Artigos

GRITO DOS EXCLUÍDOS: A vida em primeiro lugar. Marcelo Barros.

GRITO DOS EXCLUÍDOS: A vida em primeiro lugar. Marcelo Barros.

Artigos, Destaque, Destaque News
O projeto do Grito é de fato dar voz e vez a essas pessoas e esses grupos excluídos da sociedade. Possibilitar que gritem, que possam estar mais organizados em sua mobilização e saibam exatamente não apenas a situação que estão denunciando, mas também e principalmente, a organização social a que aspiram e desejam. “A vida em primeiro lugar” continua sendo o horizonte que dá sentido ao tema fundamental do 25º grito dos excluídos que acontece nessa semana e especificamente, em todo o Brasil, nesse 07 de setembro. Nesse ano, esse grito em favor da Vida se concretiza em uma denúncia que partiu do papa Francisco, ao dizer aos movimentos sociais: Esse sistema mata! . A articulação de pastorais e movimentos sociais traduz isso ao colocar no cartaz desse 25º grito a voz de todo o povo pobre na
Grito dos excluídos: Este sistema não vale!

Grito dos excluídos: Este sistema não vale!

- LESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Grite, gritemos por esperança, justiça, direitos e liberdade! Uma andorinha só não faz verão! É preciso questionar a obsessão pelo crescimento puramente econômico do capitalismo, pois sua cegueira está levando a sociedade a um fracasso brutal. É com esse Lema que pelo 25º ano O grito dos/as excluídos/as, iniciativa da CNBB, convida a sociedade brasileira a elevar sua voz, protestar, vociferar contra essa “ditadura sutil” que o atual governo está implantando no Brasil. Todo sistema centrado em si mesmo converte o “dinheiro em esterco do diabo”, lembra papa Francisco. É preciso questionar a obsessão pelo crescimento puramente econômico do capitalismo. Pois sua cegueira está levando a sociedade a um fracasso brutal, e é responsável por quase todos as tragédias humanas e ambientais
Uma Igreja em Saída: Profecia, Amor  e  Revoulação. Marcos Aurelio dos Santos.

Uma Igreja em Saída: Profecia, Amor e Revoulação. Marcos Aurelio dos Santos.

- NORDESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Em tempos sombrios, de violência e medo, em que boa parte da igreja tem se sobrado ao mal com suas ações de destruição, se faz necessário uma voz profética, voz de amor libertador, de justiça a favor de milhões de oprimidos, uma voz revolucionária, corajosa, que clame a partir dos lugares baixos, voz de resistência, a partir das lutas utópicas, em um forte contraponto às forças neo-conservadoras instaladas no sistema religioso que permeiam em nosso país. A igreja de Jesus é libertadora, revolucionária, comunitária e serva. A igreja, nos tempos sombrios em que vivemos, deve estar profundamente comprometida com o Evangelho de Jesus. Os do caminho devem resistir aos encantos do poder, da ostentação e dos maléficos conchavos com o cristofascismo (mistura de cristianismo e fascismo) instalad
Resistir não basta – É preciso projeto. Celso Pinto Carias

Resistir não basta – É preciso projeto. Celso Pinto Carias

Artigos, Destaque, Destaque News
Entre a angústia e a esperança, o desânimo e a vontade de mudar, entre a descrença e a fé, entre a vida e a sobrevivência, entre a paralisação e o movimento, queremos sugerir alguns pontos de reflexão que consideramos fundamental se quisermos, de fato, ver no horizonte um sinal de outro mundo possível", escreve Celso Pinto Carias, doutor em Teologia pela PUC-Rio e assessor do setor CEBs da CNBB. Eis o artigo. Estamos vivendo, em nossos dias, uma Guerra das Trincheiras, como ficou conhecida a Primeira Guerra Mundial. Cada grupo cava um longo buraco no chão (trincheiras) e se tenta avançar para lá e para cá. Ora se avança, ora se recua. No meio, entre as trincheiras, está a terra de ninguém. Sim, era assim que as tropas chamavam o território entre as linhas de trincheiras. Ali, na terr
Cardeal Hummes: “A Igreja tem uma consciência clara de que cuidar da casa comum faz parte de nossa fé”

Cardeal Hummes: “A Igreja tem uma consciência clara de que cuidar da casa comum faz parte de nossa fé”

- NORTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Um dos desafios da Igreja é mostrar a vida da Igreja na Amazônia. O encontro dos bispos da Amazônia brasileira está servindo para divulgar como está avançando o processo sinodal. O encontro ocorre em um lugar de particular importância nesse processo, como destacou o arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira, que lembrou que foi naquele mesmo local onde, após uma reunião de bispos da Amazônia brasileira, em 2016, foi escrita uma carta ao Papa Francisco pedindo que fossem abordadas algumas questões sobre a Igreja na região, que desencadeou na convocatória do Sínodo para a Amazônia em outubro de 2017. Em entrevista coletiva, o arcebispo local, juntamente com o cardeal Claudio Hummes, presidente da Rede Eclesial da Amazônia - REPAM, e relator do Sínodo para a Amazônia, juntamente com dom W
Procuram-se profetas e profetizas. Marcelo Barros

