Artigos

Como viver a inserção samaritana. Marcelo Barros

Como viver a inserção samaritana. Marcelo Barros

Artigos, Destaque, Destaque News
No mundo atual, o problema é que não se trata mais de alguém ferido e que corre risco de vida. Trata-se de mais de um bilhão de seres humanos que vivem na linha da pobreza extrema, por causa do tipo de organização social que os poderosos dão a este mundo para roubar e destruir a vida dos empobrecidos. O evangelho que as comunidades leem nesse domingo (15º do ano C) é a parábola do samaritano que socorre o homem ferido na estrada de descida entre Jerusalém e Jericó (Lucas 10, 25- 37). Essa página do evangelho é das mais queridas pelas Igrejas da caminhada na América Latina. Nela, o papa Francisco se baseia ao propor uma Igreja samaritana. Lucas coloca essa cena e a parábola no capítulo no qual Jesus manda os discípulos em missão. Portanto, o agir como samaritano que socorre a pessoa f
Vitória: 30 anos do Movimento Fé e Política. Marcelo Barros

Vitória: 30 anos do Movimento Fé e Política. Marcelo Barros

- NORDESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
A dimensão social libertadora da fé e da espiritualidade é a espinha dorsal do Movimento Fé e Política.  De acordo com a carta de João, quem não ama o seu irmão a quem vê não pode amar a Deus a quem não vê.  Neste final de semana (de 12 a 14 de julho), no encontro nacional que se realiza em Natal, RN, o Movimento Fé e Política celebrará os seus 30 anos de vida e de atuação no caminho da transformação da sociedade e da proposta de espiritualidade libertadora. Para quem viveu no Brasil nesses últimos 30 anos sabe o que significa de vitória o fato do Movimento estar vivo, forte e fiel às propostas iniciais. 1989 foi o ano da eleição vencida por F. Collor, derrotando a esquerda por meio de uma campanha midiática enganadora. Sofremos também a derrota política e de credibilidade da Frente Sa
Bem Viver – Sinal dos nossos tempos. Pedro Ribeiro

Bem Viver – Sinal dos nossos tempos. Pedro Ribeiro

- NORDESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
Hoje, talvez mais do que nunca, é imperioso saber interpretar os sinais dos tempos, como mandou Jesus (Lc 12, 54-56). por Pedro A. Ribeiro de Oliveira. No momento em que o governo brasileiro incentiva a devastação da floresta amazônica, o extermínio de povos originários, o armamentismo, a retirada de direitos e favorece a concentração da renda e da riqueza, é preciso aprimorar nossos instrumentos de análise da realidade para não cairmos no desânimo e na paralisia. A leitura crítica do que a realidade diz é condição para nos liberarmos de práticas e doutrinas que cumpriram papel transformador no passado, mas podem ter perdido a validade no mundo atual. Por isso o tema do 11º Encontro Nacional de Fé e Política fala de Sinais dos Tempos na Construção do Bem-Viver. Vivemos um
Para retomar a caminhada. Nossa missão. Marcelo Barros

Para retomar a caminhada. Nossa missão. Marcelo Barros

Artigos, Destaque, Destaque News
Jesus nos diz que não estamos nessas lutas apenas porque somos de esquerda (nós somos), nem porque somos transgressores por natureza (muitos de nós somos), mas estamos nessa caminhada por missão. Nesse primeiro domingo de julho, no Brasil, acontecem várias romarias e peregrinações tradicionais como a de Trindade em Goiás e a do Bom Jesus da Lapa, nas margens do agonizante São Francisco, no sertão da Bahia. Também, a cada ano, nessa época do começo de julho, um grupo ecumênico de peregrinos sai a pé em peregrinação de Recife a algum local que guarde a memória das lutas e do martírio do povo, como Canudos na Bahia ou a Serra da Barriga em Alagoas onde, no século XVII, se estabeleceu o quilombo dos Palmares. Nesse ano, a peregrinação é pelas estradas e caminhos de Alagoas. No Brasil, desde
“Escutar o povo amazônico, se deixar abalar pelo clamor, pela história de sua paixão”, uma necessidade do Sínodo, afirma o jesuíta Victor Codina

“Escutar o povo amazônico, se deixar abalar pelo clamor, pela história de sua paixão”, uma necessidade do Sínodo, afirma o jesuíta Victor Codina

- NORTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
"só ouvindo o povo da Amazônia poderemos conhecer sua verdade, uma verdade que não é expressão simplesmente racional de sua visão de mundo, mas seu sentimento-pensamento, sua vida, seu sofrimento" Padre Victor Codina. Uma das novidades do pontificado do Papa Francisco é a escuta, dimensão muito presente no Instrumento de Trabalho do Sínodo para a Amazônia. O Padre Victor Codina fazia ver isso aos participantes de um dos vários seminários que estão acontecendo em preparação ao Sínodo para a Amazônia e que foi realizado em Roma na semana passada. Em seu discurso, que foi intitulado "Amazônia, Ver e Escutar", o jesuíta ressaltou a importância de incrementar a escuta ao método tradicional de ver, julgar e agir, insistindo que "a Igreja no sínodo quer ir um passo além, escutar os povos ama
A Sociedade atual e as Igrejas. Marcelo Barros

