Shadow

Articulação Continental

2º dia de Encontro Latino-americano de Juventudes das CEBs

2º dia de Encontro Latino-americano de Juventudes das CEBs

Articulação Continental, Destaque, Juventudes, Rumo ao 15º Intereclesial
Por Gabriela Silva, do Regional Sul 2.   "Tece, tecedora, tua história e teu lutar" Com essa canção se iniciou o segundo dia do 1° Encontro Latino-americano de Juventudes das CEBs (08/03) na cidade de Guayaquil, Equador. Nesse dia de luta pela vida das mulheres, companheiras e companheiros jovens das CEBs de toda a América Latina deram juntas e juntos as mãos e dançaram um ciranda, a nossa ciranda, pela vida de tantas mulheres que são diariamente violentadas e mortas sob o sistema patriarcal. O caminho metodológico desse segundo dia, levando em conta todos os clamores juvenis de Nossa América levantados no dia anterior, foi atrever-nos a sonhar. Qual é a Igreja e a sociedade que sonhamos? Cremos em uma Igreja acolhedora, inter-geracional. Uma igreja missionária, libert...
1° Encontro Latino-americano de juventudes das CEBs

1° Encontro Latino-americano de juventudes das CEBs

Articulação Continental, Destaque, Juventudes
Teve início neste sábado, o 1° Encontro Latino-americano de juventudes das CEBs na cidade de Guayaquil, Equador. O primeiro dia de encontro começou com uma dinâmica que propunha em nós os despertares de todos os sentidos e a tomada de consciência dos corpos, dos contos e dos cantos como lugares de partilha da fé e da vida. Ao longo de todo o dia as juventudes de cada país presente apresentaram, através de um "stand" as ações concretas que realizam em suas comunidades por todo o continente. Para nós, juventude brasileira que pertence também à Pastoral da Juventude, foi um espaço de partilhar a Campanha Nacional de Enfrentamento aos Ciclos de Violência Contra a Mulher - a nossa forma de agir concretamente frente à nossa realidade patriarcal que gera opressão e morte para tantas mulhere...
A Equipe Itinerante percorre Espanha mostrando a vida, clamores e esperanças da Amazônia. Luis Miguel Modino.

A Equipe Itinerante percorre Espanha mostrando a vida, clamores e esperanças da Amazônia. Luis Miguel Modino.

- NORTÃO, Articulação Continental, Artigos, Destaque
O que acontece na Amazônia não deixa ninguém indiferente, tem se tornado elemento de reflexão. Em tudo isso, podemos dizer que o Sínodo tem sido um instrumento que tem ajudado a dar visibilidade a problemáticas presentes por muito tempo nessa região. Mas o Sínodo é um processo que vai além da assembleia, celebrada no Vaticano de 6 a 27 de outubro, que pretende ajudar o mundo a tomar consciência sobre a importância do cuidado da Casa Comum. Dentro desse processo, a Equipe Itinerante de Manaus, com o apoio de Entreculturas, Caritas Espanhola e Manos Unidas, tem percorrido mais de 40 cidades espanholas, numa tentativa de trazer a Amazônia para perto da Europa, de passar um pouco da realidade amazônica, de amazonizar o velho continente, uma atitude assumida pelas crianças, jovens e adultos,...
“O Sínodo é uma ponte para um novo modo de ser Igreja, toda ministerial e sinodal”. Entrevista com Mauricio López

“O Sínodo é uma ponte para um novo modo de ser Igreja, toda ministerial e sinodal”. Entrevista com Mauricio López

- NORTÃO, Articulação Continental, Destaque
O Sínodo para a Amazônia é um processo que acaba de viver um momento importante na assembleia sinodal, mas que continua, fazendo com que os frutos das sementes plantadas amadurecem aos poucos. Estamos apenas começando um estágio, que é colocado ao serviço do Reino, uma ponte para uma Igreja que é renovada. Um dos melhores conhecedores desse processo é Mauricio López, secretário executivo da Rede Eclesial Pan Amazónica - REPAM, que também foi auditor durante a assembleia. Nesta entrevista, ele analisa o que foi vivido até agora e, ao mesmo tempo, mostra onde pode continuar um caminho que marcou um divisor de águas na história da Igreja. Como você se sente ao final desta segunda etapa, da assembleia sinodal? Quais são as suas impressões? Sinto-me profundamente agradecido. Quando algué...
ENCONTRO DAS CEBs TRÊS FRONTEIRAS A Igreja com as Famílias das CEBs

ENCONTRO DAS CEBs TRÊS FRONTEIRAS A Igreja com as Famílias das CEBs

- SULÃO, Articulação Continental, Destaque
Nos dias 28 e 29 de Setembro de 2019, a Família CEBs dirigiu-se para Presidente Franco no Paraguai, para realização do XVI Encontro das CEBs Três Fronteiras, onde se reuniram representantes do Brasil, Paraguai e Argentina. O encontro é um esforço dos coordenadores de CEBs da região de fronteira dos três países, que periodicamente se reúnem para trocar experiências e partilhar as alegrias e desafios de ser comunidade eclesial de base, pois mesmo compreendendo uma região de fronteiras a os problemas vivenciados pelo povo em especial das periferias parecem desconhecê-las, cabendo então a Igreja avançar no sentido de irmanar-se na realização do projeto de Jesus de Nazaré. O tema escolhido para o encontro: A IGREJA COM AS FAMÍLIAS DAS CEBs buscou responder ao desafio de fortalecer as fa...
ENCUENTRO TRES FRONTERAS DE LA CEB. La iglesia con las familias de CEB

