Shadow

Destaque

Aconteceu a Ampliada Nacional das CEBs: 24 e 25 de julho de 2021-modalidade remota

Aconteceu a Ampliada Nacional das CEBs: 24 e 25 de julho de 2021-modalidade remota

Destaque, Notícias, Rumo ao 15º Intereclesial
“As CEBs fazem a travessia nas águas da comunhão ecumênica, criativa e diversa em profundo amor.  Comunicam-se na linguagem da palavra popular por onde a misericórdia de Deus flui. O amor profético expressa que o direito corra como a água e a justiça com um igarapé que não seca.”9ª Carta às Comunidades A Ampliada Nacional das CEBs esteve reunida nos dias   24 e 25 de julho de 2021, na modalidade remota. Representantes das CEBs dos 19 regionais da CNBB, assessores, secretariado do 15º Intereclesial se fizeram representar, contribuindo na construção do 15º Intereclesial das CEBs, a ser realizado em Rondonópolis-MT, entre os dias 18 a 22 de julho de 2023, com o tema “CEBs: Igreja em saída na busca da vida plena para todos e todas” e o lema “Vejam! Eu vou criar novo...
Reflexões da Palavra | 18º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Reflexões da Palavra | 18º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Destaque, Liturgia
Leituras: Ex 16,2-4.12-15 - Sl 77 - Ef 4,17.20-24 - Jo 6,24-35 Por Quininha Fernandes Pinto, do Regional Leste 1. As leituras deste domingo continuam oferecendo como tema central a fome, a falta de pão e a exigência de uma resposta por parte do Senhor - no AT - e de Jesus, na passagem narrada por João. Os profetas haviam ensinado o povo a ler em um fenômeno natural um sinal da presença divina. E diante dos murmúrios dos filhos de Israel diante da fome, o Senhor faz chover o pão do céu. No domingo passado vimos que Jesus realizou o sinal da multiplicação dos pães, saciando a multidão que o acompanhava. Hoje o povo novamente procura por Jesus, em consequência do ocorrido. Jesus realizou sinais para revelar a sua pessoa, para manifestar a presença do Reino de Deus entre eles, mas as mu...
Carta mensagem às irmãs e irmãos compositores, músicos, poetas e animadores das Comunidades.

Carta mensagem às irmãs e irmãos compositores, músicos, poetas e animadores das Comunidades.

Destaque, Rumo ao 15º Intereclesial
No dia 24 de julho de 2021, o Secretariado das Cebs, Diocese de Rondonópolis-Guiratinga,  apresentou na Ampliada Nacional a “Carta mensagem às irmãs e irmãos compositores, músicos, poetas e animadores das Comunidades”.  Esta Carta tem por objetivo incentivar os artistas da caminhada a elaborarem novas composições, para serem inseridas no cancioneiro das CEBs. Não se trata de um concurso de músicas, por isso, nesta carta se encontram também dicas e sugestões para que o processo de composição, a seleção e organização destas músicas sejam de responsabilidade dos Regionais das CEBs. Se todos aderirem a este mutirão de criatividade, serão praticamente 19 novas músicas recolhidas pelos Regionais, onde cada Regional terá autonomia para organizar as suas formas de seleção e, p...
Reflexões da Palavra | 17º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Reflexões da Palavra | 17º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Destaque, Liturgia
Leituras: 2Rs 4,42-44 - Sl 144 - Ef 4,1-6 - Jo 6,1-15 Por Quininha Fernandes Pinto, do Regional Leste 1. O problema da fome no mundo é certamente uma das questões mais angustiantes do nosso tempo. Mata mais que guerras e pandemias. Sua solução está longe de ser resolvida. O desequilíbrio econômico entre as nações desenvolvidas e as outras mais pobres continua a registrar crescimento assustador. O auxílio econômico oferecido pelas nações ricas às pobres, assim como o chamado auxílio emergencial no Brasil por conta da Covid, é ainda muito fraco, mal orientado e até humilhante, dadas as necessidades básicas de sobrevivência que tais auxílios não conseguem atingir. As leituras deste domingo falam de fome, de multidão faminta, da escassez de "pão", da necessária fraternidade, da urgên...
O caminho metodológico para o 15º Intereclesial – uma breve conversa!

O caminho metodológico para o 15º Intereclesial – uma breve conversa!