A Sociedade atual e as Igrejas. Marcelo Barros

Artigos, Destaque, Destaque News
A sociedade contemporânea é marcada pela diversidade cultural e por seu caráter laical. Isso é bom e necessário para uma boa convivência de todos. De fato, não há sentido em uma religião querer dar normas morais ou pretender dominar a sociedade. No entanto, muitas vezes, o caráter laical da sociedade tem como expressão a tendência de restringir a religião ao âmbito privado da consciência de cada um. Isso vai contra a natureza de todas as religiões antigas que vêm de sociedades gregárias e se expressam sempre em formas comunitárias. Uma sociedade pluralista pode ser laica sem ser anti-religiosa e deve se abrir a todas as dimensões culturais dos diversos grupos, inclusive suas expressões religiosas. O importante é que todos os grupos religiosos se respeitem uns aos outros e se insiram na s
A Leitura Popular da Bíblia em um Contexto de  Opressão e  Fundamentalismo Religioso

A Leitura Popular da Bíblia em um Contexto de Opressão e Fundamentalismo Religioso

- NORDESTÃO, Artigos, Destaque, Destaque News
A leitura da Bíblia deve ser popular, a partir dos pobres, em uma hermenêutica comunitária, livre das manipulações ditatoriais do sistema religioso pautados em dogmas que aprisionam e oprimem as pessoas. Nos tempos difíceis em que vivemos, onde a injustiça e a barbárie encontram lugar de destaque, urge rever a maneira como estamos lendo a bíblia hoje. Primeiro, devemos partir do princípio de que a bíblia é um livro do povo. A bíblia não foi escrita para uma classe privilegiada, exclusiva, para interpretes profissionais em exegese, nem para líderes religiosos. A bíblia é um livro popular, onde todas e todos são chamados à uma leitura comunitária, a partir dos pobres e com os pobres, sujeitos que protagonizam os Evangelhos, principalmente na experiência libertadora do Jesus de Nazaré. A
Apostolicidade em uma Igreja sinodal. Marcelo Barros

Apostolicidade em uma Igreja sinodal. Marcelo Barros

Artigos, Destaque, Destaque News
A apostolicidade da Igreja seria fazer com que ela se pareça com Jesus em sua forma de ser, de crer e de agir. Igreja Católica, a festa dos apóstolos Pedro e Paulo é das mais importantes, porque esses apóstolos são considerados padroeiros da Igreja de Roma. Conforme antiga tradição, ali estão os seus túmulos. No Catecismo, se ensina que a Igreja tem como características ser Una, Santa, Católica e Apostólica. Ela é apostólica porque vem dos apóstolos e é fiel ao que os apóstolos ensinaram. O problema é que, no decorrer dos séculos, esse “vir dos apóstolos e ser fiel ao que eles ensinaram” foi compreendido de forma quase mecânica – um bispo validamente ordenado que ordena um novo bispo. Assim, teria se mantido e até hoje se mantém uma linha histórica que viria desde os apóstolos. Na real
Dom Pedro Casaldáliga, o semeador da esperança. Ana Tavares

Dom Pedro Casaldáliga, o semeador da esperança. Ana Tavares

Artigos, Destaque, Destaque News
Biógrafa do lendário bispo de São Félix do Araguaia narra a experiência de se aproximar de um sacerdote das causas humanitárias Todos nós precisamos de referências. E, de várias formas, somos moldados a partir de um conjunto de exemplos. A família, os amigos, os professores, os líderes religiosos com os quais temos contato desde cedo fazem parte de um mosaico que define quem somos e seremos. Optar por ser biógrafa e escolher personagens é querer oferecer peças para este mosaico, é querer que aquelas vidas retratadas levem ensinamentos para outras vidas. Escolher Pedro Casaldáliga é querer semear esperança. No entanto, espalhar este ingrediente num Brasil tão desesperadamente carente dele não foi premeditado. Em 2015, quando me lancei na aventura de biografar o lendário bispo do
Celebrar o corpo de Cristo. Marcelo Barros.

Celebrar o corpo de Cristo. Marcelo Barros.

Artigos, Destaque, Destaque News
Nós não temos direito de honrar o corpo de Cristo na eucaristia, se não o honramos e cuidamos dele na pessoa dos pobres e dos necessitados que estão em nossas ruas e nas calçadas em frente às nossas casas...  São João Crisóstomo por Dom Heler Camara Nesta quinta-feira, a Igreja Católica celebra a festa do Corpo e Sangue de Cristo. Muita gente conhece essa festa pela expressão latina Corpus Christi ou pelo modo como a tradição portuguesa espalhou pelo Brasil: festa do Corpo de Deus. Muitos de nós lembramos das procissões do Santíssimo Sacramento. Até hoje há locais nos quais ainda se ornamentam as ruas com enfeites de flores e tapetes pintados artisticamente para a procissão. Em décadas mais recentes, em algumas capitais, a procissão pelas ruas foi substituída por uma grande concentraçã