ENCUENTRO TRES FRONTERAS DE LA CEB. La iglesia con las familias de CEB

Articulação Continental
En los días 28 y 29 de septiembre de 2019, representantes de las CEB de Brasil, Argentina y Paraguay, se convocaron en la ciudad Presidente Franco para celebrar el XVI Encuentro de las CEB de Tres Frontera. La reunión es un esfuerzo de los coordinadores de CEB de la región fronteriza de los tres países, quienes se encuentra periódicamente para intercambiar experiencias, compartir las alegrías y los desafíos de ser comunidad eclesial de base en una región fronteriza. Los problemas que experimenta la gente, en particular las que se sitúan en las zonas más periféricas y que parecen no ser conscientes de ellas, por lo que la Iglesia debe avanzar para unirse en la realización del proyecto de Jesús de Nazaret. El tema elegido para el encuentro: LA IGLESIA CON LAS FAMILIAS DE CEB buscó resp...
“Fomos vítimas de atos de violência que demonstram uma falta de capacidade para construir novos caminhos”. Comunicado de Amazônia: Casa Comum

“Fomos vítimas de atos de violência que demonstram uma falta de capacidade para construir novos caminhos”. Comunicado de Amazônia: Casa Comum

- NORTÃO, Articulação Continental, Destaque
Amazônia: Casa Comum, a iniciativa de várias organizações que estão realizando uma série de eventos que levam a Amazônia a Roma para o Sínodo, emitiu um comunicado afirmando: “Lamentamos profundamente, e por isso denunciamos, que nos últimos dias fomos vítimas de atos de violência, que refletem a intolerância religiosa, o racismo, atitudes vexatórias que, sobretudo, afetam aos povos indígenas e demonstram uma falta de capacidade para construir novos caminhos para a renovação da nossa Igreja.” Alguns grupos, que se apresentam como guardiões da sã doutrina, se posicionaram contra o Sínodo nos últimos meses, menosprezando a voz que emergiu de um processo de escuta em que milhares de pessoas participaram, que mostraram “suas propostas, suas opiniões sobre como construir uma Igreja com ros...
Os novos caminhos do Sínodo para a Amazônia geram esperança e boas perspectivas.

Os novos caminhos do Sínodo para a Amazônia geram esperança e boas perspectivas.

- NORTÃO, Articulação Continental, Destaque
Dar vida às propostas conciliares sempre foi um dos sonhos e desafios do Papa Francisco, que vê uma luz a seguir nesses novos caminhos que estão sendo projetados no Sínodo para a Amazônia. O cumprimento deles é uma coisa do futuro, do estágio pós-sinodal, que muitos definem como o mais importante. Por Luis Miguel Modino O Sínodo para a Amazônia vai se definindo, algo que se manifesta sobretudo no documento em que estão relacionados os debates dos chamados círculos menores. É claro que não foi a única coisa que foi feita até agora, mas podemos dizer que é um primeiro (e forte) impulso para o documento final, que não esquecemos que pode ser importante na exortação pós-sinodal. No final da segunda semana, podemos dizer que o medo definitivamente saiu da aula sinodal e que o Espírito de D...
Pacto das Catacumbas pela Casa Comum. Por uma Igreja com rosto amazônico, pobre e servidora, profética e samaritana.

Pacto das Catacumbas pela Casa Comum. Por uma Igreja com rosto amazônico, pobre e servidora, profética e samaritana.

- NORTÃO, Articulação Continental, Destaque
O Pacto insiste em mudar o modo de trabalho pastoral na Amazônia, da visita à presença, garantindo que “o direito à Mesa da Palavra e à Mesa da Eucaristia se torne eficaz em todas as comunidades”. Existem lugares que têm um significado especial e se tornam uma referência na vida de pessoas e instituições. O Concílio Vaticano II foi uma época em que uma Igreja pobre e pobre queria ser construída, algo que se expressou em 16 de novembro de 1965, na catacumba de Santa Domitila, onde cerca de quarenta bispos, principalmente da América Latina, assinaram o Pacto da Catacumbas. Em treze cláusulas os signatários prometeram levar uma vida simples e sem posses. Em 20 de outubro de 2019, pode se tornar uma data histórica novamente, porque no mesmo local em que o Pacto das Catacumbas foi assinado,...
A territorialidade amazônica, como local teológico, nos faz experimentar mais fortemente o dom da comunhão

A territorialidade amazônica, como local teológico, nos faz experimentar mais fortemente o dom da comunhão

- NORTÃO, Articulação Continental, Destaque
"Queremos uma nova estrutura regional Panamzônica que seja o veículo propício para levar adiante as novidades do Espírito neste Sínodo e que também nos permita afirmar a dimensão eclesiológica emergente", pede Maurício López, secretário-executivo - REPAM, na sua intervenção na aula sinodal Pan-Amazônica, em Roma. Segundo ele, "a territorialidade como lugar teológico não é uma ameaça contra o modo tradicional de compreensão e organização da Igreja, mas a expressão da continuidade do mistério da Encarnação, para o qual não há limites. Deus ainda está encarnado e se encarnando nas margens onde Ele próprio decidiu vir a territorializar-se através do ventre salvífico de nossa mãe Maria, uma mulher simples e da periferia". Evocando 'o grande Paleontólogo, Teólogo e Místico', ele conclui o ...