a pé, embalados por músicas de luta e pela Via Sacra de Jesus Cristo ocorrendo atualmente também com os rios, córregos, grotas e nascentes e a mãe terra que compõem a bacia do rio Doce, que foi assassinada no maior crime ambiental do mundo no chamado Crime/desastre de Mariana na tarde do dia 05/11/2015 pelas mineradoras Samarco/VALE/BHP + governos cúmplices + poder judiciário conivente + mídia vassala do capital + omissos. Dezenove pessoas foram assassinadas pelo tsunami de lama tóxica oriunda do rompimento da barragem de Fundão.

Durante a Caminhada de compromisso e também durante a continuidade da Missa presidida pelo bispo Dom Emanuel denúncias contundentes contra os poderosos foram feitas. A indignação do povo está no topo. Muitas pessoas traziam um V no rosto feito de Lama. Dom Emanuel, na homilia, bradou: “Os poderosos transformaram 850 quilômetros – de Mariana ao mar no Espírito Santo – de rio Doce em um mar de lama. As consequências não são ainda mensuráveis. Os poderosos acabam com nossa terra e com nossas águas e, assim, humilham o povo. O agronegócio com hidronegócio consomem mais de 70% das nossas águas. Isso é inadmissível. Temos que lutar contra isso.” No final da Romaria foi lida uma Carta dos romeiros e romeiras da 2ª Romaria das águas e da terra da bacia do rio Doce, que clama para ser revitalizado. Foi anunciado que a 3ª Romaria das águas e da terra da Bacia do rio Doce acontecerá dia 03 de junho de 2018 na cidade de Ponte Nova, arquidiocese de Mariana. Eu, frei Gilvander, fui chamado ao microfone e convidamos todos/as para participarem da 20ª Romaria das águas e da terra do estado de Minas Gerais que terá sua Celebração Final dia 23 de julho de 2017, em Unaí, noroeste de MG, Diocese de Paracatu. Ao final, os/as 10 mil romeiros/as almoçaram gratuitamente em almoço coletivo e comunitário oferecido pelas associações de pequenos agricultores da região. Vivenciávamos ali um pedacinho do céu. “Bendita e louvada seja essa santa romaria. Bendito o povo que marcha …” lutando coletivamente por direitos sociais, por justiça social, justiça ambiental, justiça agrária, justiça urbana e, assim, construindo um futuro viável para as próximas gerações. Transmitimos ao vivo, via internet/facebook 27 minutos da 2ª Romaria e gravamos em vídeo uns 45 minutos que disponibilizaremos no youtube, no facebook e no watssap para ampliar o alcance profético da 2ª Romaria da bacia do rio que era Doce, mas foi azedado pelo sistema do capital. Abraço terno, grato a todos/as que organizaram muito bem a 2ª Romaria das águas e da terra da bacia do rio Doce.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.