Ampliada Nacional, Destaque
Os Encontros Intereclesiais propiciam a vivência e troca de experiências do que tem de melhor para uma festa. Quando preparamos uma festa familiar, cuidamos dos preparativos desde pensar o tipo de festa a ser realizada, os convidados e convidadas, o espaço, o melhor visual e performance, a ambientação, a alimentação a ser servida, a melhor bebida, a recepção e a despedida. Todos os cuidados são providenciados para que tudo corra bem. Assim também vivenciamos o processo preparatório para um Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base do Brasil. A preparação das comunidades com os subsídios diversos, os grupos de reflexão, os encontros na base, os encontros nas dioceses e nos regionais. Para isso, conta-se com uma estrutura de articulação: a Ampliada Nacional das CEBs com sua coo...
Ampliada Nacional das CEBs: 24 e 25 de julho de 2021-modalidade remota

Ampliada Nacional das CEBs: 24 e 25 de julho de 2021-modalidade remota

Ampliada Nacional, Destaque
“A vida não é tempo que passa, mas tempo de encontro.“Fratelli Tutti (66) Ampliada Nacional das CEBs se reunirá nos dias 24 e 25 de julho de 2021. Pela segunda vez os representantes das Comunidades Eclesiais de Base dos 18 regionais da CNBB, assessores, assessoras, secretariado e bispo referencial se encontram pelas plataformas digitais. Os trabalhos acontecerão na modalidade remota. O principal objetivo do encontro é contribuir   na organização do 15º intereclesial das CEBs, a ser realizado em Rondonópolis-MT, entre os dias 18 a 22 de julho de 2023, com o tema “CEBs: Igreja em saída na busca da vida plena para todos e todas” e o lema “Vejam! Eu vou criar novo céu e uma nova terra” (Is 65,17). A Ampliada Nacional das CEBs se reúne dessa vez sem a presença fís...
Reflexões da Palavra | 16º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Reflexões da Palavra | 16º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Destaque, Liturgia
Leituras: Jr 23,1-6 - Sl 22 - Ef 2,13-18 - Mc 6,30-34 Por Quininha Fernandes Pinto, do Regional Leste 1. No domingo passado, a liturgia nos mostrou o envio dos Doze e algumas orientações precisas para o desenvolvimento da missão. Percebemos que à pergunta que Marcos desenvolve no seu Evangelho: "Quem é Jesus?" - obtemos a resposta de que Jesus é o verdadeiro pastor prometido. A imagem do pastor é muito conhecida na Bíblia. O profeta Jeremias - na 1a leitura - alerta, com dureza, os pastores que deixam-se perder e dispersam-se do rebanho, repreendendo e prometendo severos castigos. Anuncia também a vinda de novos pastores, e um descendente de David que fará valer a justiça e a retidão sobre a terra. E o povo viverá tranquilo. Entre a promessa do Antigo Testamento e a sua realizaçã...
Reflexões da Palavra | 15º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Reflexões da Palavra | 15º Domingo do Tempo Comum – Ano B

Destaque, Liturgia
Leituras: Am 7,12-15 - Sl 84 - Ef 1,3-14 - Mc 6,7-13 Por Quininha Fernandes Pinto, do Regional Leste 1. Neste domingo a nossa reflexão aponta para a continuidade do ministério de Jesus, associando os discípulos à sua obra, colocando, assim, em ação, a finalidade para a qual os chamou. Jesus chamou os Doze, deu-lhes poucas instruções, mas precisas: apresentar-se de forma pobre, contentar-se com a hospedagem que lhes é dada, não impor seu ensinamento, mas anunciá-lo de pessoas livres, para pessoas livres, acentuando, porém, a responsabilidade da recusa. Os discípulos de Jesus devem desempenhar a missão que lhes é confiada, no estilo de Jesus. E a primeira leitura também vai nessa mesma linha do Evangelho, fala do encontro do profeta Amasias com Amós, que é enviado à exercer a profecia...
A VIDA DE LÁZARO TAMBÉM IMPORTA!

A VIDA DE LÁZARO TAMBÉM IMPORTA!

Artigos, Destaque
Por Francisco de Aquino Júnior Toda vida importa! A vida das vítimas de Lázaro importa! Mas a vida de Lázaro também importa! E para quem realmente crer que a vida é dom de Deus que criou o ser humano à sua imagem e semelhança não há maior ofensa a Deus que atentar contra a vida de sua imagem e semelhança. A banalização da vida e sua eliminação com requintes de crueldade, espetacularização midiática e cumplicidade religiosa é a expressão máxima de desumanização das pessoas e da sociedade, de atentado contra Deus e de hipocrisia religiosa. Essa é a verdadeira “cristofobia” de nossa sociedade: medo/horror/aversão d’Aquele que veio para que “todos tenham vida” e do seu Evangelho da vida que se manifesta na banalização e eliminação da vida humana. O assassinato de Lázaro, sua espetac...