Procuram-se profetas e profetizas. Marcelo Barros

Artigos, Destaque, Destaque News
O mundo tem urgência da profecia do projeto divino para o mundo. No Brasil dos nossos dias, para cada vaga de emprego que se abre, se apresentam correndo milhares de pessoas. No entanto, em tempos menos duros e cruéis, era comum quando passávamos pelas ruas, ver fixadas nas fachadas das casas comerciais: Procuram-se balconistas. Procuram-se costureiras. Procuram-se cozinheiros. Hoje, acordei de madrugada com um desejo forte: sair correndo com um spray e, em todas as portas de Igrejas, conventos e mosteiros que passasse, ir pintando a frase: Procuram-se profetas e profetizas. O mundo tem urgência da profecia do projeto divino para o mundo. E, embora, frequentemente, instituições eclesiásticas reduzam a missão de testemunhar o evangelho do reino a uma doutrina religiosa ou a um rito, a
A assunção nossa de cada dia. Marcelo Barros.

A assunção nossa de cada dia. Marcelo Barros.

Artigos, Destaque, Destaque News
Não é possível nesses dias não associarmos esse processo de assunção com a Marcha das Margaridas. Margarida Alves foi uma lavradora, presidente do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande, PB, assassinada em 12 de agosto de 1983. Nesse domingo, o mais próximo do 15 de agosto, no Brasil, a Igreja Católica celebra a assunção de Maria. Esse dogma, proclamado pelo papa Pio XII em 1950, não é bíblico nem ecumênico. Além disso, em um mundo no qual precisamos testemunhar a fé em uma linguagem compreendida pela humanidade atual, precisamos ir além da antropologia antiga com a qual os antigos falavam em ressurreição corporal e assunção de Maria em corpo e alma. Certamente, o que resta sempre atual é buscar a boa notícia que podemos descobrir através dessa imagem de assunção e o que atr
Mãe Abadia e água suja com a XXII Romaria das Águas e da Terra de MG Por Gilvander Moreira

Mãe Abadia e água suja com a XXII Romaria das Águas e da Terra de MG Por Gilvander Moreira

- LESTÃO, Artigos, Comunicação Popular, Destaque
"Com a Mãe Abadia, as filhas e filhos e toda a natureza clamam em dores de parto!” “Das águas sujas, em Romaria, na luta pela terra e pelas águas, fontes de vida!”. De 1º a 15 de agosto de 2019, está acontecendo a 149ª Festa de Nossa Senhora da Abadia em Romaria, uma Nazaré brasileira de apenas 4 mil habitantes, na região do Alto Paranaíba, Arquidiocese de Uberaba, MG. Milhares de pessoas, romeiras e romeiros da Mãe Abadia, imbuídas de muita fé em Nossa Senhora da Abadia, marcham a pé 70, 80 ou até mais de 100 quilômetros para chegar aos pés da imagem da Mãe Abadia no Santuário em Romaria. Muita gente que não vai a pé se faz solidária dando apoio às pessoas que vão peregrinando ao longo das estradas. Pontos de apoio são organizados e uma rede de solidariedade se constitui oferecendo
A Igreja que nasce de Jesus e do Espírito Santo (Reino-Igreja-Mundo 4). Agenor Brighenti

A Igreja que nasce de Jesus e do Espírito Santo (Reino-Igreja-Mundo 4). Agenor Brighenti

Artigos, Destaque, Destaque News
Da mesma forma que não há Igreja sem Jesus Cristo, também não há Igreja sem Espírito Santo. Igreja não é nem anterior e nem exterior ao Espírito Santo. Jesus e o Espírito são constitutivos da Igreja. O ser a missão da Igreja serão melhor explicitados mais adiante, ao abordar sua relação com o Reino de Deus e o Mundo. Limitar-nos-emos aqui e no artigo seguinte, à questão da fundação e da instituição da Igreja, assim como de sua razão de ser. Comecemos com a questão de sua fundação e instituição. Já houve quem afirmou que Jesus pregou o Reino de Deus e, em seu lugar, os discípulos criaram a Igreja. Questões tais como se Jesus fundou a Igreja e, em que sentido ele o fez ou se realmente ele quis uma Igreja ou se pelo menos não a excluiu no futuro, só podem ser respondidas, aborda
O sociólogo, o padre e o ex-seminarista, múltiplos olhares para os desafios da formação presbiteral. Celso Pinto Carias.

O sociólogo, o padre e o ex-seminarista, múltiplos olhares para os desafios da formação presbiteral. Celso Pinto Carias.

Artigos, Destaque, Destaque News
É preciso uma profunda reformulação estrutural. Se nada for feito nesta direção, se estará “enxugando gelo”. Seminaristas de várias dioceses e congregações religiosas se reuniram no mês de julho de 2019 para um encontro específico entre eles. Alguns dias depois o sociólogo Pedro Ribeiro de Oliveira, um católico que reconhecidamente vem prestando um grande serviço a Igreja no Brasil, fez uma breve reflexão a partir da carta que os mesmos seminaristas publicitaram após o encontro. O titulo dado por Pedro foi: “Seminaristas: batalha perdida?” No dia 31 de julho o padre Kauê Antonioli, de Porto Alegre, RS, publica uma resposta na qual procura contextualizar os seminaristas na perspectiva de uma juventude que, segundo ele, não está mais entre os extremos. Ora, entro na conversa não